Um dos maiores tenistas todos os tempos, John McEnroe foi tricampeão de Wimbledon e tetracampeão do US Open. US Open aliás, que o seu maior rival, o sueco Björn Borg, nunca teve, em grande parte, graças ao próprio McEnroe!

Em primeiro lugar, número 1 entre 1981 e 1984, McEnroe não apenas venceu grandes títulos jogando no simples, mas ele também foi pentacampeão de Wimbledon e tetracampeão no US Open em duplas. Representando os Estados Unidos na Copa Davis, McEnroe venceu cinco vezes em três décadas diferentes. É muita lenda ou não?

HISTÓRIA DE JOHN McENROE

Filho de pai militar, John Patrick McEnroe Jr. nasceu em 16 de fevereiro de 1959, na base americana de Wiesbaden, na época, Alemanha Ocidental. Seu pai, filho de imigrantes irlandeses, chegou a dizer em uma coletiva na Bélgica que “seu filho foi feito na Bélgica, mas nasceu na Alemanha”. Sua mãe Tresham Kay McEnroe, foi mais discreta. John Jr. tem mais dois irmãos mais novos: Mark e o também tenista Patrick McEnroe.

A princípio, McEnroe começou a jogar tênis aos nove anos, enquanto sua família morava no conhecido bairro do Queens, em Nova York. Começou a competir nacionalmente aos 12 anos. Foi aos 18 anos, em 1977, ainda como amador, conseguiu vencer o Aberto da França jogando como dupla mista, com Mary Carillo. Logo após a França, McEnroe disputou Wimbledon pela primeira vez, chegando até a semifinal, perdendo para Jimmy Connors.

Assim, o garoto chamou a atenção do técnico Dick Gould que o recrutou, e na mesma época, McEnroe entrou na Universidade Stanford, onde foi campeão universitário. Um ano depois, em 1978, agora como profissional, McEnroe assinou seu primeiro contrato, com a marca italiana Sergio Tacchini. Disputou o US Open daquele ano, de novo, perdendo para Jimmy Connors. Mesmo assim, venceu seu primeiro Masters, superando Arthur Ashe.

Em 1979, McEnroe venceu Wimbledon e o US Open em duplas. Em Wimbledon, teve a parceria de Peter Fleming. O ano foi marcado pela vitória no US Open na categoria simples, vencendo seu amigo Vitas Gerulaitis, tornando-se o campeão mais jovem do Aberto dos Estados Unidos, com 20 anos, ao lado do lendário Ricardo “Pancho” Gonzales. Neste mesmo ano, McEnroe vencia Björn Borg nas finais da WCT.

Em contrapartida, no ano seguinte, John McEnroe perdia o jogo que muitos dizem ser a maior partida de tênis da história: a final de Wimbledon, vencida por Björn Borg, por 3-2, no quinto e último set. O troco veio no US Open dois meses depois, fazendo que o rival jamais vencesse o Aberto dos Estados Unidos. Naquele ano, McEnroe fechou como o número 2 no ranking mundial. Atrás de quem?

1984: GEORGE ORWELL NÃO, MELHOR TEMPORADA SIM!

Dessa forma, o topo do ranking veio quatro anos depois, em 1984, onde muitos dizem ser a melhor temporada da carreira de McEnroe. O americano venceu 82 partidas e perdeu apenas três, vencendo novamente Wimbledon e o US Open no mesmo ano, vencendo a Copa Mundial pelos Estados Unidos, mas ficando com a prata na Copa Davis. No entanto, o ano se encerrou com um momento explosivo do americano.

McEnroe vencia o Aberto de Estocolmo quando discutiu com o juiz e lançou sua raquete em um carrinho de suco na quadra. Foi suspenso por três semanas e tomou uma multa de sete mil e 500 dólares. Ainda se lesionou durante a suspensão treinando para o Aberto da Austrália.

Dois anos depois, em 1986, McEnroe deu uma pausa na carreira. Casou-se com a atriz vencedora do Oscar Tatum O'Neal, mãe dos seus filhos Kevin, Sean e Emily. O casamento durou até 1994. Ao voltar, venceu três torneios da ATP, mas em 1987, passou em branco. Visto que resolveu parar novamente, por sete meses depois de sair do US Open, onde fora suspenso por dois meses por conduta inapropriada no torneio.

APOSENTADORIA E VIDA PESSOAL DE JOHN McENROE

Dessa maneira, em seus últimos anos como profissional, McEnroe colecionou vitórias importantes, como a contra Michael Chang no Aberto da França de 1988. Chang seria o campeão do mesmo torneio do ano seguinte, o mais jovem até então, com 17 anos. Em 1991, venceu seu próprio irmão Patrick na final do Torneio Volvo de Chicago. Em 1992, McEnroe venceu o campeão do Aberto da Austrália de 1991, Boris Becker, que estava a defender o título, mas foi eliminado nas quartas de final por Wayne Ferreira. Chegou nas semifinais de Wimbledon, mas foi eliminado por Andre Agassi. Terminou o ano fazendo dupla com Pete Sampras, levando os Estados Unidos no título da Copa Davis, vencendo a Suíça por 3 x 1.

Por consequência, ao final da temporada, John McEnroe anunciou sua aposentadoria. Ademais, chegou a voltar em 2006, mas apenas para jogar duplas. Venceu o Aberto SAP de San Jose fazendo parceria com o sueco Jonas Björkman, fazendo com que McEnroe fosse o primeiro e único jogador de tênis a vencer torneios de duplas em quatro décadas diferentes. Foi quando encerrou definitivamente.

Mas, ainda deu um caldo no Aberto da França, na competição das lendas em duplas, com seu irmão Patrick em 2014. Ainda assim, em sua vida pessoal, McEnroe teve a guarda total dos filhos em 1998, quando fora descoberto o vício de heroína pela sua ex-mulher Tatum O'Neal. Em 1997, casou-se com a cantora Patty Smyth (não confundir com a cantora e poetisa Patti Smith), e tiveram duas filhas, Anna e Ava.

PRÊMIOS

Simples

  • Wimbledon: 1981, 1983 e 1984
  • US Open: 1979, 1980, 1981 e 1984
  • Finais da ATP Tour: 1978, 1983 e 1984
  • Finais da WCT: 1979, 1981, 1983, 1984 e 1989
  • Copa Davis (jogando pelos Estados Unidos): 1978, 1979, 1981, 1982 e 1991

Duplas

  • Wimbledon: 1979, 1981, 1983, 1984 e 1992
  • US Open: 1979, 1981, 1983 e 1989
  • Finais da ATP Tour: 1978, 1979, 1980, 1981, 1982, 1983 e 1984

CURIOSIDADES DE JOHN McENROE

Em suma, McEnroe foi tema de filme, “Borg vs McEnroe“, falando da rivalidade com Björn Borg. E não foi somente tema, como participou de filmes e séries, como A Herança de Mr. Deeds, Tratamento de Choque, Frasier, Suddenly Susan, Saturday Night Live, 30 Rock, CSI: Nova York e Jack e Jill.

Por outro lado, além de ser ator, McEnroe também foi músico. Aprendeu a tocar guitarra com Eric Clapton e Eddie Van Halen, formou a Johnny Smyth Band como guitarrista e vocalista. Até já foi elogiado por Lars Ulrich, que abandonou as quadras de tênis para ser um dos fundadores do Metallica.

Foto destaque: Divulgação/RTP

Salvar