É a vez de Saquarema ser representada por aqui, depois dos gringos Mick Fanning e Andy Irons e dos brasileiros Italo Ferreira, Filipe Toledo, Gabriel Medina e Samuel Pupo, chegou a vez de conhecer um pouco mais João Chianca, o Chumbinho!

Quem é João Chianca o Chumbinho?

João Vítor de Azeredo Chianca, mais conhecido como “Chumbinho“, é um surfista nascido no dia 30 de agosto de 2000, criado em Saquarema – Rio de Janeiro.

Filho de Gustavo Chumbão e irmão mais novo de Lucas Chumbo, ambos surfistas de ondas grandes, o amor de Chumbinho pelo surfe aconteceu muito naturalmente, sua mãe Michele de Azeredo, desde sempre levava os filhos à praia e com apenas três anos de idade, João já sabia o que era surfar.

João Chianca (Chumbinho) - Biografia e curiosidades no surf
Lucas Chianca (Chumbo), Gustavo Chianca (Chumbão), Michele de Azeredo e João Chianca (Chumbinho) – Família Chumbo – Foto: Reprodução

Chumbinho no Surfe

Como visto antes, o Surfe sempre esteve presente na vida do atleta. Chumbinho começou a participar das competições na Liga Mundial de Surfe em 2015, pela categoria de juniores. Sua melhor colocação no Men's Junior Tour foi um 2° lugar no RDS Pro Junior em 2017, derrotado por um de seus melhores amigos, o também brasileiro, Mateus Herdy.

No Men's Qualifying Series, sua carreira alavancou, Chumbinho venceu o Heroes de Mayo Iquique Pro no Chile, e com apenas 10 pontos de vantagem do brasileiro Lucas Vicente, se sagrou campeão sul-americano em 2019.

Já no Men's Challenger Series, sua melhor colocação foi um 2° lugar, sendo derrotado pelo havaiano Ezekiel Lau no VANS US Open of Surfing em 2022. Neste mesmo ano e categoria, João Chumbinho participou da etapa de Saquarema do CT, e na Semifinal foi derrotado pelo brasileiro tricampeão mundial, Gabriel Medina, que venceu o evento.

Em 2021, Chumbinho se classificou pela primeira vez ao CT, junto de um dos seus melhores amigos, Samuel Pupo.

Mas, mesmo protagonizando a considerada melhor bateria do ano (contra o havaiano John John Florence), João foi desclassificado do CT no meio da temporada, após não ficar no ranking dos 22 melhores surfistas da temporada, já que o corte tem como objetivo de reduzir os atletas no Tour.

Mas isso não foi motivo de desanima-lo, a busca constante por vencer e deixar cada vez mais a Brazilian Storm em evidência, foi combustível pro saquaremense não desistir da reclassificação, seu surf apresentado até o final do ano foi o que o garantiu no Tour em 2023; Todo seu esforço e trabalho foram recompensados, João Chumbinho conseguiu novamente sua vaga na Elite do Surfe Mundial.

Retorno ao Tour e Temporada de 2023 de João Chianca

João Chianca apoia os campeões mundiais e também faz post nas redes sociais
WSL/Aaron Hughes

2023 começou sendo um ano muito importante, Chumbinho surpreendeu ao consolidar-se como um nome forte pra compor o Time Brasil nas Olimpíadas de 2024, sua performance no CT tem sido a melhor de sua carreira.

O jovem de Saquarema venceu seu primeiro evento na elite do Surf, quando bateu Jack Robinson na final do Meo Pro Portugal e somou outros grandes resultados, assumindo assim a liderança do ranking da WSL, com somente 22 anos de idade.

João Chianca assumiu a Lycra amarela, representando a liderança do ranking da WSL. O brasileiro utilizou a cor pela primeira vez na etapa de Margaret River e seguiu com ela para o Surf Ranch.

No evento da piscina de ondas, Chumbinho fez uma atuação segura no primeiro round e avançou direto até às quartas de final da competição. No entanto, João acabou derrotado por Italo Ferreira e não conseguiu avançar até às semifinais.

Com a derrota no rancho, Chianca perdeu a liderança do ranking, o brasileiro foi superado por Griffin Colapinto, que venceu o evento em uma bateria polêmica diante de Italo Ferreira.

Em El Salvador, Chumbinho fez mais um resultado discreto, assim como em Saquarema, o brasileiro acabou parando na fase oitavas de final.

Dessa forma, com esses dois resultados, Chianca acabou ultrapassado por Filipe Toledo e Ethan Ewing, caindo para a quarta colocação do ranking da WSL.

Em seguida, João desembarcou em Jeffreys Bay para fazer sua estreia surfando na África do Sul, o local de Saquarema fez um round inicial sólido para garantir sua vaga nas oitavas de final para enfrentar Kanoa Igarashi.

No confronto diante do japonês, Chumbinho acabou eliminado em uma troca de notas apertada, ao final do duelo João ficou extremamente frustrado, no entanto, ainda conseguiu manter a quarta colocação no ranking da WSL.

João Chianca chegou em Teahupo’o para o último evento da temporada de 2023 precisando apenas vencer uma bateria para garantir sua vaga na WSL Finals.

No entanto, o brasileiro não conseguiu boas atuações e acabou perdendo na repescagem, sendo esse seu pior resultado em 2023. Mesmo assim, a gordura criada por Chumbinho no decorrer da temporada pesou a seu favor.

O jovem contou com os tropeços de Yago Dora e Gabriel Medina para assegurar a quarta colocação no ranking. Além disso, a derrota do tricampeão mundial na final de Teahupo’o também garantiu Chianca como o segundo representante do Brasil nas Olimpíadas de 2024.

No WSL Finals, Chumbinho entrou na primeira bateria do dia para enfrentar o australiano Jack Robinson. No embate, o brasileiro conseguiu vencer e avançou até à segunda bateria do dia.

No duelo seguinte, Chianca sucumbiu diante de Ethan Ewing e terminou a temporada de 2023 como quarto melhor surfista do mundo.

Acidente no Havaí

No final do ano de 2023, João Chianca viajou até o Havaí em busca de aprimorar seu surf nas ondas das duas primeiras etapas da temporada de 2024, Pipeline e Sunset.

No dia 3 de dezembro de 2023, o jovem brasileiro sofreu um grave acidente e precisou ser socorrido. Chianca ficou desacordado e foi levado até o hospital mais próximo às pressas.

Após o susto, seu irmão, Lucas Chianca, confirmou que João está bem e consciente.

Títulos de João Chianca

Ranking da WSL
João Chianca e seu primeiro título na elite do Surf em 2023. WSL/Thiago Diz.

Até o momento da última atualização deste texto, o surfista João Chianca já venceu uma etapa no Tour. Chumbinho bateu Jack Robinson no evento de Portugal no ano de 2023, com apenas 22 anos de idade.

  • 2023 – MEO Portugal Pro

A nova geração da Tempestade Brasileira está vindo com tudo! E se você quiser ficar sabendo de tudo sobre os atletas e as competições, continue atento aqui no Esportelândia!