Com requintes de emoção, Gabriel Medina duelou contra Cole Houshmand em condições desafiadoras na etapa de Saquarema.

Após boas baterias na parte da manhã, a chuva chegou e complicou as coisas para o confronto que marcava uma revanche de Medina contra Houshmand após a derrota do brasileiro para o americano em Bells.

Gabriel Medina vence confronto vital em Saquarema

Precisando seguir como um dos primeiros do ranking, Gabriel Medina enfrentou o norte-americano Cole Houshmand em uma revanche do confronto contestado em Bells Beach.

No entanto, as condições não ajudaram durante todo o confronto e a bateria seguiu apertada. Medina construiu um somatório baixo com duas notas na casa dos quatro pontos.

Enquanto isso, Houshmand foi seletivo e pegou uma onda apenas, onde acertou um aéreo e tirou 5.30. Medina retrucou na mesma moeda e também voou, mas sua nota foi 5.20.

Gabriel Medina sofre, mas se vinga de algoz e projeta próxima fase: “Quero surfar de…”
Medina voando na bateria contra Cole Houshmand em Saquarema (Daniel Smorigo/WSL)

 

Chegando no último minuto de bateria. Cole surfou pela segunda vez e fez uma onda com somente uma manobra na junção. Os americanos comemoraram, mas não foi o suficiente para virar contra Gabriel.

Dessa forma, Medina venceu e avançou para as quartas de final para enfrentar Griffin Colapinto.

Gabriel Medina projeta duelo contra Griffin Colapinto

Dominante, Gabriel Medina vence bateria e revela emoção de competir com Sophia
(Thiago Diz/WSL)

Logo depois de sua vitória, Gabriel Medina concedeu entrevista e comentou sobre a torcida brasileira em Saquarema e a dura bateria contra Cole Houshmand:

A torcida influência a gente na água, cada grito. Eu quero ver a galera feliz, os brasileiros pensam muito nisso e não têm lugar parecido com aqui, então estamos tentando aproveitar ao máximo esse carinho.

Foi tenso, já tive baterias assim, são as que mais cansam mentalmente, mas faz parte, acho que essa é a beleza da competição e precisamos saber lidar”, declarou Medina.

Gabriel também aproveitou para opinar sobre seu próximo embate diante de Griffin Colapinto:

Griffin surfa muito, estou feliz de estar nas quartas de final com ele. É uma bateria decisiva para o top 5. Amanhã eu quero surfar de verdade porque hoje foi difícil”, afirmou o tricampeão mundial.

Siga no mundo do Surf e confira também mais algumas notícias: