O remo já foi considerado um dos principais esportes brasileiro, sendo o cargo principal de muitos times que hoje fazem sucessos em outros esportes, como o Flamengo e o Botafogo.

Porém, com o passar dos anos o esporte tem sido menos acompanhado, mas ainda desperta muito interesse mundo afora.

História do Remo

O remo, utilizado desde a antiguidade em comércio e guerra, tornou-se um esporte popular no século XIX. Praticado em embarcações estreitas, varia de barcos para uma a oito pessoas, com ou sem timoneiro.

Organizado inicialmente na Inglaterra, o remo ganhou impulso nas universidades de Cambridge e Oxford, que iniciaram a tradicional regata no Rio Tâmisa em 1829. As regatas se espalharam pela Europa e Américas, destacando-se nos EUA com competições universitárias.

Incluído nos Jogos Olímpicos desde 1900, é regulado mundialmente pela FISA. No Brasil, a Confederação Brasileira de Remo, fundada em 1977, coordena o esporte. O remo brasileiro, embora discreto nos campeonatos olímpicos, participa ativamente do Campeonato Sul-Americano desde 1948.

Regras do remo

O conceito do remo é simples: atletas impulsionam barcos usando remos. As competições ocorrem em raias de dois mil metros, com seis atletas por raia aguardando o sinal verde para começar.

Quem chega primeiro vence. O tamanho dos remos varia entre modalidades, sendo mais curto no skiff.

O remo tem várias modalidades olímpicas: oito masculinas (Skiff simples, Skiff duplo, Skiff duplo leve, Skiff quádruplo, Dois sem timoneiro, Quatro sem timoneiro, Quatro sem timoneiro leve e Oito com timoneiro) e seis femininas (Skiff simples, Skiff duplo, Skiff duplo leve, Dois sem timoneiro, Quatro sem timoneiro e Oito com timoneiro).

As competições do remo começam com eliminatórias onde três atletas se classificam para as semifinais. Os perdedores participam da repescagem. Os melhores das semifinais avançam para as finais, onde competem pelas medalhas.

Categorias olímpicas do remo

  • Skiff simples: Um competidor com dois remos curtos, barco de 8,20 m e 14 kg.
  • Skiff duplo: Dois competidores com dois remos curtos cada, barco de 10,40 m e 27 kg.
  • Skiff duplo leve: Dois competidores com dois remos curtos cada, barco de 10,40 m e 27 kg. Limite de peso: homens abaixo de 72,5 kg, mulheres abaixo de 59 kg.
  • Skiff quádruplo: Quatro competidores com remos longos, barco de 10,40 m e 27 kg.
  • Dois sem timoneiro: Dois competidores com dois remos curtos cada, barco de 13,40 m e 52 kg.
  • Quatro sem timoneiro: Quatro competidores, barco de 13,40 m e 50 kg.
  • Quatro sem timoneiro leve: Quatro competidores, barco de 13,40 m e 50 kg. Limite de peso dos atletas.

Brasileiros classificados no remo

O Brasil conquistou duas vagas no esporte em Paris 2024, com Lucas Verthein, no skiff simples masculino, e Beatriz Tavares, no skiff simples feminino.

Agora que você sabe tudo sobre as regras do remo nas olimpíadas, aproveite para se aprofundar ainda mais no tema com nossos outros conteúdos: