Quem são os melhores meias da Espanha? Entre tantas estrelas, quem mais se destaca entre os meio-campistas do Campeonato Espanhol atualmente? E qual o melhor da história da seleção espanhola?

Pensando nessas perguntas, nos arriscamos a formular duas listas. A primeira conta com os melhores meias que atuam na Liga Liga atualmente. Para essa relação, não focamos apenas nos jogadores espanhóis. Vale qualquer nacionalidade.

E como gostamos de relembrar os grandes jogadores da história, relacionamos ainda os 10 melhores meias espanhóis em todos os tempos. Aqui, o critério foi quem fez história pela seleção espanhola e também em clubes. 

Antes de partirmos para as listas, deixamos uma explicação. As relações incluem tanto volantes quanto armadores. Diante da evolução do futebol, avaliamos que não seria coerente dividir meio-campistas entre aqueles que têm apenas funções defensivas e os que se destacam somente no ataque. É preciso ser completo!

Então não perca mais tempo, confira as duas listas de melhores meias da Espanha e veja se concorda com a gente!

Melhores meias da La Liga na atualidade

  1. Jude Bellingham
  2. Toni Kross
  3. Federico Valverde
  4. Iker Gundogan
  5. Luka Modric

Luka Modric (5º lugar)

Luka Modric melhores meias da La Liga
Luka Modric já não está no seu auge, mas se mantém como estrela da La Liga

Eleito o melhor jogador mundo pela Fifa em 2020, Luka Modric já não está no auge de sua carreira, mas segue sendo um dos melhores meias da La Liga. 

Embora esteja perdendo espaço para Valverde na equipe do técnico Carlo Ancelotti, o croata segue sendo uma das peças fundamentais do Real Madrid nas últimas temporadas. É importante destacar que o meio-campista de 38 anos tem contrato com até junho de 2024.

IIkay Gundogan (4º lugar)

Considerado um dos meias mais completos da atualidade, Gundogan chegou ao Barcelona em 2023 com a missão de comandar o meio-campo. Extremamente habilidoso, o alemão conseguiu se adaptar rapidamente ao futebol espanhol, sendo um dos principais destaques do Barça na La Liga. 

Voluntarioso na defesa e muito eficaz no ataque, Gundogan é o melhor assistente do Barcelona no Campeonato Espanhol 2023/24. Distribuindo seis passes para gol, o meia também tem aparecido como elemento surpresa no ataque, balançando a rede em cinco oportunidades diferentes.  

Federico Valverde (3º lugar)

melhores jogadores do campeonato espanhol valverde
Valverde chegou com personalidade à Espanha e se firmou entre os titulares do Real Madrid

Revelado nas categorias de base do Peñarol, o jovem Federico Valverde, chegou no Real Madrid com personalidade e já se transformou-se em um dos melhores meias do Campeonato Espanhol em atividade.

Valverde está cada vez mais adaptado ao Real Madrid, conseguindo revitalizar o meio-campo da equipe madrilenha. O volante uruguaio tanto se aplica defensivamente quanto consegue pisar na área para finalizar, dar passes e construir jogadas. Suas arrancadas e dribles rápidos vem impressionando a todos.

Toni Kroos (2º lugar)

melhores jogadores do campeonato espanhol toni kroos
Toni Kroos é o responsável por fazer a conexão entre a defesa e o ataque do Real Madrid

Na vice-liderança dos melhores meias da La Liga aparece Toni Kroos, o maestro do meio-campo do Real Madrid. Dono de uma visão de jogo invejável, o alemão é quem constrói a maioria das jogadas do time madrilenho.

Kroos é consistente e, ao contrário do colega Luka Modric, ainda não deu sinais de estar perdendo fôlego na equipe titular. Melhor assistente da atual edição da La Liga, o meio-campista alemão já distribuiu sete assistências durante a competição. 

Jude Bellingham (1º lugar)

Uma das maiores joias do futebol mundial, Jude Bellingham é o melhor meia da La Liga na atualidade. Brilhando pelo Real Madrid desde que chegou ao clube merengue em 2023, o talentoso meio-campista tem assumido a responsabilidade ao lado de Toni Kroos, Vini Jr e Rodrygo.

Artilheiro do Campeonato Espanhol 2023/24, Bellingham é a grande estrela do Real Madrid na competição. Tendo um futuro enorme pela frente na equipe merengue, o meia britânico tem contrato com o clube merengue até junho de 2029.

Vá além do Futebol! Confira também:

Melhores meias espanhóis da história

  1. Andrés Iniesta
  2. Xavi Hernández
  3. Luis Suárez
  4. Amancio Amaro
  5. Xabi Alonso

Xabi Alonso (5º lugar)

Xabi Alonso melhores meias da Espanha na história
A brilhante carreira de Xabi Alonso foi encerrada com trajetória vitoriosa no Bayern
  • Títulos pela Espanha: campeão da Copa do Mundo de 2010 e bicampeão da Eurocopa, em 2008 e 2012
  • Títulos do Campeonato Espanhol: 1 (2011–12)
  • Títulos do Campeonato Alemão: 3 (2014–15, 2015–16, 2016–17)
  • Títulos da Copa do Rei: 2 (2010–11, 2013–14)
  • Títulos da Copa da Inglaterra: 1 (2005-06)
  • Títulos da Copa da Alemanha: 1 (2015-16)
  • Títulos da Liga dos Campeões da Europa: 2 (2004-05, 2013-14)

Na temporada 2002/2003, a Real Sociedad esteve muito perto de levar o título do Campeonato Espanhol e ficou a apenas dois pontos do campeão Real Madrid. No time de San Sebastián, um grande destaque estava no meio-campo: Xabi Alonso.

Não demorou para que ele despertasse o interesse do Liverpool. Sob o comando do compatriota Rafa Benítez, Xabi Alonso marcou o terceiro gol dos Reds na final da Champions League de 2004/2005 contra o Milan, empatando o jogo depois de os italianos abrirem 3 a 0. Nos pênaltis, os ingleses concretizaram uma das viradas mais incríveis da história do futebol.

O meia espanhol seria campeão europeu também com a camisa do Real Madrid, clube pelo qual foi campeão espanhol uma vez. 

Já na última equipe de sua carreira, Xabi Alonso foi tricampeão da Bundesliga pelo Bayern de Munique.

Na seleção espanhola, o meio-campista foi um dos pilares da equipe bicampeã da Eurocopa, em 2008 e 2012, e campeã mundial em 2010. 

Amancio Amaro (4º lugar)

Amacio Amaro melhores meias da Espanha em todos os tempos
Amancio Amaro ajudou o Real Madrid a conquistar 9 títulos do Campeonato Espanhol
  • Títulos pela Espanha: campeão da Eurocopa de 1964
  • Títulos do Campeonato Espanhol: 9 (1962–63, 1963–64, 1964–65, 1966–67, 1967–68, 1968–69, 1971–72, 1974–75, 1975–76)
  • Títulos da Copa do Rei: 3 (1969–70, 1973–74, 1974–75)
  • Títulos da Liga dos Campeões da Europa: 1 (1965-66)

Amancio Amaro foi autor de um dos gols mais importantes da história da seleção espanhola. Foi ele o responsável por balançar as redes na prorrogação da semifinal da Eurocopa de 1964, contra a Hungria. 

A Espanha avançou para a decisão e derrotou a União Soviética para conquistar o primeiro título europeu de sua história.

O meia apelidado de “El Brujo” pela sua capacidade de driblar foi campeão continental também pelo Real Madrid, na temporada 1965/1966. 

Luis Suárez (3º lugar)

Luis Suárez Miramontes melhores meias da Espanha na história
Ídolo de Barcelona e Inter, Luis Suárez é o único espanhol a receber a Bola de Ouro
  • Títulos pela Espanha: campeão da Eurocopa de 1964
  • Títulos do Campeonato Espanhol: 2 (1958-59, 1959-60)
  • Títulos do Campeonato Italiano: 3 (1962–63, 1964–65, 1965–66)
  • Títulos da Liga dos Campeões da Europa: 2 (1963–64, 1964–65)

Luis Suárez Miramontes é o único jogador espanhol a já ter conquistado a Bola de Ouro concedida pela revista France Football. A premiação foi recebida em 1960, enquanto ele defendia o Barcelona.

O xará do atacante uruguaio do atual time do Barça iniciou a carreira no Deportivo La Coruña. Ele ainda defendeu Inter de Milão e Sampdoria. 

Pela Internazionale, Luis Suárez foi bicampeão da Liga dos Campeões, em 1963/1964 e 1964/1965, além de ter sido tricampeão italiano.

O meia foi também um dos líderes da seleção espanhola no seu primeiro título da Eurocopa, em 1964.

