Novak Djokovic ultrapassou a barreira dos Grand Slams nesse ano de 2023 ao conquistar seu 24ª título no US Open.

O sérvio segue no topo do tênis mundial, mas o francês Gilles Simon não acredita que isso continuará para 2024.

O tenista falou em entrevista sobre como vê Novak Djokovic no futuro próximo. Veja.

Novak Djokovic tem um 2023 quase perfeito

Novak tem sido um dominador constante desses torneios, conquistando três na temporada atual e estabelecendo um recorde como o maior vencedor de Majors.

No entanto, Gilles Simon, um ex-jogador francês que se aposentou na temporada passada, acredita que Djokovic não conseguirá manter essa consistência para 2024.

Você ama esportes? Confira alguns que o Esportelândia cobre:

  1. Surf
  2. Fisiculturismo
  3. Automobilismo
  4. Artes marciais
  5. Atletismo
  6. Basquete
  7. Tênis
  8. Vôlei

Simon sobre Nole

Simon elogiou Nole, destacando sua abordagem focada em torneios importantes e seu profissionalismo exemplar.

Ele reconheceu que, devido à sua idade e experiência, Novak não pode competir semanalmente como faria em seus anos mais jovens.

Veja o que está acontecendo em outras modalidades aqui no Esportelândia:

  1. E-sports
  2. Futebol
  3. Futebol Americano
  4. Ginástica
  5. Natação
  6. Skate
  7. Esportes Paralímpicos
  8. Esportes Olímpicos
  9. Apostas Online

Novak Djokovic em declínio para 2024?

A saber, em entrevista ao site Bola Amarela, Gilles Simon compartilhou sua perspectiva sobre Djokovic, enfatizando que não questiona a habilidade do sérvio, mas expressou ceticismo em relação a ele ganhar três Grand Slams ou mais em 2024.

O ex-número 6 do mundo compartilhou sua visão, afirmando que espera que Djokovic vença um ou dois Grand Slams no próximo ano, mas duvida que ele possa acumular 30 títulos desse calibre.

Enquanto alguns acreditam que Djokovic continuará vencendo três Grand Slams por temporada nos próximos anos, Simon não compartilha dessa perspectiva, enfatizando que sua opinião não é uma crítica pessoal a Djokovic.

Que tal se aprofundar no mundo esportivo e saber mais? Confira aqui no Esportelândia: