Confira a história de Iga Swiatek, a vencedora de Roland Garros 2020: como começou, os títulos e o desempenho em Grand Slams

Pouca idade e muita habilidade. Iga Swiatek é uma das mais empolgantes promessas do tênis mundial. Ou já seria uma realidade?

Aos 19 anos, a polonesa se sagrou campeã de Roland Garros, eliminando a número dois do mundo no caminho e batendo a atual vencedora do Australian Open. E olha que foi apenas a sua segunda tentativa no torneio francês.

No fim das contas, o desempenho de Iga não é lá tão surpreendente assim. Estamos falando, afinal, de uma tenista que chegou ao Top 100 da WTA com apenas 17 anos. Agora, que seu potencial assusta um pouco, isso sim.

Ao longo da curta carreira, Swiatek apresentou não só um bom arsenal de golpes e estratégias, mas também uma enorme capacidade para aprender e evoluir.

No texto a seguir, você pode conferir exatamente como (e contra quem) ela mostrou isso. E onde ela pode chegar.

Quem é Iga Swiatek?

Iga Swiatek é uma tenista profissional, destra, e com mais de 100 vitórias na carreira. Nascida no dia 31 de maio de 2001, em Raszyn, na Polônia, chegou ao Top 50 do ranking da WTA em agosto de 2019, aos 18 anos de idade.

Aos 19, ela se tornou a primeira tenista da Polônia, entre homens e mulheres, a ser campeã de um Grand Slam. Sem perder um set sequer durante toda a competição, Iga Swiatek se tornou campeã de Roland Garros ao vencer a norte-americana Sofia Kenin.

A polonesa se tornou também a mais jovem tenista a ser campeã do Aberto da França desde o título de Monica Seles em 1990, aos 18 anos.

Na sua trajetória até o título de Roland Garros 2020, Swiatek eliminou na quarta rodada a número 2 do mundo Simona Halep. Simultaneamente, alcançou às semifinais na chave de duplas junto de Nicole Melichar, dos Estados Unidos.

Antes de sua consagração em Paris, Swiatek já tinha no currículo vitórias contra tenistas Top 20, como Caroline Wozniacki, Wang Qiang e Donna Vekic.

Como joga Iga Swiatek

Iga Swiatek é uma tenista bastante completa, pelo menos no sentido do que ela pode fazer em quadra. Em outras palavras, consegue executar com boa técnica uma variedade de golpes e pensar estrategicamente quando usá-los.

Ainda assim, a principal marca do jogo da polonesa é a agressividade. Do fundo da quadra, busca sempre o top spin, quase sempre tentando subir à rede e forçar o jogo. Tanto que suas partidas são, para o bem ou para o mal, mais curtas que a média, assim como seu nível de erros não-forçados.

Iga Swiatek durante jogo de Roland Garros 2020
Iga Swiatek eliminou a argentina Podoroska nas semis de Roland Garros 2020 (Jimmie48/WTA )

Quando Iga Swiatek começou no tênis

Iga Swiatek começou a competir no tênis em 2014, aos 13 anos de idade. Seu primeiro torneio juvenil foi o ITF World Junior Tennis Finals, no qual representou a Polônia e venceu todas as suas partidas.

Em 2015 já estava competindo no Circuito de Juniores da ITF e em 201 no seu primeiro Grand Slam Júnior. A estreia foi justamente em Roland Garros, no qual parou nas quartas tanto na chave individual como na de duplas.

Repetiu o feito das simples em 2017, pouco antes da lesão no tornozelo que a tirou do resto da temporada. Foi em 2018 que, aí sim, venceu seu primeiro Grande Torneio de Juniores, em Wimbledon. A conquista foi um tanto curiosa, já que a especialidade da polonesa é o saibro.

Iga Swiatek durante partida do Junior Wimbledon 2020
Iga só competiu nas simples em no Junior Wimbledon 2018 (Carine06/ Divulgação)

Como Iga Swiatek começou no tênis profissional

Parece mentira, mas a primeira competição profissional de Iga Swiatek foi o Australian Open de 2019. Quer dizer, a primeira competição em que se classificou para as chaves principais. No Aberto de Auckland, parou na terceira rodada das classificatórias.

Depois de parar na segunda fase para a italiana Camila Giorgi, a polonesa chegou às oitavas do Aberto da Hungria e à final do Aberto de Lugano, na qual perdeu só no tie-break. Mais para frente, em Roland Garros, venceu sua primeira adversária do Top 20, a chinesa Qiang Wang.

O ponto alto da temporada foi no Aberto de Toronto, na segunda rodada, para ser mais exato. Iga venceu no tie-break a ex-número 1 do mundo Caroline Wozniacki e ainda venceu 10 games contra Naomi Osaka, na época número 2 do WTA.

Todo esse desempenho, somado a mais uma vitória contra uma tenista do Top 30 — a número 25, Caroline Garcia—, a levou, aos 17 anos, à 49ª posição do ranking do circuito mundial do tênis feminino.

Iga Swiatek no Prague Open 2019
Iga terminou o ano de 2019 como a 61ª melhor tenista do mundo (Peter Menzel/Divulgação)

Confira a biografia de outras personalidades dos esportes:

História de Iga Swiatek em Grand Slams

O caso de Iga Swiatek é curioso. Mesmo sem participar do WTA Tour, ela conseguiu fazer as suas duas primeiras temporadas já no maior nível de competições. Tanto que, como falamos, estreou numa competição profissional no Australian Open de 2019.

O Major seguinte foi Roland Garros. À vontade no saibro, a polonesa só perdeu um set antes de ser eliminada por Simona Halep, naquela que foi talvez a sua pior derrota na carreira: 2 sets a 0 em 45 minutos.

Se a versão júnior de Wimbledon foi sinônimo de conquista para Swiatek, a edição “pra valer” de 2019 a viu eliminada logo na primeira rodada, para a suíça Viktorija Golubic. O US Open fechou os Grand Slams de 2019. Nele, a tenista avançou só até a segunda rodada e caiu para a letã Anastasija Sevastova, na época número 11 do mundo.

A temporada de 2020, mesmo bastante desafiadora pela paralisação por conta da pandemia do novo coronavírus, viu um jogo muito mais maduro de Iga Swiatek. Tanto que ela alcançou as oitavas do Australian Open e só caiu na segunda fase do US Open para a vice-campeã Victoria Azarenka.

O brilho mesmo ficou reservado para Roland Garros. Avançou à final — a sua primeira de Majors na carreira — sem perder um set sequer e ainda devolveu a derrota de 2019 para Halep na mesma moeda, com um 2 a 0 em uma hora de jogo.

De quebra, chegou nas semis na chave de duplas ao lado da norte-americana Nicole Melichar — foram derrotadas por Alexa Guarachi e Desirae Krawczyk.

Na final de simples do Aberto da França, Iga Swiatek encarou Sofia Kenin, que foi campeã do Australian Open de 2020. A polonesa manteu o retrospecto de não perder sets e levou o título com 6-4 e 6-1.

Iga Swiatek durante o Australian Open 2020
Em Roland Garros 2020, Iga só perdeu mais do que dois games em três oportunidades.(Divulgação/ IANS)

Quantas vezes Iga Swiatek foi campeã?

Iga Swiatek tem um título no circuito da WTA e foi logo um Grand Slam. Em 2020, aos 19 anos, ela se tornou campeã de Roland Garros. Foi a primeira conquista de um tenista da Polônia, entre homens e mulheres, num dos quatro Majors.

Antes de ser campeã em Paris, a polonesa conquistou três títulos na categoria Júnior: Wimbledon, Fed Cup e Jogos Olímpicos. Somados com suas sete vitórias no circuito do ITF Finals, são dez troféus no currículo.

Títulos de Iga Swiatek

  • Roland Garros de 2020
  • Jogos Olímpicos da Juventude (2018)
  • Junior Wimbledon (2018)
  • Junior Fed Cup (2018)

Maiores rivais de Iga Swiatek

Iga e Halep se comprimentam em Roland Garros 2019
Iga é mais aluna da ótima escola do tênis do Leste Europeu (Reprodução/ RG)
  • A adversária Top 50 “favorita” de Iga Swiatek é a chinesa Qiang Wang. Elas se enfrentaram duas vezes em 2019, pelo Western & Southern Open e por Roland Garros. A polonesa venceu nas duas oportunidades.
  • A história com Anett Kontaveit é diferente. A estoniana, Top 20 em 2020, bateu Swiatek nos seus dois confrontos, também pelo Western & Southern Open de 2019 e pelo Australian Open 2020.
  • Iga jogou duas vezes contra Simona Halep, as duas vezes em Roland Garros. Em 2019, lavada da romena, que matou a partida em dois sets e em 45 minutos. Em 2020, o troco: 2 a 0 para a polonesa em uma hora.
  • Na sua primeira final em Grand Slams, Iga Swiatek encarou a norte-americana Sofia Kenin e levou o título de Roland Garros com vitória por 2 a 0 (6-4 e 6-1).

Recordes e curiosidades sobre Iga Swiatek

  • Em 2019, Iga Swiatek venceu o prêmio de “Golpe do Ano” da WTA. A jogada foi um drop shot no primeiro set no Aberto de Lugano contra a tcheca Karina Pliskova.
  • E pensar que toda essa habilidade começou por pura birra. Iga diz que se interessou em jogar tênis desde cedo…para derrotar a irmã! Aga Swiatek chegou a competir no ITF, mas parou ainda na adolescência por conta de lesões.
  • O pai de Iga, Tomasz Swiatek, amou o interesse da filha. Remador Olímpico, ele incentivou especificamente a adoção de esportes individuais pelas filhas, de forma que elas pudessem ter maior controle de suas carreiras. Ranço de companheiros de remo, será?
  • Iga Swiatek é a primeira tenista da Polônia, entre homens e mulheres, a ser campeã de um Grand Slam.
  • Aos 19 anos, Swiatek se tornou a mais jovem campeã de Roland Garros desde o título de Monica Seles em 1990, aos 18.
  • Com o título de Roland Garros, Iga Swiatek chegou ao Top 20 pela primeira vez em sua carreira.

Enquanto aguardamos pelos próximos passos de Iga Swiatek, aproveite para conhecer mais sobre outros grandes nomes do tênis:

*Última atualização em 10 de outubro de 2020

Comentários

Salvar
Compartilhar
Twittar
Compartilhar
WhatsApp
Pin