Xavi Hernández (2º lugar)

xavi barcelona
Xavi Hernández é um símbolo de uma era extremamente vitoriosa do futebol espanhol
  • Títulos pela Espanha: campeão da Copa do Mundo de 2010 e bicampeão da Eurocopa, em 2008 e 2012
  • Títulos do Campeonato Espanhol: 8 (1998-99, 2004-05, 2005-06, 2008–09, 2009–10, 2010–11, 2012–13, 2014–15)
  • Títulos da Copa do Rei: 3 (2008–09, 2011–12, 2014–15)
  • Títulos da Liga dos Campeões da Europa: 4 (2005-06, 2008–09, 2010–11, 2014–15)

Eleito o terceiro melhor jogador do mundo por três vezes consecutivas na eleição da Fifa, entre 2009 e 2011, Xavi Hernández é uma das lendas que surgiram nas categorias de base do Barcelona.

Com a camisa do Barça, ele foi tetracampeão da Liga dos Campeões e octacampeão do Campeonato Espanhol. 

Já pela Espanha, Xavi conquistou títulos importantes antes mesmo de ser profissional. Em 1999, foi campeão mundial sub-20 e, em 2000, medalhista de prata nos Jogos Olímpicos de Sydney.

No profissional, o lendário camisa 8 da Espanha foi o responsável pela organização do meio-campo da equipe bicampeã europeia em 2008 e 2012 e campeã mundial em 2010.

Andrés Iniesta (1º lugar)

jogadores de futebol mais bem pagos do mundo iniesta
Iniesta foi multicampeão pelo Barcelona e marcou o gol do único título mundial da Espanha
  • Títulos pela Espanha: campeão da Copa do Mundo de 2010 e bicampeão da Eurocopa, em 2008 e 2012
  • Títulos do Campeonato Espanhol: 9 (2004-05, 2005-06, 2008–09, 2009–10, 2010–11, 2012–13, 2014–15, 2015–16, 2017–18)
  • Títulos da Copa do Rei: 6 (2008–09, 2011–12, 2014–15, 2015–16, 2016–17, 2017–18)
  • Títulos da Liga dos Campeões da Europa: 4 (2005-06, 2008–09, 2010–11, 2014–15)

O autor do gol mais importante da história do futebol espanhol é também o maior meia da Espanha em todos os tempos. Andrés Iniesta fez mágica com a bola enquanto defendeu o Barcelona e foi determinante para elevar a seleção de seu país ao status de campeã mundial.

Nas categorias de base, Iniesta foi campeão europeu nas categorias sub-17 e sub-19. Foi também vice-campeão mundial sub-20, perdendo a final para a Seleção Brasileira de seu futuro companheiro Daniel Alves.

Quando se profissionalizou, Andrés Iniesta correspondeu a todas as expectativas que ele mesmo gerou. Foi uma das estrelas da Espanha bicampeã da Eurocopa em 2008 e 2012. E concretizou o sonho de qualquer jogador ao marcar o gol que deu o título da Copa do Mundo de 2010 à seleção espanhola, em prorrogação contra a Holanda.

Pelo Barcelona, Iniesta foi campeão de 9 edições da La Liga, foi hexacampeão da Copa do Rei e ainda ajudou a equipe a ser tetracampeã da Liga dos Campeões. Com 32 títulos pelo clube catalão, o meia é o segundo maior vencedor da história do Barça, atrás apenas de Lionel Messi.

Em 2010, Iniesta ficou atrás somente de Messi também na eleição de melhor jogador do mundo da Fifa. Já em 2012, ele voltou a ser finalista da premiação e foi o terceiro, atrás do craque argentino e de Cristiano Ronaldo.

A grandiosidade de André Iniesta durou um longo tempo. Entre 2008 e 2016, Iniesta esteve entre os 10 melhores do mundo na premiação da Fifa em 8 temporadas. A exceção foi 2014, quando a Espanha decepcionou e caiu na fase de grupos da Copa do Mundo.

Com o cracaço Iniesta, encerramos nossa lista dos melhores meias da Espanha em todos os tempos. Sentiu falta de alguém por aqui? Aproveite o espaço dos comentários para deixar sua opinião!

Você pode cornetar também a relação dos melhores meias do Campeonato Espanhol. Será que outros jogadores mereciam estar na nossa lista? 

Aproveite para alimentar sua paixão pelo futebol com outras listas: