Novak Djokovic superou o holandês Tallon Griekspoor no Paris Masters cercado de vaias. O sérvio respondeu os torcedores e ainda precisou se recuperar de mal-estar durante a partida. Veja o vídeo.

Novak Djokovic é vaiado no Paris Masters

Atualmente, ele lidera Carlos Alcaraz, que foi surpreendido por Roman Safiullin em sua partida de estreia em Paris, por 670 pontos na corrida ao vivo da ATP Pepperstone para Turim, um indicador crucial na batalha pela posição de número 1 no final do ano.

A torcida no Masters de Paris Bercy tentou provocar os principais favoritos do torneio na edição de 2023.

No entanto, o clima hostil não afetou o número 1 do mundo, o sérvio Novak Djokovic. Ele conquistou uma bela virada para avançar às quartas de final.

Djokovic x Griekspoor

Enfrentando várias adversidades em quadra, Djokovic precisou de 2 horas e 40 minutos para completar a virada contra o holandês Tallon Griekspoor, 23º do mundo. O placar final foi de 4/6, 7/6 (7-2) e 6/4.

Djokovic conseguiu nove aces, enquanto o holandês registrou 12. Além disso, Griekspoor cometeu quatro duplas-faltas, contra sete do sérvio.

Djokovic disparou 30 bolas vencedoras, em comparação com as 43 de Griekspoor, e cometeu 15 erros não forçados, enquanto o holandês teve 14.

Você ama esportes? Confira alguns que o Esportelândia cobre:

  1. Surf
  2. Fisiculturismo
  3. Automobilismo
  4. Artes marciais
  5. Atletismo
  6. Basquete
  7. Tênis
  8. Vôlei

Novak passa mal em quadra contra Griekspoor

Durante o primeiro set, Djokovic solicitou atendimento médico, pois não estava se sentindo bem em quadra, sinais que já apareceram durante o primeiro set.

Após o jogo, Djokovic revelou que estava enfrentando problemas estomacais, mas fez questão de elogiar o desempenho de Griekspoor.

Não quero tirar mérito de sua performance. Ele não diminuiu o nível. Talvez, em alguns momentos do terceiro set, ele tenha diminuído um pouco, mas ele estava jogando em um nível muito elevado e merece créditos por essa atuação. Se ele tivesse vencido esta noite, teria sido absolutamente merecido.

Comecei bem, mas perdi fôlego. Nos últimos dias, tenho enfrentado problemas estomacais e não me sentia bem… Alguns lances tiveram um pouco de sorte a meu favor.

Poderia facilmente ter sido a favor dele, mas, no geral, fiz um bom tie-break e comecei a me sentir melhor no terceiro set. Estou realmente muito feliz por superar esse desafio. – afirmou o sérvio.

Veja o que está acontecendo em outras modalidades aqui no Esportelândia:

  1. E-sports
  2. Futebol
  3. Futebol Americano
  4. Ginástica
  5. Natação
  6. Skate
  7. Esportes Paralímpicos
  8. Esportes Olímpicos
  9. Apostas Online