Buscando as melhores opções para apostas em vôlei? Leia este artigo com ótimas dicas para otimizar seu conhecimento em apostas no vôlei!

A cada Olimpíada, de quatro em quatro anos, o vôlei de praia, ou de areia, é sempre um dos responsáveis por trazer colocações no pódio para o quadro de medalhas do Brasil, fato que começou a tomar notoriedade logo após a inserção da modalidade nos jogos olímpicos de 1996. De lá pra cá, o Brasil já faturou mais de 10 medalhas, fazendo do país o maior vitorioso entre todas as nações disputando o vôlei de praia nas Olimpíadas.

Isso, naturalmente, tornou essa versão do vôlei muito popular no país. O conhecimento das regras e das duplas que participam dos torneios, naturalmente, acaba sendo um facilitador para ganhar dinheiro com sobre a brazino no vôlei de praia.

Neste artigo vamos falar um pouco mais sobre esta modalidade do vôlei, além de algumas apostas mais utilizadas nas apostas esportivas em vôlei de praia. Caso você não conheça todas as regras, continue lendo.

 Conhecendo o vôlei de praia

O vôlei de praia é um esporte disputado em uma quadra de areia, por dois ou quatro jogadores. O objetivo do jogo é jogar a bola com as mãos e fazer com que ela encoste no chão dentro da quadra da equipe adversária.

A partida tem duração de dois sets, com 21 pontos cada. Em caso de empate entre os dois primeiros sets, o terceiro set tem a duração de 15 pontos. Um ponto importante é que para que o terceiro set seja encerrado, uma das equipes precisa ter uma vantagem de dois pontos sobre a outra – assim como no vôlei de quadra.

Não é por acaso, então, que o vôlei de areia tem sua origem ligada às quadras internas. Assim como os praticantes do futebol passaram a disputar partidas na areia, os admiradores do vôlei levaram o esporte para as praias.

Há registros de jogos de vôlei de praia em 1915, nas praias do Havaí, Estados Unidos. Dessa forma, o esporte que iniciou como um divertimento entre veranistas na praia, foi acabar tendo sua história escrita como um esporte olímpico.

No Brasil, o vôlei teve seus primeiros passos, obviamente, nas praias do Rio de Janeiro, na década de 30, e nos anos 50, com o surgimento dos primeiros torneios e campeonatos amadores masculinos disputados nas areias de Copacabana e Ipanema.

A década de 90 foi um ponto de referência para o vôlei brasileiro, momento em que foi criado o Circuito de Vôlei de Praia, patrocinado pelo maior banco do país, com cinco etapas. Com isso, o esporte ganha espaço na mídia e conquista mais torcedores nas praias de todos os cantos do país.

Principais regras

As regras do vôlei de praia se assemelham em muitos detalhes com o vôlei disputado nas quadras, mas também possuem várias diferenças. Vejamos as regras mais importantes para que você não perca nada quando fizer apostas esportivas em vôlei de praia.

Toque na bola

Para que a bola caia na quadra do adversário, o jogador pode usar os seguintes movimentos: toque (golpe com a ponta dos dedos), o saque ou serviço (o jogador lança a bola e dá um tapa em direção ao campo adversário) e o corte (um golpe com a mão espalmada).

Número de participantes

Dois ou quatro jogadores. Na modalidade olímpica, somente competem duplas.

Tamanho da quadra

A medida da quadra é 16 metros de comprimento por 8 metros de largura (16 x 8).

Duração da partida

Dois sets de 21 pontos. Em caso de empate, joga-se um set de 15 pontos. A partida só termina quando uma das equipes tem dois pontos de vantagem.

Substituições

Não são permitidas as substituições de jogadores. Em caso de que um deles se machuque terá cinco minutos para se recuperar. Caso isso não aconteça, a equipe adversária é considerada vencedora.

Apostas em vôlei de praia

Agora que você já conhece as regras mais importantes, pode concluir que as apostas são praticamente iguais ao vôlei de quadra.

Você deve ficar atento, entretanto, às diferenças como a impossibilidade de fazer substituições, e que isso pode ser um fator para o sucesso de suas apostas em vôlei de praia.

Salvar