Tudo sobre o Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia: história, como funciona, etapas, SuperPraia, premiações e duplas vencedoras

Você sabe como funciona o Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia? Conhece os maiores vencedores?

Neste guia, vamos trazer tudo sobre a principal competição do calendário nacional do vôlei de praia.

Será sua chance de conhecer a história do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia, entender como é o regulamento e conferir todas as duplas que já foram campeãs.

Não perca tempo e veja tudo isso agora mesmo!

História do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia

História do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia
Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia é disputado anualmente desde 1991

O Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia, atualmente chamado de Circuito Brasileiro Open, é a principal competição do calendário nacional do vôlei de praia. 

A primeira edição aconteceu em 1991, ano em que teve cinco etapas e torneios apenas entre as duplas masculinas. A partir do ano seguinte, passou também a contemplar o torneio feminino.

Paulão Moreira e Paulo Emílio Silva venceram a primeira edição masculina. Já o primeiro título feminino ficou com a dupla formada por Jackie Silva e Isabel. 

Em toda a história do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia, Emanuel é quem mais soma títulos no masculino, com nove conquistas de temporada. No feminino, Larissa é a maior vencedora, também com nove títulos.

Atualmente, a temporada começa no segundo semestre de um ano, e termina no primeiro semestre do ano seguinte, com duração média de nove meses. Na edição 2019/2020, são sete etapas.

Além do Circuito Brasileiro Open, há a disputa do Circuito Brasileiro Challenger, que foi criado em 2012, quando o calendário do vôlei de praia brasileiro foi reformulado, passando a iniciar no segundo semestre de um ano e se estendendo até abril do ano seguinte. 

O Challenger foi formulado como uma divisão de acesso dos atletas que se destacam para ingressarem na disputa do Circuito Banco do Brasil Vôlei de Praia Open, principal torneio da modalidade.

Por ser um torneio classificatório ao Open, os atletas em uma mesma temporada podem jogar competições das duas divisões.

Vá além do Vôlei de Praia! Confira também conteúdos de outros esportes:

Como funciona o Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia

Como funciona o Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia
Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia é dividido atualmente entre 7 etapas

Atualmente, o Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia é composto por sete etapas, além do SuperPraia, competição que tem campeão, ranking de entradas e premiação à parte. 

As duplas masculina e feminina que somam mais pontos ao longo de todas as etapas do circuito são declaradas campeãs gerais. 

A temporada começa em setembro de um ano e vai até abril do ano seguinte.

Etapas do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia

  1. Vila Velha-ES
  2. Cuiabá-MT
  3. Ribeirão Preto-SP
  4. João Pessoa-PB
  5. Maceió-AL
  6. Aracaju-SE
  7. Arraial do Cabo-RJ

Regulamento das etapas do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia

As etapas do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia são disputadas por 24 duplas de cada gênero no torneio principal. 

No regulamento da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), há a previsão de disputa de um torneio classificatório para a chave principal de cada etapa. Esse qualifying também conta com a participação de 24 duplas.

Dessa forma, as 24 equipes que disputam o torneio principal de cada etapa são definidas por: 

  • 14 primeiras equipes no ranking de duplas para a etapa; 
  • 2 times convidados pela CBV através de Wild Cards;
  • 8 duplas classificadas através do “torneio qualifying”.

Fase de grupos

As 24 duplas serão divididas em seis grupos, com quatro equipes em cada um, obedecendo ao ranking de duplas da etapa. Assim, os grupos são formados com:

  • Grupo A: R1, R12, R13 e R24;
  • Grupo B: R2, R11, R14 e R23;
  • Grupo C: R3, R10, R15 e R22
  • Grupo D: R4, R9, R16 e R21;
  • Grupo E: R5, R8, R17 e R20;
  • Grupo F: R6, R7, R16 e R19.

Dentro de cada grupo, acontecem jogos em duas rodadas. 

Na rodada inicial, a dupla de melhor ranking enfrenta a pior colocada, enquanto as outras duas duplas fazem outra partida. 

Na rodada decisiva, os vencedores dois primeiros jogos se enfrentam para decidir quem será o campeão do grupo. Já os perdedores da rodada inicial duelam para definir o terceiro colocado da chave.

Todas as duplas que ficaram em primeiro e em segundo lugar em seus grupos se classificam para a fase seguinte.

Também avançam as quatro melhores terceiras colocadas, seguindo critério técnico (pontos averages/ranking da etapa). 

Dessa forma, 16 duplas disputam a fase eliminatória.

Fase eliminatória

Na segunda fase das etapas do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia, as 16 duplas classificadas passam a se enfrentar em confrontos eliminatórios, com oitavas de final, quartas, semifinais e final.

Nas oitavas de final, os confrontos são definidos de acordo com os pontos average e a colocação no ranking de duplas da etapa. Assim, os duelos são formatos da seguinte maneira:

  • Jogo 1: R1 x R16
  • Jogo 2: R2 x R15
  • Jogo 3: R3 x R14
  • Jogo 4: R4 x R13
  • Jogo 5: R5 x R12
  • Jogo 6: R6 x R11
  • Jogo 7: R7 x R10
  • Jogo 8: R8 x R9

Nas quartas de final, os confrontos são:

  • Vencedor do Jogo 1 x Vencedor do Jogo 8
  • Vencedor do Jogo 2 x Vencedor do Jogo 7
  • Vencedor do Jogo 3 x Vencedor do Jogo 6
  • Vencedor do Jogo 4 x Vencedor do Jogo 5

Na sequência, há as semifinais e a disputa da final, para a decisão da dupla campeã da etapa.

Classificação final e pontuação

De acordo com a classificação final de cada etapa do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia, as duplas recebem as seguintes pontuações:

  • 1º lugar – 200 pontos; 
  • 2º lugar – 180 pontos;
  • 3º lugar – 160 pontos;
  • 4º lugar – 140 pontos;
  • 5º a 8º lugar – 120 pontos;
  • 9º a 16º lugares – 100 pontos;
  • 17º e 18º lugares – 90 pontos;
  • 19º a 24º lugares – 80 pontos; 
  • 25º a 40º lugar – 60 pontos;
  • 41º a 48º lugar – 40 Pontos.

SuperPraia

SuperPraia
Ana Patrícia e Receba foram as campeãs do SuperPraia feminino em 2019

Além de todas as etapas que acontecem normalmente no Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia, as melhores duplas do Brasil se enfrentam todos os anos no SuperPraia. 

Essa é uma competição que reúne as 16 melhores duplas ranqueadas da temporada, definidas da seguinte forma:

  • 14 primeiras colocadas no ranking de duplas;
  • 2 times convidados por wild card.

Na fase inicial, as 16 duplas são divididas em quatro grupos, seguindo o ranking de duplas. As três primeiras colocadas de cada grupo avançam à fase seguinte. 

Contudo, as equipes que foram vencedoras de seus grupos na primeira fase avançam diretamente para as quartas de final. Já as outras oito ainda se enfrentam em uma fase anterior, para definir quais serão as outras quatro duplas que estarão nas quartas.

A partir das quartas de final, todas as oito duplas que ainda seguirem na disputa do SuperPraia se enfrentam em confrontos eliminatórios até a definição de um campeão.

Premiação do SuperPraia

  • Dupla Campeã – R$ 50 mil
  • Dupla Vice-campeã – R$ 34 mil
  • 3ª colocada – R$ 24 mil
  • 4ª colocada – R$ 21,2 mil
  • 5º a 8º lugar – R$ 12,5 mil
  • 9º a 12º lugar – R$ 9,25 mil
  • 10º a 16º lugar – R$ 8,25 mil

Maiores vencedores do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia

Maiores vencedores do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia
Duplas formada por Shelda e Adriana Behar foi a maior campeã da história do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia

Na história do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia, ninguém conquistou tantos títulos quanto Emanuel e Larissa. Cada um deles foi campeão nacional por 9 vezes.

Emanuel conquistou os seus 9 títulos ao lado de quatro diferentes parceiros: José Marcelo, Tande, Ricardo e Alison.

Entre os homens, a parceria formada por Emanuel e Ricardo é a mais vitoriosa da história do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia, com 5 títulos.

Já na disputa feminina, a dupla com mais títulos brasileiros foi formada por Adriana Behar e Shelda. Elas conquistaram 8 títulos juntas.

Maior campeã da história, Larissa alcançou seus 9 títulos ao lado de três parceiras diferentes: Juliana, Vivian Cunha e Talita.

Confira, a seguir, todas as duplas campeãs do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia, tanto no masculino quanto no feminino!

Todos os vencedores do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia

  • 1991 – Paulão e Paulo Emílio Silva
  • 1992 – Roberto Moreira e Eduardo Garrido
  • 1993 – Franco Neto e Roberto Lopes da Costa
  • 1994 – José Marco Melo e Emanuel Rego
  • 1995 – José Marco Melo e Emanuel Rego
  • 1996 – Paulão Moreira e Paulo Emílio Silva
  • 1997 – Lula Barbosa e Adriano Garrido
  • 1998 – Tande e Giovane Gávio
  • 1999 – Franco Neto e Roberto Lopes da Costa
  • 2000 – Márcio Araújo e Benjamin Insfran
  • 2001 – Tande e Emanuel Rego
  • 2002 – Ricardo Alex Santos e Emanuel Rego
  • 2003 – Ricardo Alex Santos e Emanuel Rego
  • 2004 – Tande e Franco Neto
  • 2005 – Fábio Luiz Magalhães e Márcio Araújo
  • 2006 – Emanuel Rego e Ricardo Alex Santos
  • 2007 – Franco Neto e Pedro Cunha
  • 2008 – Emanuel Rego e Ricardo Alex Santos
  • 2009 – Alison Cerutti e Harley Marques
  • 2010 – Pedro Cunha e Thiago Santos
  • 2011 – Alison Cerutti e Emanuel Rego
  • 2012–13 – Bruno Oscar Schmidt e Pedro Solberg
  • 2013–14 – Ricardo Alex Santos e Márcio Araújo
  • 2014–15 – Ricardo Alex Santos e Emanuel Rego
  • 2015–16 – Alison Cerutti e Bruno Oscar Schmidt
  • 2016–17 – Álvaro Filho e Saymon Barbosa Santos
  • 2017–18 – André Loyola Stein e Evandro Gonçalves
  • 2018–19 – Ricardo Alex Santos e Álvaro Filho

Todas as vencedoras do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia

  • 1992 – Jackie Silva e Isabel
  • 1993 – Mônica Rodrigues e Adriana Samuel
  • 1994 – Karina Lins e Renata de Castro
  • 1995 – Jackie Silva e Sandra Pires
  • 1996 – Adriana Behar e Shelda
  • 1997 – Adriana Behar e Shelda
  • 1998 – Sandra Pires e Adriana Samuel
  • 1999 – Adriana Behar e Shelda
  • 2000 – Adriana Behar e Shelda
  • 2001 – Adriana Behar e Shelda
  • 2002 – Adriana Behar e Shelda
  • 2003 – Adriana Behar e Shelda
  • 2004 – Adriana Behar e Shelda
  • 2005 – Juliana Silva e Larissa França
  • 2006 – Juliana Silva e Larissa França
  • 2007 – Juliana Silva e Larissa França
  • 2008 – Vivian Cunha e Larissa França
  • 2009 – Talita Antunes e Maria Elisa Antonelli
  • 2010 – Juliana Silva e Larissa França
  • 2011 – Juliana Silva e Larissa França
  • 2012–13 – Bárbara Seixas e Ágatha Bednarczuk
  • 2013–14 – Bárbara Seixas e Ágatha Bednarczuk
  • 2014–15 – Larissa França e Talita Antunes
  • 2015–16 – Larissa França e Talita Antunes
  • 2016–17 – Larissa França e Talita Antunes
  • 2017–18 – Maria Elisa Antunes e Carolina Solberg
  • 2018–19 – Bárbara Seixas e Fernanda Berti

Além de conferirmos quem são os melhores jogadores do país, no Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia, temos a chance de conhecermos os futuros representantes brasileiros nas competições internacionais.

Anualmente, as melhores duplas brasileiras disputam também o Circuito Mundial de Vôlei de Praia

Como uma das maiores potências do esporte, o Brasil tem diversos campeões mundiais e também muitas medalhas no torneio de vôlei de praia das Olimpíadas.

Enquanto aguardamos pelas próximas etapas do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia, aproveite para ampliar seu conhecimento sobre voleibol:

*Última atualização em 20 de fevereiro de 2020

Comentários

Salvar
10 Compart.
Compartilhar4
Twittar
Compartilhar
WhatsApp
Pin6