O segundo dia de competições em Saquarema foi cheio de emoção para os brasileiros Gabriel Medina, Italo Ferreira e Yago Dora.

Enquanto Italo deu um show e fez o maior somatório do dia e do evento, Yago avançou com mais uma perfomance sólida. A emoção ficou por conta de Medina, que quase levou a virada de Cole Houshmand.

Medina, Italo e Yago na luta pelo top 5 no ranking da WSL

Ranking da WSL: Medina, Yago e Italo colados no top-5
É tudo ou nada para a Brazilian Storm. WSL

O segundo dia da etapa de Saquarema teve o restante da repescagem masculina e também as oitavas de final. Entre os principais nomes da elite do surf, apenas Jack Robinson foi eliminado.

O australiano perdeu sua posição para Griffin Colapinto, que agora é o segundo atrás de John John Florence. Já o restante da luta pelo top 5 segue igual.

  1. John John Florence (Havaí) – 46,210 pontos
  2. Griffin Colapinto (Estados Unidos) – 35,260 pontos
  3. Jack Robinson (Austrália) – 34,045 pontos
  4. Ethan Ewing (Austrália) – 31,995 pontos
  5. Jordy Smith (África do Sul) – 29,715 pontos

WSL Finals

  1. Gabriel Medina (Brasil) – 28,980 pontos
  2. Italo Ferreira (Brasil) – 28,790 pontos
  3. Yago Dora (Brasil) – 28,580 pontos
  4. Crosby Colapinto (Estados Unidos) – 25,440 pontos
  5. Rio Waida (Indonésia) – 24,375 pontos
  6. Jake Marshall (Estados Unidos) – 24,100 pontos
  7. Cole Houshmand (Estados Unidos) – 23,950 pontos
  8. Ramzi Boukhiam (Marrocos) – 23,450 pontos
  9. Ryan Callinan (Austrália) – 23,450 pontos
  10. Barron Mamiya (Havaí) – 21,960 pontos
  11. Kanoa Igarashi (Japão) – 21,750 pontos
  12. Connor O'Leary (Japão) – 21,460 pontos
  13. Matthew McGillivray (África do Sul) – 20,810 pontos
  14. Liam O'Brien (Austrália) – 20,685 pontos
  15. Seth Moniz (Havaí) – 19,470 pontos
  16. Leonardo Fioravanti (Itália) – 18,130 pontos
  17. Imaikalani deVault (Havaí) – 18,130 pontos

As vitórias de Ethan Ewing e Jordy Smith foram fundamentais para evitar que os brasileiros subissem até o top 5.

No entanto, os dois se enfrentam pela quartas de final e em caso de derrota de Smith, os brasileiros podem ultrapassar o sul-africano.

Siga no mundo do surf e confira também mais algumas notícias: