Conheça todos os detalhes da Fed Cup: os países e as tenistas com mais títulos, como funciona a competição, recordes e curiosidades

Todos os anos, as melhores tenistas do mundo deixam as disputas individuais de lado para lutarem por um título para seus países: a Fed Cup.

Criada em 1963, como Federations Cup, a versão feminina da Copa Davis coloca os principais nomes do tênis feminino em uma disputa coletiva. É a hora de conhecermos as nações que têm as melhores equipes.

Você sabe quem são os países que têm mais títulos da Fed Cup? E as tenistas que mais vezes foram campeãs?

Não perca tempo, venha com a gente e conheça todos os detalhes da história da Fed Cup. Saiba também como funciona a competição! Um novo formato de disputa será implementado a partir de 2020! 

O que é a Fed Cup?

França campeã da Fed Cup em 2019
A equipe da França foi a campeã da Fed Cup em 2019

A Fed Cup é a principal competição entre países do tênis feminino. Ela é disputada desde 1963, quando os Estados Unidos se tornaram campeões ao vencer a final contra a Austrália.

A primeira edição foi realizada no aniversário de 50 anos da ITF (Federação Internacional de Tênis) e contou com a participação de 16 países.

Ao longo da história, muitas nações passaram a disputar a Fed Cup e a competição passou a ser organizada com diferentes divisões. O Grupo Mundial I e o Grupo Mundial II contam com 8 países, cada um.

Há ainda três disputas regionalizadas, divididas entre: Américas, Europa/África e Ásia/Oceania.

Entenda, a seguir, como é o formato de disputa da Fed Cup. Uma nova fórmula de disputa será usada a partir de 2020!

Como funciona a Fed Cup?

A partir de 2020, a Fed Cup terá um novo formato de disputa. A tradicional fórmula com confrontos dentro e fora de casa até a final foi extinta, e uma nova fase decisiva será realizada com a participação de 12 países.

Quatro países já se classificam automaticamente para a fase final. Em 2020, serão:

  • França (campeã de 2019)
  • Austrália (vice-campeã de 2019)
  • República Tcheca (convidada por conta de resultados recentes)
  • Hungria (país-sede da fase final)

Os outros 8 participantes da fase final saem de confrontos qualificatórios, disputados em 7 e 8 de fevereiro. As 16 nações dessa fase foram definidas da seguinte forma:

  • os dois países perdedores das semifinais de 2019 (Romênia e Bielorrússia);
  • os quatro vencedores dos playoffs do Grupo Mundial de 2019 (República Tcheca, Estados Unidos, Alemanha e Espanha);
  • os quatro países perdedores dos playoffs do Grupo Mundial de 2019 (Canadá, Suíça, Letônia e Bélgica);
  • os quatro vencedores dos playoffs do Grupo Mundial II de 2019 (Rússia, Japão, Grã-Bretanha e Eslováquia)
  • e os dois melhores times classificados entre os perdedores dos playoffs do Grupo Mundial II de 2019 (Brasil e Cazaquistão).

Como a República Tcheca foi convidada diretamente para a fase final, a Holanda, terceira melhor classificada entre os países perdedores dos playoffs do Grupo II do Mundo, foi promovida para as Eliminatórias.

No qualificatório, o Brasil enfrentará a Alemanha, em Florianópolis.

A fase final da Fed Cup de 2020 acontecerá entre os dias 14 e 19 de abril, em Budapeste.

Na fase decisiva, os 12 países serão divididos em quatro grupos com três participantes. 

Os líderes de cada uma das quatro chaves irão se classificar para as semifinais. Todos os confrontos dessa fase serão disputados com duas partidas de simples e uma de duplas.

As 8 nações que forem eliminadas nas eliminatórias disputarão novos playoffs contra os 8 países promovidos dos Grupos Regionais I das Américas, Europa/África e Ásia/Oceania. Assim, serão definidos os participantes das Eliminatórias de 2021 e quem estará no Grupo I em 2021.

Enquanto aguarda pela confirmação das novas campeãs, veja, a seguir, quem são os maiores vencedores da história da Fed Cup!

Qual país tem mais títulos da Fed Cup?

Estados Unidos campeões da Fed Cup em 2017
Em 2017, Estados Unidos foram campeões da Fed Cup pela décima oitava vez

Os Estados Unidos são os maiores campeões da história da Fed Cup, com 18 títulos. As tenistas norte-americanas conquistaram a competição em 1963, 1966, 1967, entre 1976 e 1982, 1986, 1989, 1990, 1996, 1999, 2000 e 2017.

Além dos 18 títulos, os Estados Unidos têm 12 vice-campeonatos da Fed Cup.

Na sequência de maiores campeões, a República Tcheca vem em segundo, com 11 títulos, incluindo aqueles conquistados como Tchecoslováquia.

Já a Austrália participou de 18 finais e conquistou 7 títulos, fechando o pódio de maiores vencedores da história da Fed Cup.

Confira, a seguir, os países com mais títulos da Fed Cup e todos os vencedores da história, ano a ano!

Maiores campeões da Fed Cup

  • Estados Unidos – 18 títulos
  • República Tcheca – 11 títulos
  • Austrália – 7 títulos
  • Espanha – 5 títulos
  • Rússia, Itália e França – 4 títulos
  • Alemanha – 2 títulos
  • África do Sul, Bélgica e Eslováquia – 1 título

Todos os campeões da Fed Cup

  • 1963 – Estados Unidos (vice-campeã Austrália)
  • 1964 – Austrália (vice-campeões Estados Unidos)
  • 1965 – Austrália (vice-campeões Estados Unidos)
  • 1966 – Estados Unidos (vice-campeã Alemanha Ocidental)
  • 1967 – Estados Unidos (vice-campeã Grã-Bretanha)
  • 1968 – Austrália (vice-campeã Holanda)
  • 1969 – Estados Unidos (vice-campeã Austrália)
  • 1970 – Austrália (vice-campeã Alemanha Ocidental)
  • 1971 – Austrália (vice-campeão Grã-Bretanha)
  • 1972 – África do Sul (vice-campeã Grã-Bretanha)
  • 1973 – Austrália (vice-campeã África do Sul)
  • 1974 – Austrália (vice-campeões Estados Unidos)
  • 1975 – Tchecoslováquia (vice-campeã Austrália)
  • 1976 – Estados Unidos (vice-campeã Austrália)
  • 1977 – Estados Unidos (vice-campeã Austrália)
  • 1978 – Estados Unidos (vice-campeã Austrália)
  • 1979 – Estados Unidos (vice-campeã Austrália)
  • 1980 – Estados Unidos (vice-campeã Austrália)
  • 1981 – Estados Unidos (vice-campeã Grã-Bretanha)
  • 1982 – Estados Unidos (vice-campeã Alemanha Ocidental)
  • 1983 – Tchecoslováquia (vice-campeã Alemanha Ocidental)
  • 1984 – Tchecoslováquia (vice-campeã Austrália)
  • 1985 – Tchecoslováquia (vice-campeões Estados Unidos)
  • 1986 – Estados Unidos (vice-campeã Tchecoslováquia)
  • 1987 – Alemanha Ocidental (vice-campeões Estados Unidos)
  • 1988 – Tchecoslováquia (vice-campeã União Soviética)
  • 1989 – Estados Unidos (vice-campeã Espanha)
  • 1990 – Estados Unidos (vice-campeã União Soviética)
  • 1991 – Espanha (vice-campeões Estados Unidos)
  • 1992 – Alemanha (vice-campeã Espanha)
  • 1993 – Espanha (vice-campeã Austrália)
  • 1994 – Espanha (vice-campeões Estados Unidos)
  • 1995 – Espanha (vice-campeões Estados Unidos)
  • 1996 – Estados Unidos (vice-campeã Espanha)
  • 1997 – França (vice-campeã Holanda)
  • 1998 – Espanha (vice-campeã Suíça)
  • 1999 – Estados Unidos (vice-campeã Rússia)
  • 2000 – Estados Unidos (vice-campeã Espanha)
  • 2001 – Bélgica (vice-campeã Rússia)
  • 2002 – Eslováquia (vice-campeã Espanha)
  • 2003 – França (vice-campeões Estados Unidos)
  • 2004 – Rússia (vice-campeã França)
  • 2005 – Rússia (vice-campeã França)
  • 2006 – Itália (vice-campeã Bélgica)
  • 2007 – Rússia (vice-campeã Itália)
  • 2008 – Rússia (vice-campeã Espanha)
  • 2009 – Itália (vice-campeões Estados Unidos)
  • 2010 – Itália (vice-campeões Estados Unidos)
  • 2011 – República Tcheca (vice-campeã Rússia)
  • 2012 – República Tcheca (vice-campeã Sérvia)
  • 2013 – Itália (vice-campeã Rússia)
  • 2014 – República Tcheca (vice-campeã Alemanha)
  • 2015 – República Tcheca (vice-campeã Rússia)
  • 2016 – República Tcheca (vice-campeã França)
  • 2017 – Estados Unidos (vice-campeão Belarus)
  • 2018 – República Tcheca (vice-campeões Estados Unidos)
  • 2019 – França (vice-campeã Austrália)

Depois de conferir os países com mais títulos, veja também quem são as jogadoras com mais conquistas da Fed Cup!

Jogadoras com mais títulos da Fed Cup

Chris Evert maior campeã da Fed Cup
Chris Evert (quarta da esquerda para a direita) é a maior campeã da história da Fed Cup, com 8 títulos em 9 finais
  • Chris Evert (EUA) – 8 títulos
  • Billie Jean King (EUA) – 7 títulos
  • Rosie Casals (EUA) – 6 títulos
  • Petra Kvitova (CZE) – 6 títulos
  • Conchita Martinez (ESP) – 5 títulos
  • Arantxa Sanchez Vicario (ESP) – 5 títulos
  • Flavia Pennetta (ITA) – 4 títulos
  • Margaret Court (AUS) – 4 títulos
  • Zina Garrison (EUA) – 4 títulos
  • Martina Navratilova (TCH/EUA) – 4 títulos
  • Virginia Ruano Pascual (ESP) – 4 títulos
  • Lucie Safarova (CZE) – 4 títulos
  • Helena Sukova (TCH) – 4 títulos
  • Roberta Vinci (ITA) – 4 títulos

Vá além do mundo do Tênis! Confira também nossos outros conteúdos:

Recordes e curiosidades da Fed Cup

  • Maior sequência de confrontos vencidos por um país: 37, pelos Estados Unidos, entre 1976 e 1983
  • Maior série de vitórias de um país: 64 jogos, dos Estados Unidos, entre 1978 e 1983
  • Jogadora com mais vitórias na história da Fed Cup: Arantxa Sánchez Vicario, da Espanha, com 72 vitórias
  • Jogadora com mais vitórias em simples na história da Fed Cup: Arantxa Sánchez Vicario, da Espanha, com 50 vitórias
  • Jogadora com mais vitórias em duplas na história da Fed Cup: Larisa Savchenko, da Letônia, com 38 vitórias
  • Dupla com mais vitórias na história da Fed Cup: Arantxa Sánchez Vicario e Conchita Martínez, da Espanha, com 18 vitórias
  • Jogadora com mais confrontos disputados na história da Fed Cup: Anne Kremer, de Luxemburgo, com 74 confrontos
  • Jogadoras com maior invencibilidade em simples na Fed Cup: Margaret Court, da Austrália, e Martina Navratilova, da Tchecoslováquia e dos Estados Unidos, ambas com 20 vitórias e nenhuma derrota
  • Jogadora com maior invencibilidade em duplas na Fed Cup: Angelique Widjaja, da Indonésia, com 16 vitórias e nenhuma derrota
  • Jogadora com mais vitórias consecutivas em simples na história da Fed Cup: Chris Evert, dos Estados Unidos, com 29 vitórias
  • Jogadora com mais vitórias consecutivas em simples e duplas na história da Fed Cup: Martina Navratilova, da Tchecoslováquia e dos Estados Unidos, com 40 vitórias
  • Dupla com mais vitórias consecutivas na história da Fed Cup: Arantxa Sánchez Vicario e Conchita Martínez, da Espanha, com 16 vitórias
  • Tenista mais jovem a jogar na história da Fed Cup: Denise Panagopoulou, da Grécia, com 12 anos e 360 dias
  • Tenista mais velha a jogar da história da Fed Cup: Gill Butterfield, de Bermuda, com 52 anos e 162 dias

Agora que você sabe tudo sobre a Fed Cup, não perca tempo e fique expert em outras importantes competições de tênis:

*Última atualização em 6 de janeiro de 2020

Ficha Técnica
Título
Tudo da Fed Cup: história, maiores campeãs e forma de disputa
Resumo
Conheça todos os detalhes da Fed Cup: os países e as tenistas com mais títulos, como funciona a competição, recordes e curiosidades
Autor

Comentários

Salvar