Saiba tudo sobre Mick Schumacher: história, equipes, categorias, títulos, curiosidades, maiores rivais e como começou na Fórmula 1

Nós saberíamos da origem de Mick Schumacher mesmo se ele usasse outro nome. Do pai ele herdou a cara e o jeito — e, aparentemente, o enorme talento no volante.

Mick é filho de ninguém menos que Michael Schumacher, o heptacampeão da Fórmula 1. A partir de 2021, os dois passam a ter laços para além dos sangue e do sobrenome.

Afinal, Mick Schumacher é um dos mais novos pilotos da F1. E você confere tudo sobre ele — sua história, seus títulos, suas equipes — no texto a seguir.

Quem é Mick Schumacher?

Imagem de Mick Schumacher com uma taça da F2
(Divulgação)

Mick Schumacher é um piloto profissional natural de Vufflens-le-Château, na Suíça. Nascido no dia 22 de março de 1999, corre na F2 desde 2019. Em 2021, vai competir na Fórmula 1 pela Haas.

Mick é o filho mais novo de Michael Schumacher, lenda do automobilismo mundial e maior campeão da F1 ao lado de Lewis Hamilton. É inclusive membro da Prema, a equipe de base da Ferrari, escuderia pela qual o pai foi pentacampeão mundial.

Com o emblema do cavalo italiano no peito, o jovem piloto foi o campeão da Fórmula 2 de 2020. Foi o segundo título de sua carreira, que começou em 2015. Em 2018, venceu a Fórmula 3 Europeia, também pela Prema.

As conquistas, aliadas ao seu talento e o peso do seu sobrenome, o colocaram em posição privilegiada para participar da principal competição do automobilismo mundial. Antes mesmo de confirmar a primeira na colocação na F2, a Haas confirmou que seria um dos titulares da equipe em 2021.

Qual foi a primeira equipe de Mick Schumacher?

A primeira equipe de Mick Schumacher no automobilismo foi a holandesa Van Amersfoort Racing. Com ela, correu na edição inaugural da Fórmula 4, em 2015.

Fundada em 1975, o time tem uma certa tradição em revelar pilotos para a F1. Entre os mais ilustres, Max Verstappen e Charles Leclerc.

Quantas vezes Mick Schumacher foi campeão?

Desde que começou profissionalmente no automobilismo em 2015, Mick Schumacher foi campeão em duas oportunidades. Venceu a F3 Europeia de 2018. Em 2020, foi a vez de faturar a Fórmula 2. Em ambas, competiu pela Prema, a equipe de base da Ferrari.

Quando Mick Schumacher começou na Fórmula 1?

Mick Schumacher começa na Fórmula 1 em 2021. Ele será titular da Haas F1 Team junto de Nikita Mazepin. Os dois entram no lugar de Kevin Magnussen e Romain Grosjean.

Ainda assim, a estreia do alemão nas pistas da F1 já aconteceu. Ele já correu pela Haas nos treinos livres para o GP de Abu Dhabi, no finzinho da temporada de 2020. Terminou a primeira sessão na 18ª posição.

História de Mick Schumacher

Mick Schumacher começou a frequentar o paddock da Fórmula 1 quando ainda era um bebê. Assim, dá até para dizer que seu começo no kart, aos nove anos, foi “tardio”.

Brincadeiras à parte, o jovem que competia como Mick Junior ou Mick Betsch começou a experimentar o sucesso por volta dos doze anos. Entre 2013 e 2014, passou a conquistar bons resultados nas provas alemãs e europeias do kartismo.

Mick já não contava com o apoio do pai nas corridas. Foi em 2013 que Michael sofreu seu acidente quase fatal nos alpes suíços. Mick estava com ele naquele dia.

Com 15 anos, em 2014, mudou do kart para o carro e fez alguns testes para a equipe suíça Jenzer Motorsport. Em 2015, já fazia parte da divisões de Fórmula, correndo a F4 pela holandesa Van Amersfoort. E já como Mick Schumacher. Foi uma forma de seguir em frente e homenagear o pai.

Terminou em 10º nas suas duas primeiras grandes competições. Ainda assim, seu modo de pilotar o situou como candidato para a Prema Racing.

As primeiras vitórias de Mick Schumacher

Imagem de Mick Schumacher no paddock da F2
(Reprodução)

Contando com os bons carros e toda estrutura da Ferrari, Mick Schumacher começou a deslanchar na Prema.

Seu primeiro ano pela equipe italiana, em 2016, terminou com 10 provas vencidas, outros 12 pódios e oito voltas mais rápidas. O desempenho de um verdadeiro Schumacher. Foi vice da F4 e da F4 Italiana.

Mick oscilou na temporada seguinte, em 2017, terminando a sua primeira Fórmula 3 na 12ª colocação e com apenas um pódio alcançado.

No ano seguinte, já adaptado à realidade da F3, teve sua melhor temporada da carreira. Venceu oito provas, pegou outros seis pódios, fez quatro voltas mais rápidas e terminou como campeão com 365 pontos.

Então, no biênio 2019-2020, mais do mesmo para Mick Schumacher. Uma temporada de adaptação na Fórmula 2 — dessa vez já com uma vitória e a quinta colocação geral — e outra de título.

Em 2020, foram dois GPs vencidos e outros oito pódios conquistados. E o convite que todo o piloto sonha.

Como Mick Schumacher começou na Fórmula 1

Foi natural a maneira como Mick Schumacher começou na Fórmula 1. Como chegou, na verdade. O seu desempenho já chamava a atenção, evoluindo à cada categoria em que competia. Mais do que vitórias nas provas, o alemão mostrou consistência na sua corrida.

Depois, o jovem Schumacher reuniu não só um mas dois fatores de influência que o posicionaram como candidato à categoria máxima do automobilismo. O sobrenome é inegavelmente um deles, já que chama a audiência para conferir a nova geração de uma família de pilotos.

Depois, seus anos na Prema foram úteis para além do aprendizado e da experiência. A Ferrari, dona da equipe, é quem fornece os motores para a Haas, justamente a equipe pela qual Mick Schumacher irá competir em 2021.

Assim, antes mesmo de confirmar o título da Fórmula 2 de 2020, Mick teve confirmada sua ida à F1. Será, junto do russo Nikita Mazepin, o substituto de Kevin Magnussen e Romains Grosjean na equipe estadunidense.

Vá além do Automobilismo! Confira também:

Equipes de Mick Schumacher

  • Haas F1 Team (2021-)
  • Prema Racing (2016, 2017-2020)
  • MRF Racing (2015-2016, 2016-2017)
  • Van Amersfoort Racing (2015)

Títulos de Mick Schumacher

  • Fórmula 2 (2020)
  • Fórmula 3 Europeia (2018)

Maiores rivais de Mick Schumacher

Lewis Hamilton e Mick Schumacher
(Divulgação)

Mick Schumacher ainda não teve tempo o bastante de carreira para desenvolver grandes rivalidades. Ainda assim, existem alguns pilotos que cruzaram com o caminho do alemão mais de uma vez em momentos decisivos.

O russo Robert Shwartzman, por exemplo, foi um duro adversário nos dois títulos de Mick na carreira. Na Fórmula 2 de 2020 foi quem começou liderando o campeonato. Chegou a vencer duas provas com o alemão no pódio.

Na Fórmula 3 Europeia, foi o terceiro colocado e ficou na segunda colocação em cinco provas que Schumacher venceu. Ele também participou dos treinos livres para o GP de Abu Dhabi de 2020, Fórmula 1.

Outro piloto que rivalizou com Mick foi o Australiano Joey Mawson. Ele terminou uma posição à frente do jovem Schumi nas duas competições da temporada de 2016. Foi o primeiro colocado da Fórmula 4 e o segundo da MRF Challege.

Curiosidades sobre Mick Schumacher

  • Mick Schumacher começou a sua carreira, sob orientação do pai, Michael Schumacher, com o sobrenome Betsch, da sua mãe, Corina.
  • A mãe de Mick também é, de certa forma, uma pilota. Amazona, Corina foi campeã de Equitação Ocidental.
  • Toda a família de Mick, aliás, tem algum envolvimento com o automobilismo. Ralf Schumacher, seu tio, também competiu na F1. Foi inclusive contemporâneo de Michael.

Frases de Mick Schumacher

  • “Quando eu avancei para as categorias de fórmula, sabia que naturalmente chamaria mais atenção. E aí eu queria correr com o meu nome completo de qualquer forma. Tenho orgulho de carrega-lo no meu carro e no meu macacão”
  • “O meu pai sempre dizia que recordes existem para serem quebrados”
  • “Ele é meu ídolo, eu me inspiro muito nele”
  • Honestamente, não sinto nenhuma pressão para continuar com o nome da família ou fazer exatamente o que meu pai fez. A maior parte do estresse vem do que eu coloco em mim mesmo, pensando no que fiz de errado e como posso melhorar”
  • “Ser comparado com o melhor piloto da história da Fórmula 1 é o objetivo que você quer atingir. E ter essa pessoa como ídolo e pai é muito especial”

Depois de conhecer a história de Mick Schumacher, aproveite para conferir outros conteúdos de automobilismo:

*Última atualização em 11 de dezembro de 2020

Salvar