Neste domingo (07), aconteceu a final do ATP do Masters 1000 de Paris. O confronto foi marcado pelos dois primeiros do ranking , Novak Djokovic (1º) e Daniil Medvedev (2º). Dessa forma, o jogo foi o de número 10 entre eles, com 6 vitórias do sérvio e 4 do russo. A sexta conquista do Djokovic aconteceu hoje com parciais de 4/6, 6/3 e 6/3. Com isso, ele garantiu seu favoritismo no torneio e levantou o sexto troféu de Paris.

Em seguida, Djokovic totaliza seu quinto título na temporada e seu 37º Masters 1000 na carreira, passando o Rafael Nadal que possui 36 troféus. Assim, o sérvio fecha o ano sendo o número 1 pela sétima vez.

O que você vai conferir neste post:

Primeiro Set

O primeiro tempo foi bem equilibrado, ambos explorando os erros do adversário onde  conteve 3 games quebrados, sendo 2 para o Daniil Medvedev e 1 para Novak Djokovic. Com isso o russo conseguiu fechar o primeiro set em 4/6.

Segundo Set

Entretanto, no segundo tempo Novak Djokovic mostrou o porque é o número um do mundo, mesmo com o Daniil Medvedev dificultando o último game para o sérvio fechar o set, ele  ainda finalizou  com 6/3 e empatou a partida  em 1 x 1.

Terceiro Set

Por fim, Novak Djokovic repetiu o mesmo placar no terceiro set (6/3) e assim conquistou  seu sexto título do ATP do Masters 1000 de Paris. Esse encontro, o terceiro em 2021, foi uma “revanche” para o sérvio, pois na final do US Open, Daniil Medvedev impediu a chance dele se isolar como quem ganhou mais Grand Slams na história do tênis.

Djokovic fechou o ano em primeiro do mundo pela sétima vez (um recorde) e com seu quinto título na temporada, assim totalizando seu 37º troféu  na carreira um a mais que o espanhol Rafael Nadal.

Foto Destaque: Divulgação/ATP