Nascida em Santo André, interior de São Paulo, no ano de 1984, Daniele Hypólito é filha de um motorista de ônibus e uma costureira. Ela foi a primeira mulher a conquistar medalhas na ginástica artística brasileira.

Teve seu primeiro contato com a ginástica ainda em Santo André e chegou ao Flamengo em 1994, clube o qual defendeu por quase toda a carreira e pelo qual torce.

Daniele Hypólito - História, conquistas e prêmios
Instagram Daniele Hypólito

Daniele Hypólito – Apresentações

Em 2001, Daniele conquistou a medalha de prata no Campeonato Mundial de Ginástica, competindo no Solo, confira abaixo uma das suas apresentações:

Entre as diversas medalhas conquistadas por Daniele, a de bronze no Pan de Guadalajara, na sua especialidade que era a trave foi muito comemorada, confira abaixo:

Pioneirismo na ginástica brasileira

Daniele foi uma das mais importantes atletas do Brasil nas últimas décadas, tendo se tornado a primeira ginasta a conquistar medalhas em Campeonato Mundial.

Com apenas 14 anos, em 1999, conquistou a medalha de prata por equipes no Pan do Canadá, mas saiu decepcionada com o próprio desempenho, assumindo alguns erros por estar nervosa.

No mesmo ano, no Mundial de Ginástica Artística, na China, teve os melhores desempenhos para uma ginasta brasileira até aquele momento, o 21º lugar no geral individual.

Em 2000, disputou sua primeira Olimpíada, em Sydney, na Austrália, conquistando mais uma vez os melhores resultados brasileiros na competição até aquele momento.

Foi a 21ª colocada no individual geral, 17ª nas barras assimétricas e no solo e 16ª na trave de equilíbrio.

Em 2003, se mudou para Curitiba para treinar com o técnico ucraniano Oleg Ostapenko, que treinava a Seleção Brasileira, porém, não se adaptou e voltou ao Rio de Janeiro.

No ano seguinte, fez novamente o mesmo movimento, deixando a treinadora Geogette Vidor e o Flamengo e indo para Curitiba.

Disputou as Olimpíadas de Atenas em 2004 e novamente conquistou as melhores posições brasileiras, por equipes, o Brasil ficou em nono e no individual geral, ficou na 12ª posição.

Em seus terceiros Jogos Olímpicos, conquistou a oitava posição por equipes para o Brasil, ao lado de Jade Barbosa, Daiane dos Santos, Lais Souza, Ana Cláudia Silva e Ethiene Franco.

Nas Olimpíadas de Londres em 2012 não teve muito destaque, nem individual e nem por equipes e em 2016, no Rio de Janeiro, ajudou a equipe a chegar à final por equipes.

Em 2013 foi dispensada pelo Flamengo e acertou com o Cengin, onde ficou até 2016, depois retornou ao clube carioca em 2020, tendo como sua última competição o Campeonato Brasileiro de 2021.

Desde 2022 passou a se apresentar no circo, ao lado de seu irmão Diego Hypólito, no espetáculo “Abracadabra”.

Medalhas de Daniele Hypólito

Daniele Hypólito conquistou muitas medalhas representando a ginástica brasileira, confira abaixo todas elas:

Evento
Campeonato Mundial 0 1 0
Copa do Mundo 2 0 0
Copa do Mundo Challenger 5 1 1
Campeonatos Mundiais
Prata Gante 2001 Solo
Jogos Pan-Americanos
Prata Santo Domingo 2003 Trave
Prata Santo Domingo 2003 Barras Assimétricas
Prata Rio de Janeiro 2007 Equipe
Bronze Winnipeg 1999 Equipe
Bronze Santo Domingo 2003 Individual Geral
Bronze Santo Domingo 2003 Equipe
Bronze Rio de Janeiro 2007 Trave
Bronze Guadalajara 2011 Trave
Bronze Guadalajara 2011 Solo
Bronze Toronto 2015 Equipe
Campeonato Pan-Americanos
Ouro San Juan 2013 Solo
Ouro Medellin 2012 Trave
Ouro Medellin 2012 Solo
Ouro Medellin 1997 Equipe
Ouro Medellin 1997 Solo
Ouro Medellin 1997 Barras Assimétricas
Prata Mississauga 2014 Equipe
Prata Guadalajara 2010 salto
Prata Rio de Janeiro 2005 Equipe
Prata Rio de Janeiro 2005 Individual Geral
Prata Rio de Janeiro 2005 Solo
Prata Rio de Janeiro 2005 Barras Assimétricas
Prata Cancún 2001 Equipe
Bronze Guadalajara 2010 Equipe
Bronze Cancún 2001 Solo

Você ama outros esportes além de ginástica? Aqui no Esportelândia também falamos sobre:

Aparições em programas de TV

Daniele Hypólito apareceu em diversos programas de televisão, sendo eles ligados ao esporte e também reality shows.

Em 2017, no primeiro deles, participou do reality show de resistência física Exathlon Brasil, depois em 2019, foi a vez do Dancing Brasil, sendo a vice-campeã.

Em 2020 participou do Made In Japan e terminou na 6ª colocação, no ano seguinte participou do Power Couple Brasil ficando na mesma posição do anterior.

Ainda em 2021, foi comentarista das Olimpíadas de Tóquio, no canal esportivo SporTV e foi convidada do programa de comédia A Culpa é do Cabral.

Confira abaixo um trecho de Daniele Hypólito como comentarista do SporTV, quando ela comemorou a medalha de ouro de Rebeca Andrade, ao lado de Jade Barbosa:

Problemas de saúde em 2023

No ano de 2023, Daniele passou por alguns problemas de saúde e afirmou em entrevista que quase morreu.

Ela teve um quadro de pielonefrite, que é uma inflamação do rim, que decorre de infecção urinária.

Ficou 10 dias internada no CTI para tratar esse primeiro problema e pouco depois teve pneumonia o que a internou novamente.

Um tempo depois teve que ser internada novamente pelo mesmo motivo e segundo ela, o médico fez todos os tipos de exames para descobrir o problema.

Foram ao todo quatro internações, confira o desabafo de Daniele sobre seus problemas de saúde em 2023.

Aproveite para se aprofundar ainda mais no esporte com nossos outros conteúdos: