Já falamos por aqui sobre Gabriel MedinaItalo Ferreira. Agora, o personagem da vez é outro grande surfista brasileiro da atualidade: Filipe Toledo, o Filipinho!

O paulista de Ubatuba também faz parte do Brazilian Storm, a talentosa geração do surf verde e amarelo que vem impressionando milhões de fãs ao redor do mundo.

Abaixo, você encontrará todas as informações necessárias para ficar por dentro da história do atleta: biografia, títulos, desempenho no WSL, curiosidades e muito mais sobre o bicampeão mundial.

Quem é Filipe Toledo (Filipinho)?

Filipe Toledo (Filipinho): biografia, títulos mundiais e curiosidades no surf
Filipe Toledo é um dos maiores surfistas brasileiros da atualidade

Filipe Toledo, mais conhecido como Filipinho, é um surfista profissional brasileiro nascido em Ubatuba, São Paulo, no dia 16 de abril de 1995.

O atleta faz parte do Brazilian Storm, ou Tempestade Brasileira, grupo de surfistas canarinhos que estão arrebentando nos últimos anos.

Filipinho entrou para a Liga Mundial de Surf (WSL) em 2013, quando tinha apenas 17 anos. Antes disso, o paulista já disputava campeonatos de menor expressão.

Sua melhor colocação alcançada no Mundial de Surf foi o título mundial conquistado em 2022 na WSL Finals, batendo na final seu compatriota Italo Ferreira.

Em 2023, Toledo repetiu o feito e sagrou-se bicampeão mundial ao derrotar Ethan Ewing no WSL Finals.

Como Filipe Toledo (Filipinho) começou no surf?

Filipe Toledo (Filipinho): biografia, títulos mundiais e curiosidades no surf
Filipinho entrou para o Circuito Mundial de Surf em 2013

O surf está no sangue da família Toledo. E não diferiria com Filipe.

Filho de Ricardo, bicampeão brasileiro de surf nos anos 90 e irmão mais novo de Matheus, campeão paulista em 2010, Filipinho pegou gosto pelo esporte desde pequeno.

Em entrevistas, costuma contar que foi colocado numa prancha com apenas 10 meses de nascimento! Com seis anos, já curtia surfar por iniciativa própria.

Sua terra natal também ajudou. Afinal, Ubatuba é um município costeiro localizado no estado de São Paulo. Não demoraria para o paulista começar a atuar profissionalmente.

Com 15 anos, ele finalmente se deu conta que estava no caminho certo. Filipe bateu surfistas veteranos e conquistou o Campeonato Brasileiro. Nascia ali o fenômeno.

História de Filipe Toledo (Filipinho)

Filipe Toledo (Filipinho): biografia, títulos mundiais e curiosidades no surf
Filipe Toledo dominou o surf no ano de 2022 e foi campeão mundial pela primeira vez

Início de carreira

Antes de integrar a elite de surfistas profissionais, Filipinho já se destacava ainda jovem. Seus dois principais títulos das categorias de base foram o ISA World Junior, disputado no Peru, e o Pro Junior US Open, nos Estados Unidos.

Estreia no surf profissional

Em 2013, finalmente realizou sua estreia no Circuito Mundial de Surf (WSL), tendo como destaque um 3º lugar na etapa Quiksilver Pro France. Ao fim da temporada, ficou na 15ª posição geral logo atrás dos conterrâneos Gabriel Medina e Adriano de Souza.

Primeiros títulos de Filipinho

Em 2015, Filipe despontou de vez. O paulista faturou o 1º lugar de três etapas (Quiksilver Pro Gold Coast, Oi Rio Pro e Moche Rip Curl Pro Portugal), conquistou uma histórica 4ª posição final e entrou para o hall de melhores surfistas da atualidade.

O ano de 2018 foi muito bom para Filipinho. Toledo garantiu duas vitórias maiúsculas nas etapas Oi Pro Rio e Corona Open J-Bay, ele finalizou o Circuito Mundial em 3º lugar, sua melhor colocação até aquele momento.

Top 5 melhores surfistas do mundo

Em 2019, Filipe manteve o bom ritmo de competição e se manteve novamente entre o Top 5 de melhores surfistas do mundo, o brasileiro terminou na quarta colocação. O camisa 77 ainda conquistou pelo segundo ano consecutivo a etapa de Saquarema no Rio.

Pós-pandemia e o vice-campeonato mundial de surf

Após um ano sem o tour, devido à pandemia de Covid-19, em 2021 as competições voltaram com tudo. Em um ano inspirado dos brasileiros e com novo formato para decidir o campeão, Filipe bateu na trave.

Toledo venceu duas etapas na temporada, Margaret River e Surf Ranch. Sendo assim, terminou em 3º lugar no ranking da WSL, derrotando Conner Coffin e em seguida Ítalo Ferreira, garantido o direito de enfrentar Gabriel Medina na grande final.

O duelo entre os dois paulistas foi intenso, porém, Medina venceu às duas baterias e frustrou os planos de Filipinho, que acabou com a 2ª posição.

Campeão mundial de surf pela primeira vez

Sedento pelo título, Filipe voltou em 2022 com tudo, e o lycra 77 fez final em cinco eventos e conquistou dois títulos. O primeiro foi em Bells, quando o brasileiro passou por cima de Callum Robson na decisão. Já o segundo foi o tricampeonato consecutivo em Saquarema em uma final local diante de Samuel Pupo, para o delírio da praia.

Assim, com um ano extremamente regular e dominante, Toledo chegou para a WSL Finals como favorito, e não deu chances para o azar. Dessa vez enfrentando Italo Ferreira na decisão, o paulista venceu às duas baterias e consagrou-se campeão mundial pela primeira vez em sua carreira.

Em entrevista exclusiva ao Esportelândia, Toledo comentou sobre a maior conquista de sua carreira:

Depois de toda a dedicação, treinamentos, ansiedade, momentos difíceis, posso dizer que sou o campeão do mundo! É uma alegria que não consigo expressar.

Temporada de 2023 de Filipe Toledo

Filipe Toledo (Filipinho): biografia, títulos mundiais e curiosidades no surf
WSL/Beatriz Ryder

Filipe Toledo manteve a sua boa fase após seu título mundial em 2022. Na temporada atual, o brasileiro já conquistou dois eventos, ambos batendo o estadunidense Griffin Colapinto na final.

A primeira das ocasiões aconteceu em Sunset Beach, o segundo evento de 2023, já na sétima etapa em El Salvador, Toledo subiu novamente ao pódio.

Depois de sua vitória em El Salvador, Filipe Toledo chegou com tudo para o evento em Saquarema, no qual era o atual tricampeão. Porém, na temporada de 2023 o final não foi feliz como nos últimos anos.

Filipe Toledo acabou saindo lesionado após tentar um aéreo para virar a bateria diante de Jadson André. O campeão mundial de 2022 precisou sair das dependências do Rio Pro de muletas.

Após alguns exames, uma lesão não foi constatada e Filipe divulgou um vídeo em suas redes sociais para tranquilizar os fãs.

Mesmo com o problema no joelho, Toledo ainda conseguiu assumir a liderança do ranking da WSL.

Após muitas preocupações com o estado de seu joelho, Filipe Toledo mostrou que estava 100% recuperado na etapa seguinte em Jeffreys Bay. O líder do ranking dominou o evento desde o início, superando todos os adversários com altos somatórios.

Na grande final, Toledo duelou contra Ethan Ewing e venceu com grande margem, colocando o australiano na combinação após suas altas notas. Dessa forma, o brasileiro conquistou seu terceiro título em J-Bay.

Além disso, essa também foi a terceira etapa que Toledo conquistou em 2023, o paulista já havia vencido em Sunset e El Salvador. Com o triunfo em Jeffreys Bay, Filipe garantiu sua vaga nas Olimpíadas e disparou na liderança do ranking da WSL, se classificando para às Finals.

No último evento da temporada em Teahupo’o, Filipe Toledo acabou eliminado na fase de oitavas de final. Porém, o brasileiro conseguiu atingir o objetivo de garantir a primeira colocação no ranking para disputar a WSL Finals.

No evento decisivo em Trestles, Filipe Toledo terá Griffin Colapinto, Ethan Ewing, João Chianca e Jack Robinson como rivais na briga pelo título mundial de 2023.

Bicampeonato mundial

Filipe Toledo (Filipinho): biografia, títulos mundiais e curiosidades no surf
Filipe Toledo conquistou seu segundo título mundial em 2023. WSL/Thiago Diz.

Filipe Toledo chegou em Trestles como o grande favorito para vencer mais uma vez o WSL finals e conquistar seu segundo título.

Na grande final, o brasileiro duelou contra Ethan Ewing e fez valer seu favoritismo. Toledo venceu as duas baterias diante do australiano e garantiu seu segundo título mundial.

Além disso, Filipe se tornou o primeiro brasileiro a ganhar dois títulos mundiais de forma consecutiva na história do Surf.

Pausa na carreira em 2024

Em 2024, Filipe Toledo anunciou uma pausa em sua carreira e do circuito mundial. O bicampeão mundial disputou somente o evento de Pipeline.

Além de usar esse tempo para se reconectar com seu surf, Toledo também vai aproveitar sua família e treinar para as Olimpíadas em Teahupo’o, no Taiti.

Confira outros textos sobre surf

Títulos de Filipe Toledo (Filipinho)

Após faturar J-Bay, Filipe Toledo alcança outra conquista inédita na carreira
WSL/Beatriz Ryder

Filipe Toledo é um dos maiores nomes do surf na atualidade e marcou seu nome na história do esporte ao ser campeão mundial em 2022 e 2023. Além disso, ele já soma 15 eventos conquistados até o momento em sua carreira.

  • Quiksilver Pro Gold Coast – Austrália (2015)
  • Oi Rio Pro – Brasil (2015/2018/2019/2022)
  • Moche Rip Curl Pro – Peniche Portugal (2015)
  • Corona Open J-Bay – África do Sul (2017/2018/2023)
  • Hurley Pro at Trestles – EUA (2017)
  • Margaret River – Austrália (2021)
  • Surf Ranch – EUA (2021)
  • Bells Beach – Austrália (2022)
  • Campeão Mundial – WSL Finals, (Trestles-Eua, 2022)
  • Sunset Beach – Havaí (2023)
  • Surf City El Salvador Pro – El Salvador (2023)
  • Jeffreys Bay – África do Sul (2023)
  • Campeão Mundial – WSL Finals, (Trestles-Eua, 2023)

Desabafo após o Surf Ranch em 2023

Após a polêmica etapa do Surf Ranch em 2023, os brasileiros Gabriel Medina e Italo Ferreira se manifestaram depois dos resultados questionáveis do evento, Filipe Toledo seguiu seus amigos e também fez um longo desabafo em suas redes sociais.

Por amor ao esporte,

*A todos os surfistas brasileiros e a quem mais se sentir incluído nessa mensagem:*

Depois de um longo dia, de muitos pensamentos, análises, notícias e argumentos, percebi que estou cansado, exausto psicologicamente. Não é fácil passar 10 anos engolindo seco.

Sou surfista, original e raiz, que cresceu no meio de surfistas de verdade, e o justo sempre foi um dos pontos principais na minha vivência. Por isso me sinto cansado.

Por amor ao esporte, eu sigo firme e forte. E, agora, estou com sentimento de felicidade ao ver os posts do Gabriel Medina, Ítalo Ferreira, e muito outros, que ainda podem aderir à ideia de que o que buscamos será sempre a evolução do esporte, com justiça e transparência.

Não queremos nada além do justo. Nada além do que é de direito nosso. Precisamos que a nossa voz seja ouvida e respeitada, pois, afinal, nós somos os protagonistas disso tudo!

Por fim, espero que todos, família, amigos, fãs e patrocinadores, entendam meu posicionamento sobre essa situação e estejam me apoiando da melhor forma!

Ps: quero que fique bem claro que os outros surfistas, independente de suas nacionalidades, não têm nada a ver com isso. Assim como eu, eles também estão batalhando pelos seus sonhos. E atacá-los ou desrespeitá-los não vai mudar nada, só fica pior para nós brasileiros!”.

Filipe Toledo

Estatísticas de Filipe Toledo (Filipinho)

Ano Títulos Posição final
2013 0 15º lugar
2014 0 17º lugar
2015 3 4º lugar
2016 0 10º lugar
2017 2 10º lugar
2018 2 3º lugar
2019 1 4º lugar
2021 2 Vice-campeão
2022 3 Campeão Mundial
2023 3 Campeão Mundial

Curiosidades de Filipe Toledo (Filipinho)

Filipe Toledo (Filipinho): biografia, títulos mundiais e curiosidades no surf
Toledo gosta de pescar no tempo livre

Em 2015, quando completou 20 anos, Filipe Toledo se tornou o atleta mais jovem do Circuito Mundial de Surf.

Além de pai, Ricardo Toledo também já foi treinador de Filipinho. O atleta tem tatuado as palavras “wild” e “free” nas mãos. Seu prato preferido é estrogonofe e o clube de futebol preferido, o Corinthians.

curiosidades filipe toledo
Filipe tem as palavras ”wild” e ”free” tatuadas nas mãos

E por falar em família, as inspirações dos seus aéreos vieram do irmão mais velho, Matheus, também surfista profissional. Filipe é considerado um dos melhores aeralistas da atualidade, além de mandar bem em ondas pequenas.

Endless Summer e Modern Collective são os filmes prediletos do paulista. Já no surf, uma das suas maiores inspirações é o australiano Mick Fanning, bicampeão mundial.

Toledo é casado com a artista Ananda, juntos eles tem dois filhos, uma menina chamada Mahina, que significa lua em havaiano, e também o mais novo Koa, herói no mesmo dialeto.

Agora que você sabe tudo sobre a carreira de Filipe Toledo (Filipinho), que tal ampliar o seu conhecimento sobre os esportes? Aqui também falamos de outras modalidades. Confira:

Última atualização 9 de setembro de 2023.