O circuito mundial da WSL está finalmente retornando e com ele a dúvida: Pipeline será vítima da maldição do corte por mais um ano?

Na temporada de 2023, muitos eventos sofreram com a falta de ondas, e os fãs declararam: a maldição do corte no meio do ano é real. Mas será que em 2024 a sina de previsões ruins vai continuar?

Previsão para o evento de Pipeline é positiva?

Acabou a maldição? Previsão em Pipeline projeta boas ondas, veja
Brent Bielmann.

Após bombar durante a pré-temporada, muitos fãs temeram que no evento oficial da WSL as ondas sumissem. No entanto, o Surfline indica uma previsão otimista para Pipeline no primeiro evento de 2024.

Na segunda-feira (29), as ondas aumentam devido à combinação de energia do oeste e noroeste, mas enfrentam ventos problemáticos.

O pico de altura ocorre na terça-feira (30), possivelmente muito grande para Pipe, com desafios devido aos ventos. A etapa provavelmente não ocorrerá nesse dia devido às condições desfavoráveis.

Na manhã de quarta-feira (31), o mar deve ter boas condições e existe uma boa probabilidade do evento começar neste dia.

Posteriormente, espera-se uma melhora nas condições, com outra ondulação do noroeste no final da semana, mais propícia para as competições na água.

Baterias para o evento de Pipeline

Acabou a maldição? Previsão em Pipeline projeta boas ondas, veja
Tony Heff/World Surf League

Baterias masculinas em Pipeline

  1. Yago Dora (BRA), Matthew McGillivray (AFR), Kade Matson (EUA)
  2. Gabriel Medina (BRA), Callum Robson (AUS), Deivid Silva (BRA)
  3. Jack Robinson (AUS), Rio Waida (IDN), Kelly Slater (EUA)
  4. Griffin Colapinto (EUA), Seth Moniz (HAV), Ramzi Boukhiam (MAR)
  5. Ethan Ewing (AUS), Cole Houshmand (EUA), Jackson Bunch (HAV)
  6. Filipe Toledo (BRA), Samuel Pupo (BRA), Shion Crawford (HAV)
  7. John John Florence (HAV), Caio Ibelli (BRA), Jake Marshall (EUA)
  8. Leonardo Fioravanti (ITA), Liam O´Brien (AUS), Imaikalani deVault (HAV)
  9. Ryan Callilnan (AUS), Jordy Smith (AFR), Frederico Morais (PRT)
  10. Connor O´Leary (AUS), Kanoa Igarashi (JPN), Eli Hanneman (HAV)
  11. Barron Mamiya (HAV), Ian Gentil (HAV), Crosby Colapinto (EUA)
  12. Miguel Pupo (BRA), Italo Ferreira (BRA), Jacob Willcox (AUS)

Baterias femininas em Pipeline

  1. Tyler Wright (AUS), Bettylou Sakura Johnson (HAV), Luana Silva (BRA)
  2. Carissa Moore (HAV), Sally Fitzgibbons (AUS), Brisa Hennessy (CRC)
  3. Caroline Marks (EUA), India Robinson (AUS), Moana Jones Wong (HAV)
  4. Caitlin Simmers (EUA), Gabriela Bryan (HAV), Isabella Nichols (AUS)
  5. Molly Picklum (AUS), Tatiana Weston-Webb (BRA), Alyssa Spencer (EUA)
  6. Lakey Peterson (EUA), Johanne Defay (FRA), Sawyer Lindblad (EUA)

Continue no mundo do surf! Confira também nossos outros conteúdos: