Após o vice-campeonato na Copa Brasil, em decisão que aconteceu neste domingo (3), vencida pelo Praia Clube, o Gerdau Minas, da central Thaisa, volta suas atenções para a Superliga Feminina de Vôlei.

Em quarto lugar, com 41 pontos, o Gerdau Minas encara o líder, Sesc Flamengo, que tem 49 pontos, na sexta-feira (8). Em caso de vitória, a equipe mineira pode diminuir a distância para cinco pontos.

E Thaisa pode atingir uma marca pessoal muito importante: a de 5 mil pontos marcados na Superliga Feminina de Vôlei.

Mesmo próxima de marca impressionante, Thaisa foca em ajudar a equipe

A central do Gerdau Minas, que também é bicampeã olímpica, começou a temporada atual da Superliga Feminina de Vôlei com 4.786 pontos marcados na competição.

E nos 16 jogos que disputou na temporada atual, foram mais 210 pontos para a conta. Com isso, na partida contra o Sesc Flamengo, Thaisa precisa marcar apenas quatro pontos para atingir os 5 mil.

No entanto, a atleta afirmou que joga para equipe:

Não busco estatísticas se sou a maior nisso ou naquilo. Busco a estatística do jogo no momento, como está a minha eficiência de ataque, se eu estou ajudando ou não. Mas é muito importante saber disso, é bacana.

Central revela segredo para estar sempre em alto nível

Aos 36 anos, Thaisa tem em seu currículo mais de 20 títulos com a Seleção Brasileira de vôlei, além de mais de 30 atuando pelos clubes. Mesmo assim, a “Mami”, como é conhecida nas redes sociais, segue buscando evoluir.

São 23 anos de voleibol, mas é uma trajetória muito longa de dedicação, de muito amor pelo que eu faço. É gratificante saber que, mesmo depois de tanto tempo, ainda estou em alto nível. Claro que sempre busco melhorar. Tem momentos que dá, tem outros que não dá, mas estou sempre nessa busca constante de evolução“, encerrou Thaisa.

Quer saber mais sobre o que anda acontecendo no vôlei brasileiro? Acesse nossos outros conteúdos sobre o esporte: