Bruninho e a Seleção Brasileira masculina de vôlei viveram inúmeros altos e baixos na temporada de 2023. A derrota mais marcante no Sul-Americano diante da Argentina causou muita desconfiança para o Pré-Olímpico.

No entanto, os comandados de Renan Dal Zotto conseguiram uma volta por cima surpreendente em um duro grupo do Pré-Olímpico, que teve a Alemanha como grande surpresa.

Bruninho relembra os perrengues para garantir vaga nas Olimpíadas

Preocupa? Bruninho cita dores após vitória do Brasil contra Cuba
Volleyball World

Se a fase não era das melhores, o Brasil conseguiu superar todas as adversidades em um grupo complicado do Pré-Olímpico para garantir a tão sonhada vaga até Paris em 2024.

Com a Alemanha sendo a grande surpresa do grupo, vencendo todas as partidas, restou ao Brasil superar duros rivais como Itália e Cuba para garantir a segunda colocação.

De fato, o capitão Bruninho foi novamente peça-chave da equipe que garantiu a classificação.

O veterano comentou sobre o momento que a Seleção precisou superar na competição em entrevista ao Volleyball World:

A qualificação no Rio foi o nosso melhor momento da temporada e um dos melhores dos últimos dois anos, com certeza. Cada grupo da Eliminatória Olímpica teve suas surpresas e, conosco, foi a Alemanha que venceu todas as partidas.

O levantador revelou que o time precisou se superar após a dura derrota diante da Alemanha:

Ficamos contra a parede depois da derrota para eles (Alemanha), mas conseguimos os resultados que precisávamos com muito sacrifício e com a contribuição de cada jogador.

Vínhamos de um momento difícil com a derrota no Campeonato Sul-Americano e poder reagir e chegar ao nosso objetivo diante da nossa torcida nos deixou muito felizes e nos deu uma sensação de missão cumprida”, afirmou Bruninho.

Continue no mundo do vôlei! Confira também nossos outros conteúdos sobre essa modalidade: