No automobilismo, três corridas formam a chamada Tríplice Coroa: 500 Milhas de Indianápolis, 24 Horas de Le Mans e o GP de Mônaco.

A corrida realizada em Monte Carlo é a reconhecida como a mais charmosa da Fórmula 1, disputada em meio aos iates e hotéis luxuosos de Monte Carlo. A pista é estreita, e os pilotos são obrigados a acelerar muito perto dos muros.

Além de tanto glamour, o GP de Mônaco tem uma história recheada de grandes conquistas e brigas intensas pela primeira colocação. 

Se você quer conhecer os detalhes de toda a história do GP de Mônaco, está no lugar certo.

Fique com a gente e conheça os maiores vencedores, as equipes que mais ganharam no Principado e os recordes da pista!

História do GP de Mônaco

História do GP de Mônaco
GP de Mônaco é disputado no campeonato da F1 desde 1950

O GP de Mônaco é a mais tradicional entre todas as provas disputadas na Fórmula 1. Na realidade, a história da corrida antecede a criação do campeonato da F1.

Em 1929 foi dada a largada pela 1ª vez para o GP de Mônaco. A corrida fazia parte das celebrações da semana santa, e foi promovida pelo príncipe Louis II, também presidente do Automóvel Clube de Mônaco (ACM), e pelo empresário monegasco Antony Nogues.

 Assim, a corrida foi realizada numa quinta-feira, 14 de abril de 1929. O circuito de Monte Carlo (nome dado, graças ao cassino homônimo que faz parte do traçado) não era como o conhecemos hoje. A pista tinha cerca de 3,145 km, com 14 curvas. E o 1º vencedor do tradicional GP foi o francês William Grover-Williams. Assim, pilotando uma Bugatti, ele superou o favorito Rudolf Caracciola, um dos maiores pilotos da era pré Fórmula 1.

Já na 2ª e 3ª corridas, já em 1930 e 1931, respectivamente, a Bugatti continuou dominando as ruas de Mônaco. Então, venceram os GP's, o francês René Dreyfus e o monegasco Louis Chiron. De fato, até 1937, três equipes se dividiram no topo do pódio: Bugatti, Alfa Romeo e Mercedes-Benz. Entretanto, foram diversos pilotos que venceram a charmosa corrida. Entre eles, o próprio Caracciola, que triunfou em 1936.

Vale lembrar que devido a 2ª Guerra Mundial, não houveram corridas em Mônaco de 1938 até 1947. Inclusive, o 1º piloto a vencer o GP, William Grover-Williams, combateu na guerra, foi preso pela Alemanha Nazista e executado em 1945.

Na volta do mais charmoso GP do mundo, em 1948, o vencedor foi o italiano Giuseppe Farina (que mais tarde, em 1950, se sagraria o 1º campeão mundial da F1). Por questões contratuais, a corrida não aconteceu em 1949, e voltaria apenas no ano seguinte, mas de maneira diferente.

Realizado no dia 21 de maio de 1950. O primeiro GP de Mônaco válido pela F1 entrou para a história do automobilismo por três motivos. Primeiramente, foi a 1ª corrida realizada num domingo.

Além disso, o argentino Juan Manuel Fangio fez a pole position e venceu a corrida de ponta a ponta, feito inédito até então. Por fim, o GP de Mônaco de 1950 marcou a estreia da Ferrari na Fórmula 1. E logo na estreia, a escuderia italiana brigou pela vitória com Fangio (que pilotava uma Alfa Romeo).

Outro caso curioso, durante a corrida, uma onda inesperada fez com que a agua invadisse a pista. O líder Fangio conseguiu escapar. Entretanto, o vice-líder Farina rodou, causando um acidente envolvendo oito carros.

A partir de 1955, a corrida sempre esteve no calendário da F1.

Por ser disputado desde o período anterior ao campeonato da Fórmula 1, o GP de Mônaco conta com algumas particularidades. Ele é o único entre todos os circuitos que não excede a distância total de 305 km do Grand Prix.

Isso acontece porque para atingir esta distância de 305 km, a prova teria que ser disputada em 92 voltas. Considerando a velocidade média de 155 km/h, a corrida passaria a ter mais de duas horas, extrapolando o limite de tempo determinado nas regras da Fórmula 1.

Outra particularidade do GP de Mônaco é a realização de testes na quinta-feira. A sexta-feira fica separada exclusivamente para eventos comerciais.

Em toda a história do GP de Mônaco, aconteceram duas mortes. O piloto Lorenzo Bandini morreu três dias após acidente durante a corrida de 1967. Já o fiscal Ange Baldoni faleceu depois de ser atingido por um pneu do carro de Richie Ginther, em 1962.

Estatísticas históricas do GP de Mônaco

  • Primeiro GP: 1950
  • Extensão: 3.337 km
  • Número de voltas: 78
  • Recorde da pista: 1:12.909 – Lewis Hamilton (2021)
  • Maior vencedor: Ayrton Senna, com 6 vitórias
  • Equipe com mais vitórias: McLaren, com 15

Quem é o maior vencedor do GP de Mônaco?

Ayrton Senna maior vencedor do GP de Mônaco
Primeira das seis vitórias de Ayrton Senna em Mônaco foi como piloto da Lotus

O brasileiro Ayrton Senna é o maior vencedor da história do GP de Mônaco, com 6 vitórias. Ele foi o primeiro colocado na corrida disputada no Principado em 1987 e entre 1989 e 1993. 

A primeira vitória de Senna em Mônaco foi conquistada enquanto ele era piloto da Lotus. Já as outras cinco, todas de forma consecutiva, vieram depois de ele se transferir para a McLaren.

Além das 6 vitórias, Senna alcançou 5 pole positions em Mônaco, nas temporadas 1985, 1988, 1989, 1990 e 1991.

Por seu domínio na mais tradicional corrida da Fórmula 1, Ayrton Senna recebeu o apelido de Rei de Mônaco.

Acompanhe uma volta de Ayrton Senna com a Lotus, no ano de sua 1ª vitória em Mônaco


O piloto brasileiro superou o recorde de vitórias do britânico
Graham Hill, que venceu por 5 vezes entre 1963 e 1969. Outro que alcançou 5 vitórias em Mônaco foi Michael Schumacher. O alemão venceu tanto pela Benetton quanto pela Ferrari.

Veja, a seguir, quem são os maiores vencedores e todos os pilotos que ganharam o GP de Mônaco, desde o período que antecedeu a criação do campeonato da Fórmula 1!

Maiores vencedores do GP de Mônaco

  1. Ayrton Senna – 6 vitórias
  2. Graham Hill e Michael Schumacher – 5 vitórias
  3. Alain Prost – 4 vitórias
  4. Stirling Moss, Jackie Stewart, Nico Rosberg e Lewis Hamilton – 3 vitórias

Todos os vencedores da história do GP de Mônaco

Ano Piloto Equipe
1929 William Grover-Williams Bugatti
1930 René Dreyfus Bugatti
1931 Louis Chiron Bugatti
1932 Tazio Nuvolari Alfa Romeo
1933 Achille Varzi Bugatti
1934 Guy Moll Alfa Romeo
1935 Luigi Fagioli Mercedes-Benz
1936 Rudolf Caracciola Mercedes-Benz
1937 Manfred von Brauchitsch Mercedes-Benz
1948 Giuseppe Farina Maserati
1950 Juan Manuel Fangio Alfa Romeo
1952 Vittorio Marzotto Ferrari
1955 Maurice Trintignant Ferrari
1956 Stirling Moss Maserati
1957 Juan Manuel Fangio Maserati
1958 Maurice Trintignant Cooper-Climax
1959 Jack Brabham Cooper-Climax
1960 Stirling Moss Lotus-Climax
1961 Stirling Moss Lotus-Climax
1962 Bruce McLaren Cooper-Climax
1963 Graham Hill BRM
1964 Graham Hill BRM
1965 Graham Hill BRM
1966 Jackie Stewart BRM
1967 Denny Hulme Brabham-Repco
1968 Graham Hill Lotus-Ford
1969 Graham Hill Lotus-Ford
1970 Jochen Rindt Lotus-Ford
1971 Jackie Stewart Tyrrell-Ford
1972 Jean-Pierre Beltoise BRM
1973 Jackie Stewart Tyrrell-Ford
1974 Ronnie Peterson Lotus-Ford
1975 Niki Lauda Ferrari
1976 Niki Lauda Ferrari
1977 Jody Scheckter Wolf-Ford
1978 Patrick Depailler Tyrrell-Ford
1979 Jody Scheckter Ferrari
1980 Carlos Reutemann Williams-Ford
1981 Gilles Villeneuve Ferrari
1982 Riccardo Patrese Brabham-Ford
1983 Keke Rosberg Williams-Ford
1984 Alain Prost McLaren-TAG
1985 Alain Prost McLaren-TAG
1986 Alain Prost McLaren-TAG
1987 Ayrton Senna Lotus-Honda
1988 Alain Prost McLaren-Honda
1989 Ayrton Senna McLaren-Honda
1990 Ayrton Senna McLaren-Honda
1991 Ayrton Senna McLaren-Honda
1992 Ayrton Senna McLaren-Honda
1993 Ayrton Senna McLaren-Ford
1994 Michael Schumacher Benetton-Ford
1995 Michael Schumacher Benetton-Renault
1996 Olivier Panis Ligier-Mugen Honda
1997 Michael Schumacher Ferrari
1998 Mika Häkkinen McLaren-Mercedes
1999 Michael Schumacher Ferrari
2000 David Coulthard McLaren-Mercedes
2001 Michael Schumacher Ferrari
2002 David Coulthard McLaren-Mercedes
2003 Juan Pablo Montoya Williams-BMW
2004 Jarno Trulli Renault
2005 Kimi Räikkönen McLaren-Mercedes
2006 Fernando Alonso Renault
2007 Fernando Alonso McLaren-Mercedes
2008 Lewis Hamilton McLaren-Mercedes
2009 Jenson Button Brawn-Mercedes
2010 Mark Webber Red Bull
2011 Sebastian Vettel Red Bull
2012 Mark Webber Red Bull
2013 Nico Rosberg Mercedes
2014 Nico Rosberg Mercedes
2015 Nico Rosberg Mercedes
2016 Lewis Hamilton Mercedes
2017 Sebastian Vettel Ferrari
2018 Daniel Ricciardo Red Bull
2019 Lewis Hamilton Mercedes
2020 Não ocorreu Não ocorreu 
2021 Max Verstappen Red Bull 
2022 Sergio Pérez  Red Bull 
2023 Max Verstappen Red Bull

Vá além do Automobilismo! Confira também conteúdos de outros esportes:

Qual equipe tem mais vitórias no GP de Mônaco?

McLaren equipes com mais vitórias no GP de Mônaco
McLaren dominou o GP de Mônaco durante 25 anos, com direito a 5 vitórias seguidas de Ayrton Senna

A McLaren é, com larga vantagem, a equipe que mais venceu o GP de Mônaco. O time britânico conquistou 15 vitórias, sendo todas elas entre 1984 e 2008.

Nos 25 anos de domínio da McLaren em Mônaco, sete pilotos da equipe subiram ao lugar mais alto do pódio: Ayrton Senna (5 vezes), Alain Prost (4 vezes), David Coulthard (2 vezes), Mika Häkkinen, Kimi Räikkönen, Fernando Alonso e Lewis Hamilton

Depois da McLaren, a equipe mais vitoriosa no GP de Mônaco é Ferrari, com 9 vitórias, duas a mais que a Lotus.

Veja, a seguir, todas as equipes da Fórmula 1 que venceram em Mônaco!

Equipes que mais venceram o GP de Mônaco

  1. McLaren – 15 vitórias
  2. Ferrari – 9 vitórias
  3. Red Bull – 8 vitórias
  4. Lotus – 7 vitórias
  5. BRM e Mercedes – 5 vitórias
  6. Cooper, Tyrrel e Williams – 3 vitórias
  7. Maserati, Brabham, Benetton e Renault – 2 vitórias
  8. Alfa Romeo, Wolf, Ligier e Brawn – 1 vitória

Todos os anos, sempre no final de maio, os pilotos da Fórmula 1 tentam escrever seus nomes na história do GP de Mônaco. Ganhar na pista de Monte Carlo é ter a certeza de que você jamais será esquecido.

Agora que você já conhece tudo sobre o GP de Mônaco, aproveite para alimentar sua paixão pelo automobilismo com outros conteúdos:

*Última atualização em: 05/06/2023