Descubra como surgiu a Copa América, maiores campeões, curiosidades, recordes, estatísticas e os maiores artilheiros da história

Quem não gosta de falar que é campeão continental? Entre os sul-americanos, podemos carregar esse título toda vez que o Brasil ganha a Copa América!

Mas você sabia que a Seleção Brasileira, apesar de ser pentacampeã mundial, está longe de ser a maior campeã da história do torneio sul-americano?  Isso mesmo com o título de 2019!

Pintou a curiosidade de saber quem tem mais títulos da Copa América? E o maior artilheiro, você sabe quem é?

Venha com a gente que te contamos todos os detalhes da história da competição organizada pela Conmebol há mais de um século!

Infográfico: história, maiores campeões e artilheiros da Copa América

Copa América

Como surgiu a Copa América?

A história da Copa América está diretamente ligada aos 100 anos de Independência da Argentina. Em meio aos eventos de comemoração do centenário, os argentinos convidaram Brasil, Chile e Uruguai para um torneio de futebol.

Com os quatro países na competição, surgiu em 1916 o primeiro Campeonato Sul-Americano de Futebol. O nome Copa América, utilizado até hoje, foi adotado apenas a partir de 1975, já na 30ª edição do torneio.

O Uruguai foi campeão das duas primeiras edições, enquanto o Brasil levou seu primeiro título título em 1919, quando sediou a competição pela primeira vez.

História da Copa América

Em seus 12 primeiros anos de história, a Copa América era disputada anualmente. Somente em 1918, por causa da Gripe Espanhola, a competição foi cancelada.

A competição voltou a não ser disputada em 1928, quando ocorreram os Jogos Olímpicos de Amsterdã e, após a Copa do Mundo de 1930, conflitos e inimizade entre Argentina e Uruguai levaram a 4 anos sem realização da Copa América.

O torneio sul-americano voltou em 1935 e, ao longo das décadas seguintes, sua frequência de disputa variou. Em 1959, por exemplo, houve duas edições, uma realizada na Argentina e outra no Equador.

Já depois da edição de 1967, foram 8 anos sem disputa da competição continental. O retorno aconteceu em 1975, com o nome oficial de Copa América.

Em 1975, 1979 e 1983, não houve uma sede fixa — as partidas foram disputadas em vários países ao longo da competição.

Entre 1987 e 2001, a Copa América foi disputada a cada 2 anos, com rodízio de sedes entre os 10 países membros da Conmebol.

Posteriormente, a Confederação Sul-Americana optou por organizar a Copa América a cada 4 anos. Uma exceção foi a realização da Copa América Centenário, nos Estados Unidos.

Depois da edição de 2019, realizada no Brasil, a Conmebol decidiu seguir o calendário da Uefa e realizar a Copa América no mesmo ano da Eurocopa. Assim, uma edição com sede dividida entre Colômbia e Argentina aconteceria em 2020. Porém, em consequência da pandemia de coronavírus, a Copa América foi adiada para 2021, sendo mantidos os locais e o formato de disputa.

História da Copa América Centenário

Chile campeão da Copa América Centenário 2016
Com vitória sobre a Argentina de Messi, Chile foi campeão da Copa América Centenário

Em 2016, a Copa América foi disputada pela primeira vez fora da América do Sul. Na comemoração dos 100 anos da Conmebol, o torneio foi realizado nos Estados Unidos.

Em acordo com a Concacaf, 6 membros Confederação de Futebol da América do Norte, Central e Caribe se juntaram aos 10 países que formam a Conmebol.

Assim como já havia ocorrido na edição anterior, a final da Copa América Centenário foi disputada entre Chile e Argentina, com vitória dos chilenos.

Em 2019, o torneio veio para o Brasil, com título da Seleção Brasileira sobre o Peru.

Já em 2021, Argentina e Colômbia dividirão a sede da Copa América. A edição aconteceria em 2020, mas foi adiada por um ano por causa da pandemia de coronavírus.

Como são escolhidos os participantes e convidados da Copa América

Nas quatro primeiras edições, a Copa América foi disputada apenas por Argentina, Brasil, Chile e Uruguai — países que fundaram a Conmebol.

Em 1921, o Paraguai se filiou à Confederação Sul-Americana e passou a disputar o torneio. A sequência de estreias na Copa América conta com:

  • Bolívia, em 1926;
  • Peru, em 1927;
  • Equador, em 1939;
  • Colômbia, em 1945;
  • Venezuela, em 1967.

A partir de 1993, a Conmebol passou a convidar países de fora da América do Sul para o torneio. Estados Unidos e México receberam os primeiros convites. Mais tarde, Costa Rica, Japão, Honduras e Jamaica também estrearam.

A edição com mais convidados foi a Copa América Centenário, em 2016, com a participação de 6 equipes da Concacaf e um total de 16 times. Já para a edição de 2019, no Brasil, foram chamados Japão e Catar.

Assim, a lista de países convidados, com suas respectivas participações na Copa América, é formada por:

  • México estreou em 1993 e participou das 10 edições seguintes, até ficar ausente em 2019;
  • Estados Unidos participou em 1993, 1995, 2007 e 2016;
  • Costa Rica participou em 1997, 2001, 2004, 2011 e 2016;
  • Japão participou em 1999 e 2019;
  • Honduras participou em 2001;
  • Jamaica participou em 2015 e 2016;
  • Haiti participou em 2016;
  • Panamá participou em 2016;
  • Catar participou em 2019.

Nenhum país convidado foi campeão da Copa América. As melhores campanhas foram protagonizadas pelo México, que chegou à final em duas oportunidades, mas perdeu as decisões de 1993 e 2001, para Argentina e Colômbia, respectivamente.

Quantas títulos o Brasil tem na Copa América?

Títulos do Brasil na Copa América
Jogando em casa, Seleção Brasileira venceu a Copa América de 2019 e chegou a 9 títulos

Maior campeão da Copa do Mundo, com 5 títulos mundiais, o Brasil está longe de ser o recordista de títulos da Copa América. A seleção canarinho tem apenas 9 títulos, o último deles conquistado dentro de casa, em 2019.

O país com mais títulos da Copa América é o Uruguai, vitorioso em 15 edições. Os uruguaios têm um título a mais que a Argentina, que não é campeã do torneio continental desde 1993. 

Depois de ser bicampeã em 1919 e 1922, a Seleção Brasileira somente chegou ao seu terceiro título continental em 1949. Para a quarta conquista, foram mais 40 anos de espera.

Desde 1989, o Brasil somou outros 5 títulos da Copa América.

Entre os 10 países integrantes da Conmebol, somente Equador e Venezuela jamais conquistaram um título continental.

Você ama outros esportes além do Futebol? Aqui na Esportelândia também falamos sobre:

Maiores campeões da Copa América

  1. Uruguai – 15 títulos 
  2. Argentina – 14 títulos 
  3. Brasil – 9 títulos 
  4. Paraguai – 2 títulos
  5. Chile – 2 títulos 
  6. Peru – 2 títulos 
  7. Colômbia – 1 título 
  8. Bolívia – 1 títulos 

Lista de todos os campeões da Copa América

Ano Sede Campeão Vice 3º lugar 4º lugar
1916 Argentina Uruguai Argentina Brasil Chile
1917 Uruguai Uruguai Argentina Brasil Chile
1919 Brasil Brasil Uruguai Argentina Chile
1920 Chile Uruguai Argentina Brasil Chile
1921 Argentina Argentina Brasil Uruguai Paraguai
1922 Brasil Brasil Paraguai Uruguai Argentina
1923 Uruguai Uruguai Argentina Paraguai Brasil
1924 Uruguai Uruguai Argentina Paraguai Chile
1925 Argentina Argentina Brasil Paraguai Houve apenas
3 times
1926 Chile Uruguai Argentina Chile Paraguai
1927 Peru Argentina Uruguai Peru Bolívia
1929 Argentina Argentina Paraguai Uruguai Peru
1935 Peru Uruguai Argentina Peru Chile
1937 Argentina Argentina Brasil Uruguai Paraguai
1939 Peru Peru Uruguai Paraguai Chile
1941 Chile Argentina Uruguai Chile Peru
1942 Uruguai Uruguai Argentina Brasil Paraguai
1945 Chile Argentina Brasil Chile Uruguai
1946 Argentina Argentina Brasil Paraguai Uruguai
1947 Equador Argentina Paraguai Uruguai Chile
1949 Brasil Brasil Paraguai Peru Bolívia
1953 Peru Paraguai Brasil Uruguai Chile
1955 Chile Argentina Chile Peru Uruguai
1956 Uruguai Uruguai Chile Argentina Brasil
1957 Peru Argentina Brasil Uruguai Peru
1959 Argentina Argentina Brasil Paraguai Peru
1959 Equador Uruguai Argentina Brasil Equador
1963 Bolívia Bolívia Paraguai Argentina Brasil
1967 Uruguai Uruguai Argentina Chile Paraguai
1975 Sem sede fixa Peru Colômbia Brasil Uruguai
1979 Sem sede fixa Paraguai Chile Brasil Peru
1983 Sem sede fixa Uruguai Brasil Paraguai Peru
1987 Argentina Uruguai Chile Colômbia Argentina
1989 Brasil Brasil Uruguai Argentina Paraguai
1991 Chile Argentina Brasil Chile Colômbia
1993 Equador Argentina México Colômbia Equador
1995 Uruguai Uruguai Brasil Colômbia Estados Unidos
1997 Bolívia Brasil Bolívia México Peru
1999 Paraguai Brasil Uruguai México Chile
2001 Colômbia Colômbia México Honduras Uruguai
2004 Peru Brasil Argentina Uruguai Colômbia
2007 Venezuela Brasil Argentina México Uruguai
2011 Argentina Uruguai Paraguai Peru Venezuela
2015 Chile Chile Argentina Peru Paraguai
2016 Estados Unidos Chile Argentina Colômbia Estados Unidos
2019 Brasil Brasil Peru Argentina Chile

Quem é o maior artilheiro da Copa América?

Um brasileiro e um argentino dividem o posto de maior artilheiro da Copa América. Tanto Norberto Méndez quanto Zizinho marcaram 17 gols cada na história da competição sul-americana.

Norberto Méndez, apelidado de Tucho, marcou seus 17 gols nas edições de 1945, 1946 e 1947. Já Zizinho distribuiu seus tentos ao longo de 6 edições, entre 1942 e 1957.

Em toda a história da Copa América, 24 jogadores já marcaram ao menos 10 gols.

Zizinho e Méndez maiores artilheiros da Copa América
Zizinho e Méndez são maiores artilheiros da história da Copa América

Vá além do mundo do Futebol! Confira também nossos outros conteúdos:

Maiores artilheiros da história da Copa América

  1. Norberto Méndez (Argentina) – 17 gols
  2. Zizinho (Brasil) – 17 gols
  3. Teodoro Fernández (Peru) – 15 gols
  4. Severino Varela (Uruguai) – 15 gols
  5. Paolo Guerrero (Peru) – 14 gols
  6. Ademir de Menezes (Brasil) – 13 gols
  7. Gabriel Batistuta (Argentina) – 13 gols
  8. Jair Rosa Pinto (Brasil) – 13 gols
  9. José Manuel Moreno (Argentina) – 13 gols
  10. Héctor Scarone (Uruguai) – 13 gols
  11. Roberto Porta (Uruguai) – 12 gols
  12. Angel Romano (Uruguai) – 12 gols
  13. Eduardo Vargas (Chile) – 12 gols
  14. Herminio Masantonio (Argentina) – 11 gols
  15. Víctor Agustín Ugarte (Bolivia) – 11 gols
  16. Didi (Brasil) – 11 gols
  17. Javier Ambrois (Uruguai) – 10 gols
  18. Héctor Castro (Uruguai) – 10 gols
  19. Oscar Gómez Sánchez (Peru) – 10 gols
  20. Enrique Hormazábal (Chile) – 10 gols
  21. Arnoldo Iguarán (Colômbia) – 10 gols
  22. Angel Amadeo Labruna (Argentina) – 10 gols
  23. Pedro Petrone (Uruguai) – 10 gols
  24. Ronaldo (Brasil) – 10 gols

Quem é o maior artilheiro em uma edição da Copa América?

Em 1949, o brasileiro Jair Rosa Pinto foi o primeiro jogador a marcar 9 gols em uma única edição da Copa América, estabelecendo um recorde. Sua marca foi repetida em 1957, quando Humberto Maschio (Argentina) e Javier Ambrois (Uruguai) dividiram a artilharia do campeonato sul-americano.

Depois disso, em toda a história da Copa América nenhum jogador jamais conseguiu marcar 10 gols em uma única edição. 

Pelé até chegou perto desse recorde em uma das duas edições da Copa América realizadas em 1959, ao marcar 8 gols. O Rei do futebol é um dos diversos brasileiros que já foram goleadores do torneio continental.

Em 2019, Everton Cebolinha dividiu a artilharia com Paolo Guerrero, do Peru com 3 gols cada. O brasileiro levou o prêmio de maior goleador por ter uma assistência, enquanto o peruano não teve passes para gol.

Confira todos eles a seguir!

Todos os artilheiros da Copa América por edições

  • 1916: Isabelino Gradín (Uruguai) – 3 gols
  • 1917: Ángel Romano (Uruguai) – 4 gols
  • 1919: Arthur Friedenreich (Brasil) e Neco (Brasil) – 4 gols
  • 1920: Ángel Romano (Uruguai) e José Pérez (Uruguai) – 3 gols
  • 1921: Julio Libonatti (Argentina) – 3 gols
  • 1922: Julio Francia (Argentina) – 4 gols
  • 1923: Valdino Aguirre (Argentina) e Pedro Petrone (Uruguai) – 3 gols
  • 1924: Pedro Petrone (Uruguai) – 4 gols
  • 1925: Manuel Seoane (Argentina) – 6 gols
  • 1926: David Arellano (Chile) – 7 gols
  • 1927: Alfredo Carricaberry (Argentina), Segundo Luna (Argentina), Roberto Figueroa (Uruguai), Pedro Petrone (Uruguai) e Héctor Scarone (Uruguai) – 3 gols
  • 1929: Aurelio González (Paraguai) – 5 gols
  • 1935: Herminio Masantonio (Argentina) – 4 gols
  • 1937: Raúl Toro (Chile) – 7 gols
  • 1939: Teodoro Fernández (Peru) – 7 gols
  • 1941: Juan Marvezzi (Argentina) – 5 gols
  • 1942: Herminio Masantonio (Argentina) e José Manuel Moreno (Argentina) – 7 gols
  • 1945: Norberto Méndez (Argentina) e Heleno de Freitas (Brasil) – 6 gols
  • 1946: José María Medina (Uruguai) – 7 gols
  • 1947: Nicolás Falero (Uruguai) – 8 gols
  • 1949: Jair Rosa Pinto (Brasil) – 9 gols
  • 1953: Francisco Molina (Chile) – 7 gols
  • 1955: Rodolfo Micheli (Argentina) – 8 gols
  • 1956: Enrique Hormazábal (Chile) – 4 gols
  • 1957: Humberto Maschio (Argentina) e Javier Ambrois (Uruguai) – 9 gols
  • 1959 (1ª edição): Pelé (Brasil) – 8 gols
  • 1959 (2ª edição): José Sanfilippo (Argentina) – 6 gols
  • 1963: Carlos Alberto Raffo (Equador) – 6 gols
  • 1967: Luis Artime (Argentina) – 5 gols
  • 1975: Leopoldo Luque (Argentina) e José Ernesto Díaz (Colômbia) – 4 gols
  • 1979: Jorge Peredo (Chile) e Eugenio Morel (Paraguai) – 4 gols
  • 1983: Jorge Burruchaga (Argentina), Roberto Dinamite (Brasil), Carlos Alberto Aguilera (Uruguai) e Eduardo Malásquez (Peru) – 3 gols
  • 1987: Arnoldo Iguarán (Colômbia) – 4 gols
  • 1989: Bebeto (Brasil) – 6 gols
  • 1991: Gabriel Batistuta – 6 gols
  • 1993: José Luis Dolgetta (Venezuela) – 4 gols
  • 1995: Gabriel Batistuta (Argentina) e Luis García Postigo (México) – 4 gols
  • 1997: Luis Hernández (México) – 6 gols
  • 1999: Rivaldo (Brasil) e Ronaldo (Brasil) – 5 gols
  • 2001: Aristizábal (Colômbia) – 6 gols
  • 2004: Adriano (Brasil) – 7 gols
  • 2007: Robinho (Brasil) – 6 gols
  • 2011: Paolo Guerrero (Peru) – 5 gols
  • 2015: Eduardo Vargas (Chile) – 4 gols
  • 2016: Eduardo Vargas (Chile) – 6 gols
  • 2019: Everton Cebolinha (Brasil) e Paolo Guerrero (Peru) – 3 gols

Quem é o maior jogador da Copa América?

Na América do Sul, estamos acostumados com as discussões entre brasileiros e argentinos sobre quem foi o maior jogador de futebol de todos os tempos: Pelé ou Maradona?

Nos últimos anos, surgiram aqueles que defendem que Messi já pode ser considerado o maior, mesmo sem ainda ter conquistado seu primeiro título com a camisa da Seleção Argentina.

Apesar de não ter sido campeão, Lionel Messi foi eleito o melhor jogador da Copa América de 2015. Veja, a seguir, quais outros atletas foram escolhidos os melhores de cada edição do torneio sul-americano.

Spoiler: Pelé está na lista, mas Maradona não!

Melhor jogador da Copa América por edição

  • 1916 – Isabelino Gradín (Uruguai)
  • 1917 – Héctor Scarone (Uruguai)
  • 1919 – Arthur Friedenreich (Brasil)
  • 1920 – José Piendibene (Uruguai)
  • 1921 – Américo Tesoriere (Argentina)
  • 1922 – Agostinho Fortes (Brasil)
  • 1923 – José Nasazzi (Uruguai)
  • 1924 – Pedro Petrone (Uruguai)
  • 1925 – Manuel Seoane (Argentina)
  • 1926 – José Leandro Andrade (Uruguai)
  • 1927 – Manuel Seoane (Argentina)
  • 1929 – Manuel Ferreira (Argentina)
  • 1935 – José Nasazzi (Uruguai)
  • 1937 – Vicente de la Mata (Argentina)
  • 1939 – Teodoro Fernández (Peru)
  • 1941 – Sergio Livingstone (Chile)
  • 1942 – Obdulio Varela (Uruguai)
  • 1945 – Domingos da Guia (Brasil)
  • 1946 – Adolfo Pedernera (Argentina)
  • 1947 – José Manuel Moreno (Argentina)
  • 1949 – Ademir Menezes (Brasil)
  • 1953 – Heriberto Herrera (Paraguai)
  • 1955 – Enrique Hormazábal (Chile)
  • 1956 – Óscar Míguez (Uruguai)
  • 1957 – Omar Sivori (Argentina)
  • 1959 – Pelé (Brasil)
  • 1959- Alcides Silveira (Uruguai)
  • 1963 – Ramiro Blacut (Bolívia)
  • 1967 – Pedro Rocha (Uruguai)
  • 1975 – Teófilo Cubillas (Peru)
  • 1979 – Carlos Caszely (Chile)
  • 1983 – Enzo Francescoli (Uruguai)
  • 1987 – Carlos Valderrama (Colômbia)
  • 1989 – Rubén Sosa (Uruguai)
  • 1991 – Leonardo Rodríguez (Argentina)
  • 1993 – Sergio Goycochea (Argentina)
  • 1995 – Enzo Francescoli (Uruguai)
  • 1997 – Ronaldo (Brasil)
  • 1999 – Rivaldo (Brasil)
  • 2001 – Amado Guevara (Honduras)
  • 2004 – Adriano (Brasil)
  • 2007 – Robinho (Brasil)
  • 2011 – Luis Suárez (Uruguai)
  • 2015 – Lionel Messi (Argentina)
  • 2016 – Alexis Sánchez (Chile)
  • 2019 – Daniel Alves (Brasil)

Depois do título do Brasil em 2019, com vitória sobre o Peru por 3 a 1, uma nova edição seria disputada em 2020, mas foi adiada para 2021, em consequência da pandemia de coronavírus. Apesar do adiamento por um ano, Argentina e Colômbia ainda dividirão a sede do torneio, com a abertura na Argentina e a final na Colômbia.

Agora que você já sabe tudo da Copa América, aproveite para ficar por dentro de outros torneios de futebol ao redor do mundo! Confira as histórias, quem são os grandes campeões e os maiores artilheiros da:

* Última atualização em 17 de março de 2020

Comentários

Salvar
43 Compart.
Compartilhar27
Twittar
Compartilhar
WhatsApp
Pin16