Tudo sobre a história de Garbiñe Muguruza: como começou a carreira, todas as conquistas, retrospecto em Grand Slams e melhor ranking 

Em toda a história do tênis profissional feminino, somente 27 tenistas tiveram a honra de chegar à liderança do ranking da WTA. A espanhola Garbiñe Muguruza é uma delas.

Remessa Online

Em setembro de 2017, Muguruza se tornou a número 1 do mundo. Até ali, ela já havia conquistado dois Grand Slams.

Porém, a trajetória de Garbiñe Muguruza no tênis teve mais momentos de baixas do que de altas nos dois anos seguintes e ela ficou longe do topo.

Uma nova fase parece começar em 2020. Muguruza foi finalista do Australian Open pela primeira vez em sua carreira. Apesar de derrotada por Sofia Kenin, a espanhola mostrou que é capaz de jogar novamente em alto nível.

Para saber todos os detalhes da carreira de Grabiñe Muguruza, fique com a gente. Vamos contar tudo sobre a história da tenista, os títulos, recordes e os momentos mais marcantes no circuito mundial!

Quem é Garbiñe Muguruza?

Quem é Garbiñe Muguruza
Garbiñe Muguruza lideou o ranking da WTA por 4 semanas em 2017

Garbiñe Muguruza é uma tenista profissional que foi número 1 do mundo em 2017. Ela nasceu em 8 de outubro de 1993, em Caracas, na Venezuela. Sua mãe é venezuelana, enquanto seu pai é espanhol. A atleta adotou a nacionalidade do pai, já que se mudou para a Espanha quando tinha apenas 6 anos.

Muguruza tem dois títulos de Grand Slams em sua carreira. Ela foi campeã de Roland Garros em 2016 e de Wimbledon em 2017. 

A conquista no torneio inglês impulsionou sua chegada à liderança do ranking da WTA, em setembro de 2017. Porém, sua permanência na primeira colocação durou apenas quatro semanas.

Remessa Online

Nas duas temporadas seguintes, Garbiñe Muguruza foi bicampeã em Monterrey, mas seu rendimento esteve muito abaixo do esperado para uma ex-número 1 do mundo e ela deixou o Top 10. 

Em 2019, a espanhola não foi além das oitavas de final em nenhum dos quatro Grand Slams. Após ser eliminada na primeira rodada de Wimbledon pela brasileira Beatriz Haddad Maia, ela encerrou sua parceria com o treinador francês Sam Sumyk.

Ao fim de 2019, Muguruza era a 36ª colocada no ranking da WTA.

Em busca de melhores resultados, Muguruza voltou a treinar sob orientação da ex-tenista Conchita Martínez. A campeã de Wimbledon em 1994 já havia sido sua técnica quando ela também ganhou o Grand Slam inglês, em 2017.

A reascensão começa a se desenhar em 2020. Depois de vencer Simona Halep nas semifinais, Garbiñe Muguruza atingiu sua primeira final do Australian Open. Na decisão, ela foi derrotada pela norte-americana Sofia Kenin.

A seguir, saiba como começou a história de Garbiñe Muguruza no tênis!

Quando e como Garbiñe Muguruza começou no tênis?

Como Garbiñe Muguruza começou no tênis
Primeiro título de Garbiñe Muguruza como tenista profissional foi em 2014, em Hobart

Garbiñe Muguruza começou a jogar tênis aos 3 anos de idade, na Venezuela, onde nasceu. Aos 6, ela e sua família se mudaram para a Espanha, país de seu pai. 

Próximo a Barcelona, a garota começou a treinar na Bruguera Tennis Academy, centro de treinamentos do ex-número 3 do mundo Sergi Bruguera.

Em 2008, quando tinha apenas 14 anos, Muguruza fez sua estreia em torneios da WTA, ao disputar o qualifying de Barcelona. Nos anos seguintes, ela acumulou títulos da ITF, tanto em simples quanto em duplas.

Os primeiros resultados expressivos de Garbiñe Muguruza na WTA foram em 2012. Naquela temporada, ela chegou à quarta rodada de Miami depois de derrotar a então número 9 do mundo, a russa Vera Zvonareva. 

Em 23 de julho de 2012, a tenista espanhola alcançou o Top 100 da WTA, saltando para a 96ª colocação. 

O primeiro título de Garbiñe Muguruza como tenista profissional foi conquistado em Hobart, em 2014. Naquela temporada, ela também foi vice-campeã da Brasil Tennis Cup, em Florianópolis. 

O ano que, enfim, posicionou Muguruza entre as melhores do mundo foi 2015. Ela alcançou sua primeira final de Grand Slam, mas foi derrotada por Serena Williams. Ao fim da temporada, a espanhola era a número 3 do mundo.

Em 2016, Muguruza se vingou de Serena na final de Roland Garros e conquistou seu primeiro título de Grand Slam. Na temporada seguinte, com o título de Wimbledon, ela se tornou a número 1 do mundo.

Quer saber quantas vezes Garbiñe Muguruza foi campeã? Confira logo abaixo!

Quantos títulos tem Garbiñe Muguruza?

Primeiro título de Grand Slam de Garbiñe Muguruza foi em Roland Garros, em 2016

Garbiñe Muguruza tem 12 títulos como tenista profissional, sendo 7 em simples e 5 em duplas. As principais conquistas da espanhola foram dois Grand Slams: Roland Garros em 2016 e Wimbledon em 2017.

Curiosamente, os dois títulos de Grand Slams de Muguruza foram contra as irmãs Williams. Em Roland Garros, ela venceu Serena. Já em Wimbledon, o título veio com vitória sobre Venus.

Garbiñe e Serena já haviam se encontrado na final de Wimbledon em 2015, quando a norte-americana levou a melhor.

Em 2020, a tenista espanhola teve sua chance de conquistar pela primeira vez o Australian Open, mas perdeu a final para a norte-americana Sofia Kenin.

Já no US Open, a melhor campanha de Garbiñe Muguruza foi em 2017, ao chegar até as oitavas de final.

Veja, a seguir, a relação de todos os títulos da tenista espanhola como profissional!

Títulos de Garbiñe Muguruza

Títulos de Garbiñe Muguruza em simples

  • 2019: Monterrey
  • 2018: Monterrey
  • 2017: Wimbledon e Cincinnati
  • 2016: Roland Garros
  • 2015: Pequim
  • 2014: Hobart

Títulos de Garbiñe Muguruza em duplas

  • 2015: Birmingham e Tóquio (com Carla Suárez Navarro)
  • 2014: Marrakesh (com Romina Oprandi) e Stanford (com Carla Suárez Navarro)
  • 2013: Hobart (com Maria Teresa Torró Flor)

Todas as finais de Grand Slam de Garbiñe Muguruza

ResultadoAnoGrand SlamAdversária
Vice2015WimbledonSerena Williams (EUA)
Campeã2016Roland GarrosSerena Williams (EUA)
Campeã2017WimbledonVenus Williams (EUA)
Vice2019Australian OpenSofia Kenin (EUA)

Vá além do Tênis! Confira outros conteúdos:

Curiosidades sobre Garbiñe Muguruza

  • Nasceu na Venezuela, mas se mudou para a Espanha aos 6 anos
  • Era fã de Serena Williams e Pete Sampras na adolescência
  • Foi número 1 do mundo por quatro semanas em 2017
  • Garbiñe Muguruza tem 1,82m de altura
  • Até a final do Australian Open de 2020, Garbiñe Muguruza já havia acumulado mais de US$ 19 milhões em premiações

Maiores rivais de Garbiñe Muguruza

Serena Williams e Garbiñe Muguruza
Serena Williams e Garbiñe Muguruza se enfrentaram em duas finais de Grand Slams

Ao longo de sua carreira, Garbiñe Muguruza teve Serena Williams como sua principal rival por grandes títulos. As duas tenistas se enfrentaram por duas vezes em finais de Grand Slams, com uma vitória para cada lado.

Serena levou a melhor na final de Wimbledon em 2015, enquanto Garbiñe ficou com o título de Roland Garros em 2016.

Na sua terceira final de Grand Slams, Muguruza venceu a irmã mais velha de Serena, Venus Williams.

Já na quarta decisão dos principais torneios do circuito, a espanhola volta a encarar uma norte-americana. Ela enfrenta Sofia Kenin, na decisão do Australian Open de 2020.

A possível conquista do Aberto da Austrália é a chance de Garbiñe Muguruza mostrar que pode jogar em alto nível novamente. Ela demonstrou irritação quando a imprensa comparou seus maus resultados em 2018 e 2018 com um período de coma.

“Creio que voltar de um coma é uma comparação bastante forte. Diria que estes dois últimos anos foram menos positivos, se compararmos com os anteriores. É assim que vejo a questão, mas não possa entendê-la com um coma. Uma jogadora sempre tem dificuldades, já é sabido que as coisas não sairão bem. Simplesmente é preciso ser paciente e esperar para voltar ao topo”, disse.

Muguruza tem a chance de voltar ao topo em breve. Enquanto esperamos pela sua quarta final de Grand Slam na carreira, aproveite para conferir os detalhes da trajetória de outros grandes nomes do tênis:

*Última atualização em 1º de fevereiro de 2020

Comentários

Salvar