Terrick el Guindy, um dos árbitros mais respeitados do mundo do fisiculturismo, concedeu uma entrevista exclusiva ao Esportelândia para falar sobre a inclusão de atletas naturais na liga profissional de fisiculturismo.

El Guindy discutiu e abrangeu alguns detalhes importantes sobre a inclusão de atletas naturais no Mr. Olympia, revelando visões importantes sobre o futuro do esporte.

Veja também: [ENTREVISTA] Bitelo, um dos homens mais fortes do Brasil, revela segredo da força e fala a verdade sobre qual esporte irá competir

Com funcionará os campeonatos de atletas naturais no caminho para o Olympia

Antes de mais nada, vale explicar que os campeonatos de atletas naturais serão algo totalmente a parte dentro do calendário da IFBB Pro League, a liga profissional.

Detalhes exclusivos! Terrick el Guindy, Árbitro do Olympia fala a verdade sobre atletas naturais no Mr. Olympia

Sendo assim, os atletas naturais terão shows próprios no cenário amador e, caso se tornem profissionais, também terão shows próprios no profissional.

De forma resumida, a NPC e a IFBB Pro League terão campeonatos apenas para atletas naturais que, ao final do circuito, um competidor de cada categoria poderá ter o direito, por meio de um grande show, de disputar o Mr. Olympia ao lado dos melhores do mundo.

Segundo Guindy, a mentalidade da NPC e da IFBB Pro League sempre foi abranger o máximo possível de atletas. Assim, a criação de shows profissionais exclusivos para atletas naturais é uma forma de incluir uma camada de competidores que buscam uma abordagem diferente no esporte.

A mentalidade é sempre abranger o máximo possível de atletas e de fãs. Então, existe uma grande camada de atletas que são naturais e que querem competir. A NPC quer abranger essa categoria.

Eles vão ter campeonatos que qualificam eles a se tornarem profissionais, vão ter campeonatos que qualifiquem eles a competirem nos grandes campeonatos, então é somente uma parte da personalidade da indústria da NPC. Sempre abrangendo mais pessoas e mais categorias.

Detalhes exclusivos! Terrick el Guindy, Árbitro do Olympia fala a verdade sobre atletas naturais no Mr. Olympia

De acordo com o árbitro, essa iniciativa mostra a real essência da indústria, que está sempre buscando ampliar seu alcance e incluir diferentes categorias de competidores.

Ainda podemos ter novos ídolos, mesmo sem o mesmo físico

Ele enfatizou também que, independentemente do porte físico, haverá espaço para ídolos no mundo natural do fisiculturismo.

Eu arco que o que vai acontecer é o seguinte: o Chris Bumstead e o Ramon, eles não podem competir contra o Derek Lunsford e o Nick Walker, eles são menores. Mas, nós amamos eles.

Eu acho que no mundo natural nós vamos ter ídolos, independente deles serem maiores ou mais definidos, ou menos definidos. Nós vamos ter ídolos no mundo natural, isso vai legal.

Nick Walker: história, títulos e curiosidades
Reprodução: rede social/
nick_walker39

Veja também: Kayla Harrison, lutadora de UFC, surpreende com físico: poderia competir no fisiculturismo?

Sobre o critério de julgamentos dos shows naturais, assim como nas demais categorias, o critério será baseado na qualidade geral do atleta, garantindo que os melhores se tornem as próximas estrelas do esporte.

Vai ser o mesmo critério de julgamento de todas as categorias, quem tiver lá na frente, quem estiver melhor, vai se tornar a próxima estrela.

Confira a entrevista completa a seguir: