Pequenos barcos são usados desde a pré-história como transporte de locomoção, mas foi em meados do século XIX que a Canoagem começou a dar seus primeiros passos como uma forma de recreação.

A canoagem foi popularizada pelo advogado escocês John MacGregor, por volta de 1865. No livro “Mil Milhas no Canoa Rob Roy”, MacGregor conta a sua versão da Canoagem em suas viagens pela Europa e pelo Oriente Médio.

As histórias do escocês desempenharam um papel importante para a Canoagem se popularizar como uma atividade de lazer. Já em 1866, aconteceu a criação do primeiro clube de canoagem conhecido, o Royal Canoe Club de Londres.

Sendo assim, como um esporte competitivo, a Canoagem tomou forma entre o fim do século XIX e o começo do século XX. A primeira regata de canoas aconteceu no ano de 1874 no Rio Tâmisa, em Londres. E desde então, o esporte foi se moldando, aumentando a diversidade.

Regras da Canoagem

A Canoagem de Velocidade é disputada em percursos de 500m e 1000m, em canais de 2 km de comprimento. Nessa modalidade, a disputa acontece com um, dois ou quatro atletas por canoa.

Na Canoagem de Velocidade, o vencedor da prova é quem chegar mais rápido no fim do percurso dentro da raia em que foi alocado. Esta prova é praticada em rios sem corredeiras, represas ou em lagoas. 

 Além da Canoagem de Velocidade, há também a Canoagem Slalom. Esta modalidade pode ser praticada em percursos de 250 até 400 metros. Durante o percurso, os canoístas devem passar por 18 a 25 obstáculos. 

Vence a prova o canoísta que conter o menor número de erros em um menor espaço de tempo. Se o atleta encostar nos obstáculos, é penalizado. Esta prova é praticada em rios com corredeiras. 

História da Canoagem nas Olimpíadas

A Canoagem está presente nos Jogos Olímpicos desde Paris 1924. Contudo, inicialmente, era um esporte de demonstração. Foi nos Jogos de Berlim 1936 que a Canoagem ganhou o status de esporte olímpico.

Até as Olimpíadas de 1968, que ocorreram na Cidade do México, a única modalidade disputada era a de velocidade. A Canoagem Slalom estreou nos Jogos Olímpicos de Berlim 1972. Contudo, esta modalidade saiu do programa, retornando em 1992 em Barcelona.

Nos Jogos Olímpicos de Paris 2024, a Canoagem contará com sete eventos, sendo dois femininos, dois masculinos e três para ambos os gêneros. Desse modo, os atletas competirão em:

Caiaque individual 1000m (K1 1000) – masculino

Caiaque individual 500m (K1 500) – feminino

Caiaque duplas 500m (K2 500) – feminino/masculino

Caiaque quarteto 500m (K4 500) – feminino/masculino

Canoa individual 1000m (C1 1000) – masculino

Canoa individual 200m (C1 200) – feminino

Canoa duplas 500m (C2 500) – feminino/masculino

Brasil na Canoagem nas Olimpíadas e Paris 2024

O Brasil estreou na Canoagem nos Jogos Olímpicos de Barcelona 1992. Naquela época, o país era representado por seis atletas. Na modalidade de velocidade, o país contou com: Alvaro Acco, Jefferson Lacerda e Sebastían Cuattrin.

Já na modalidade da Canoagem Slalom, o Brasil foi representado pelos irmãos Gustavo e Leonardo Selbach e Marlom Almiro Grings. Nenhum dos seis atletas conquistou medalhas naquele ano.

Em Paris 2024, o Brasil poderá contar com o campeão de Tóquio 2020, Isaquias Queiroz. O medalhista de ouro projeta mais uma medalha dourada para o país e já pensa nos Jogos Olímpicos de Los Angeles 2028.

Canoagem nas Olimpíadas: história e medalhistas
Isaquias Queiroz nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

Você ama outros esportes além da Canoagem? Aqui na Esportelândia também falamos sobre:

Confira abaixo a lista de atletas e países medalhistas no programa atual de Canoagem:

Slalom (masculino)

C-1

Evento Ouro Prata Bronze
Munique 1972 Reinhard Eiben

Alemanha Oriental

Reinhold Kauder

Alemanha Ocidental

James McEwan

Estados Unidos

Barcelona 1992 Lukáš Pollert

Checoslováquia

Gareth Marriott

Grã-Bretanha

Jacky Avril

França

Atlanta 1996 Michal Martikán

Eslováquia

Lukáš Pollert

República Checa

Patrice Estanguet

França

Sydney 2000 Tony Estanguet

França

Michal Martikán

Eslováquia

Juraj Minčík

Eslováquia

Atenas 2004 Tony Estanguet

França

Michal Martikán

Eslováquia

Stefan Pfannmoller

Alemanha

Pequim 2008 Michal Martikán

Eslováquia

David Florence

Grã-Bretanha

Robin Bell

Austrália

Londres 2012 Tony Estanguet

França

Sideris Tasiadis

Alemanha

Michal Martikán

Eslováquia

Rio 2016 Denis Gargaud Chanut

França

Matej Beňuš

Eslováquia

Takuya Haneda

Japão

Tóquio 2020 Benjamin Savšek

Eslovênia

Lukáš Rohan

República Checa

Sideris Tasiadis

Alemanha

K-1

Evento Ouro Prata Bronze
Munique 1972 Siegbert Horn

Alemanha Oriental

Norbert Sattler

Áustria

Harald Gimpel

Alemanha Oriental

Barcelona 1992 Pierpaolo Ferrazzi

Itália

Sylvain Curinier

França

Jochen Lettmann

Alemanha

Atlanta 1996 Oliver Fix

Alemanha

Andraz Vehovar

Eslovênia

Thomas Becker

Alemanha

Sydney 2000 Thomas Schmidt

Alemanha

Paul Ratcliffe

Grã-Bretanha

Pierpaolo Ferrazzi

Itália

Atenas 2004 Benoît Peschier

França

Campbell Walsh

Grã-Bretanha

Fabien Lefèvre

França

Pequim 2008 Alexander Grimm

Alemanha

Fabien Lefèvre

França

Benjamin Boukpeti

Togo

Londres 2012 Daniele Molmenti

Itália

Vavřinec Hradilek

República Checa

Hannes Aigner

Alemanha

Rio 2016 Joseph Clarke

Grã-Bretanha

Peter Kauzer

 Eslovênia

Jiří Prskavec

República Checa

Tóquio 2020 Jiří Prskavec

República Checa

Jakub Grigar

Eslováquia

Hannes Aigner

Alemanha

Slalom (feminino)

C-1

Evento Ouro Prata Bronze
Tóquio 2020 Jessica Fox

Austrália

Mallory Franklin

Grã-Bretanha

Andrea Herzog

Alemanha

K-1

Evento Ouro Prata Bronze
Munique 1972 Angelika Bahmann

Alemanha Oriental

Gisela Grothaus

Alemanha Ocidental

Magdalena Wunderlich

Alemanha Ocidental

Barcelona 1992 Elisabeth Micheler

Alemanha

Danielle Woodward

Austrália

Dana Chladek

Estados Unidos

Atlanta 1996 Štěpánka Hilgertová

República Checa

Dana Chladek

Estados Unidos

Myriam Fox-Jerusalmi

França

Sydney 2000 Štěpánka Hilgertová

República Checa

Brigitte Guibal

França

Anne-Lise Bardet

França

Atenas 2004 Elena Kaliská

Eslováquia

Rebecca Giddens

Estados Unidos

Helen Reeves

Grã-Bretanha

Pequim 2008 Elena Kaliská

Eslováquia

Jacqueline Lawrence

Austrália

Violetta Oblinger-Peters

Áustria

Londres 2012 Émilie Fer

França

Jessica Fox

Austrália

Maialen Chourraut

Espanha

Rio 2016 Maialen Chourraut

Espanha

Luuka Jones

Nova Zelândia

Jessica Fox

Austrália

Tóquio 2020 Ricarda Funk

Alemanha

Maialen Chourraut

Espanha

Jessica Fox

Austrália

Velocidade (masculino)

C-1 1000 m

Evento Ouro Prata Bronze
Berlim 1936 Frank Amyot

Canadá

Bohuslav Karlík

Checoslováquia

Erich Koschik

Alemanha

Londres 1948 Josef Holeček

Checoslováquia

Douglas Bennett

Canadá

Robert Boutigny

França

Helsinque 1952 Josef Holeček

Checoslováquia

János Parti

Hungria

Olavi Ojanperä

Finlândia

Melbourne 1956 Leon Rotman

Romênia

István Hernek

Hungria

Gennady Bukharin

União Soviética

Roma 1960 János Parti

Hungria

Aleksandr Silayev

União Soviética

Leon Rotman

Romênia

Tóquio 1964 Jürgen Eschert

Equipe Alemã Unida

Andrei Igorov

Romênia

Yevgeny Penyayev

União Soviética

Cidade do México 1968 Tibor Tatai

Hungria

Detlef Lewe

Alemanha Ocidental

Vitaly Galkov

União Soviética

Munique 1972 Ivan Patzaichin

Romênia

Tamás Wichmann

Hungria

Detlef Lewe

Alemanha Ocidental

Montreal 1976 Matija Ljubek

Iugoslávia

Vasyl Yurchenko

União Soviética

Tamás Wichmann

Hungria

Moscou 1980 Lyubomir Lyubenov

Bulgária

Sergei Postrekhin

União Soviética

Eckhard Leue

Alemanha Oriental

Los Angeles 1984 Ulrich Eicke

Alemanha Ocidental

Larry Cain

Canadá

Henning Lynge Jakobsen

Dinamarca

Seul 1988 Ivans Klementjevs

União Soviética

Jörg Schmidt

Alemanha Oriental

Nikolay Bukhalov

 Bulgária

Barcelona 1992 Nikolay Bukhalov

Bulgária

Ivans Klementjevs

Letônia

György Zala

Hungria

Atlanta 1996 Martin Doktor

República Checa

Ivans Klementjevs

Letônia

György Zala

Hungria

Sydney 2000 Andreas Dittmer

Alemanha

Ledis Balceiro

Cuba

Stephen Giles

Canadá

Atenas 2004 David Cal

Espanha

Andreas Dittmer

Alemanha

Attila Vajda

Hungria

Pequim 2008 Attila Vajda

Hungria

David Cal

Espanha

Thomas Hall

Canadá

Londres 2012 Sebastian Brendel

Alemanha

David Cal

Espanha

Mark Oldershaw

Canadá

Rio 2016 Sebastian Brendel

Alemanha

Isaquias Queiroz

Brasil

Ilia Shtokalov

Rússia

Tóquio 2020 Isaquias Queiroz

Brasil

Liu Hao

China

Serghei Tarnovschi

Moldávia

C-2 1000 m (equipe)

Evento Ouro Prata Bronze
Berlim 1936 Checoslováquia Áustria Canadá
Londres 1948 Checoslováquia Estados Unidos França
Helsinque 1952 Dinamarca Checoslováquia Alemanha
Melbourne 1956 Romênia União Soviética Hungria
Roma 1960 União Soviética Itália Hungria
Tóquio 1964 União Soviética França Dinamarca
Cidade do México 1968 Romênia Hungria União Soviética
Munique 1972 União Soviética Romênia Bulgária
Montreal 1976 União Soviética Romênia Hungria
Moscou 1980 Romênia Alemanha Oriental União Soviética
Los Angeles 1984 Romênia Iugoslávia França
Seul 1988 União Soviética Alemanha Oriental Polônia
Barcelona 1992 Alemanha Dinamarca França
Atlanta 1996 Alemanha Romênia Hungria
Sydney 2000 Romênia Cuba Alemanha
Atenas 2004 Alemanha Rússia Hungria
Pequim 2008 Bielorrússia Alemanha Hungria
Londres 2012 Alemanha Bielorrússia Rússia
Rio 2016 Alemanha Brasil Ucrânia
Tóquio 2020 Cuba China Alemanha

K-1 200 m

Evento Ouro Prata Bronze
Londres 2012 Ed McKeever

Grã-Bretanha

Saúl Craviotto

Espanha

Mark de Jonge

Canadá

Rio 2016 Liam Heath

Grã-Bretanha

Maxime Beaumont

França

Saúl Craviotto

EspanhaRonald Rauhe

Alemanha

Tóquio 2020 Sándor Tótka

Hungria

Manfredi Rizza

Itália

Liam Heath

Grã-Bretanha

K-1 1000 m

Evento Ouro Prata Bronze
Berlim 1936 Gregor Hradetzky

Áustria

Helmut Cammerer

Alemanha

Jaap Kraaier

Países Baixos

Londres 1948 Gert Fredriksson

Suécia

Johan Andersen

Dinamarca

Henri Eberhardt

França

Helsinque 1952 Gert Fredriksson

Suécia

Thorvald Stromberg

Finlândia

Louis Gantois

França

Melbourne 1956 Gert Fredriksson

Suécia

Igor Pissarov

União Soviética

Lajos Kiss

Hungria

Roma 1960 Erik Hansen

Dinamarca

Imre Szöllősi

Hungria

Gert Fredriksson

Suécia

Tóquio 1964 Rolf Peterson

Suécia

Mihály Hesz

Hungria

Aurel Vernescu

Romênia

Cidade do México 1968 Mihály Hesz

Hungria

Aleksandr Shaparenko

União Soviética

Erik Hansen

Dinamarca

Munique 1972 Aleksandr Shaparenko

União Soviética

Rolf Peterson

Suécia

Géza Csapó

Hungria

Montreal 1976 Rüdiger Helm

Alemanha Oriental

Géza Csapó

Hungria

Vasile Dîba

Romênia

Moscou 1980 Rüdiger Helm

Alemanha Oriental

Alain Lebas

França

Ion Bîrlădeanu

Romênia

Los Angeles 1984 Alan Thompson

Nova Zelândia

Milan Janić

Iugoslávia

Greg Barton

Estados Unidos

Seul 1988 Greg Barton

Estados Unidos

Grant Davies

Austrália

André Wohllebe

Alemanha Oriental

Barcelona 1992 Clint Robinson

Austrália

Knut Holmann

Noruega

Greg Barton

Estados Unidos

Atlanta 1996 Knut Holmann

Noruega

Beniamino Bonomi

Itália

Clint Robinson

Austrália

Sydney 2000 Knut Holmann

Noruega

Petar Merkov

Bulgária

Tim Brabants

Grã-Bretanha

Atenas 2004 Eirik Verås Larsen

Noruega

Ben Fouhy

Nova Zelândia

Adam van Koeverden

Canadá

Pequim 2008 Tim Brabants

Grã-Bretanha

Eirik Verås Larsen

Noruega

Ken Wallace

Austrália

Londres 2012 Eirik Verås Larsen

Noruega

Adam van Koeverden

Canadá

Max Hoff

Alemanha

Rio 2016 Marcus Walz

Espanha

Josef Dostál

República Checa

Roman Anoshkin

Rússia

Tóquio 2020 Bálint Kopasz

Hungria

Ádám Varga

Hungria

Fernando Pimenta

Portugal

K-2 1000 m (equipe)

Evento Ouro Prata Bronze
Berlim 1936 Áustria Alemanha Países Baixos
Londres 1948 Suécia Dinamarca Finlândia
Helsinque 1952 Finlândia Suécia Áustria
Melbourne 1956 Equipe Alemã Unida União Soviética Áustria
Roma 1960 Suécia Hungria Polônia
Tóquio 1964 Suécia Países Baixos Equipe Alemã Unida
Cidade do México 1968 União Soviética Hungria Áustria
Munique 1972 União Soviética Hungria Polônia
Montreal 1976 União Soviética Alemanha Oriental Hungria
Moscou 1980 União Soviética Hungria Espanha
Los Angeles 1984 Canadá França Austrália
Seul 1988 Estados Unidos Nova Zelândia Austrália
Barcelona 1992 Alemanha Suécia Polônia
Atlanta 1996 Itália Alemanha Bulgária
Sydney 2000 Itália Suécia Hungria
Atenas 2004 Suécia Itália Noruega
Pequim 2008 Alemanha Dinamarca Itália
Londres 2012 Hungria Portugal Alemanha
Rio 2016 Alemanha Sérvia Austrália
Tóquio 2020 Austrália Alemanha República Checa

K-4 500 m (equipe)

Evento Ouro Prata Bronze
Tóquio 2020 Alemanha Espanha Eslováquia

Velocidade (feminino)

C-1 200 m

Evento Ouro Prata Bronze
Tóquio 2020 Nevin Harrison

Estados Unidos

Laurence Vincent Lapointe

Canadá

Liudmyla Luzan

Ucrânia

 C-2 500 m (equipe)

Evento Ouro Prata Bronze
Tóquio 2020 China   Ucrânia Canadá

K-1 200 m

Evento Ouro Prata Bronze
Londres 2012 Lisa Carrington

Nova Zelândia

Inna Osypenko

Ucrânia

Natasa Dusev-Janics

Hungria

Rio 2016 Lisa Carrington

Nova Zelândia

Marta Walczykiewicz

Polônia

Inna Osypenko-Radomska

Azerbaijão

Tóquio 2020 Lisa Carrington

Nova Zelândia

Teresa Portela

Espanha

Emma Jørgensen

Dinamarca

K-1 500 m

Evento Ouro Prata Bronze
Londres 1948 Karen Hoff

Dinamarca

Alida van der Anker-Doedens

Países Baixos

Fritzi Schwingl

Áustria

Helsinque 1952 Sylvi Saimo

Finlândia

Gertrude Liebhart

Áustria

Nina Savina

União Soviética

Melbourne 1956 Yelizaveta Dementyeva

União Soviética

Therese Zenz

Equipe Alemã Unida

Tove Søby

Dinamarca

Roma 1960 Antonina Seredina

União Soviética

Therese Zenz

Equipe Alemã Unida

Daniela Walkowiak

Polônia

Tóquio 1964 Lyudmila Pinayeva

União Soviética

Hilde Lauer

Romênia

Marcia Jones

Estados Unidos

Cidade do México 1968 Lyudmila Pinayeva

União Soviética

Renate Breuer

Alemanha Ocidental

Viorica Dumitru

Romênia

Munique 1972 Yulia Ryabchinskaya

União Soviética

Mieke Jaapies

Países Baixos

Anna Pfeffer

Hungria

Montreal 1976 Carola Zirzow

Alemanha Oriental

Tatyana Korshunova

União Soviética

Klára Rajnai

Hungria

Moscou 1980 Birgit Fischer

Alemanha Oriental

Vanya Gesheva

Bulgária

Antonina Melnikova

União Soviética

Los Angeles 1984 Agneta Andersson

Suécia

Barbara Schüttpelz

Alemanha Ocidental

Annemiek Derckx

Países Baixos

Seul 1988 Vanya Gesheva

Bulgária

Birgit Schmidt

Alemanha Oriental

Izabela Dylewska

Polônia

Barcelona 1992 Birgit Schmidt

Alemanha

Rita Kőbán

Hungria

Izabela Dylewska

Polônia

Atlanta 1996 Rita Kőbán

Hungria

Caroline Brunet

Canadá

Josefa Idem

Itália

Sydney 2000 Josefa Idem Guerrini

Itália

Caroline Brunet

Canadá

Katrin Borchert

Austrália

Atenas 2004 Natasa Janics

Hungria

Josefa Idem Guerrini

Itália

Caroline Brunet

Canadá

Pequim 2008 Inna Osypenko

Ucrânia

Josefa Idem

Itália

Katrin Wagner-Augustin

Alemanha

Londres 2012 Danuta Kozák

Hungria

Inna Osypenko

Ucrânia

Bridgitte Hartley

África do Sul

Rio 2016 Danuta Kozák

Hungria

Emma Jørgensen

Dinamarca

Lisa Carrington

Nova Zelândia

Tóquio 2020 Lisa Carrington

Nova Zelândia

Tamara Csipes

Hungria

Emma Jørgensen

Dinamarca

K-2 500 m (equipe)

Evento Ouro Prata Bronze
Roma 1960 União Soviética Equipe Alemã Unida Hungria
Tóquio 1964 Equipe Alemã Unida Estados Unidos Romênia
Cidade do México 1968 Alemanha Ocidental Hungria União Soviética
Munique 1972 União Soviética Alemanha Oriental Romênia
Montreal 1976 União Soviética Hungria Alemanha Oriental
Moscou 1980 Alemanha Oriental União Soviética Hungria
Los Angeles 1984 Suécia Canadá Alemanha Ocidental
Seul 1988 Alemanha Oriental Bulgária Países Baixos
Barcelona 1992 Alemanha Suécia Hungria
Atlanta 1996 Suécia Alemanha Austrália
Sydney 2000 Alemanha Hungria Polônia
Atenas 2004 Hungria Alemanha Polônia
Pequim 2008 Hungria Polônia França
Londres 2012 Alemanha Hungria Polônia
Rio 2016 Hungria Alemanha Polônia
Tóquio 2020 Nova Zelândia Polônia Hungria

K-4 500 m (equipe)

Evento Ouro Prata Bronze
Los Angeles 1984 Romênia Suécia Canadá
Seul 1988 Alemanha Oriental Hungria Bulgária
Barcelona 1992 Hungria Alemanha Suécia
Atlanta 1996 Alemanha Suíça Suécia
Sydney 2000 Alemanha Hungria Romênia
Atenas 2004 Alemanha Hungria Ucrânia
Pequim 2008 Alemanha Hungria Austrália
Londres 2012 Hungria Alemanha Bielorrússia
Rio 2016 Hungria Alemanha Bielorrússia
Tóquio 2020 Hungria Bielorrússia Polônia

Qual o quadro completo de medalhas da Canoagem nas Olimpíadas?

Veja abaixo o quadro completo de medalhas da Canoagem nas Olimpíadas, unindo masculino e feminino. Observando que o critério de desempate são mais medalhas de ouro, depois de prata e por último de bronze.

Ordem  País Ouro Prata Bronze Total de medalhas
1 Alemanha 34 19 24 77
2 União Soviética 29 13 9 51
3 Hungria 28 31 27 86
4 Suécia 15 11 4 30
5 Alemanha Oriental 14 7 9 30
6 Romênia 10 10 14 34
7 Nova Zelândia 10 3 2 15
8 França 8 9 19 36
9 Eslováquia 8 7 5 20
10 Checoslováquia 7 4 1 12
11 Itália 6 7 4 17
12 Estados Unidos 6 5 6 17
13 Noruega 6 4 4 14
14 Espanha 5 10 4 19
15 Austrália 5 8 14 27
16 Grã-Bretanha 5 8 6 19
17 República Checa 5 6 6 17
18 Finlândia 5 2 3 10
19 Canadá 4 11 11 26
20 Bulgária 4 5 8 17
21 Equipe Alemã Unida 4 5 2 11
22 Dinamarca 3 6 7 16
23 Áustria 3 5 6 14
24 Ucrânia 3 3 4 10
25 China 3 2   5
26     Alemanha Ocidental 2 6 3 11
27 Rússia 2 3 8 13
28 Bielorrússia 2 3 4 9
29 Iugoslávia 2 2 1 5
30 Cuba 1 3   4
31 Brasil 1 2 1 4
32 Eslovênia 1 2   3
33 Equipa Unificada 1 1   2
34 Polônia   8 14 22
35 Países Baixos   3 5 8
36 Letônia   2   2
37 Azerbaijão   1 1 2
Moldávia   1 1 2
Portugal   1 1 2
40 Sérvia   1   1
Suíça   1   1
42 África do Sul     1 1
Israel     1 1
Japão     1 1
Lituânia     1 1
Togo     1 1
TOTAL 242 241 243 726

Agora que você já sabe tudo sobre canoagem, conheça também mais detalhes sobre outras modalidades olímpicas: