Carlos Feital foi um dos representantes do campeonato de fisiculturismo Novice Open 2022, organizado pela SPFF.

Muitos que não conhecem o esporte podem pensar que quem entrega as medalhas e os troféus são apenas pessoas contratadas.

Entretanto, entregar uma medalha de top 1 é uma tarefa que requer uma pessoa especial, ou melhor, um atleta especial. 

Diante disso, Carlos Feital, ex-campeão da Men’s Physique na SPFF, voltou na edição deste ano com a tarefa de passar adiante o título do campeonato.

Carlos Feital conta um pouco sobre seu histórico dentro da SPFF

Com 21 anos e 4 títulos na carreira de fisiculturista, Carlos já fez história nesta federação em campeonatos anteriores.

No Batalha – Valkirias e Bárbaros de 2021, o atleta conquistou dois top 1 na mesma categoria, sendo um na Junior e outro na Sênior.

Assim, Isso fez com que seu nome fosse gravado na história da SPFF.

A experiência tinha sido incrível, a gente que é se prepara para isso e ama todo esse ambiente.

Logo depois do Batalha, ele ainda conseguiu ser campeão do prestigiado campeonato de fisiculturismo Mr. Santos.

Fui campeão do Mr. Santos no final do ano. Eu já estava vindo no embalo do SPFF e o físico já estava bem encaixado. Só me preocupei em encher um pouco mais ele.

Por fim, Carlos Feital comparou as emoções de ser campeão e de estar do lado de quem entrega o troféu para o próximo campeão.

Ganhar sempre é bom, a gente se prepara para isso, é uma emoção incrível. Mas (entregar a premiação) é incrível também porque a gente se coloca no lugar do atleta. A gente relembra o sentimento que a gente teve. Isso é bom, me dá até uma motivação para ingressar em uma nova preparação.

Fotos: reprodução/@carlosfeital