Em 2021, o surfe ganhou muita visibilidade com a disputa da modalidade nas Olimpíadas pela primeira vez na história. O Brasil chegou na competição como grande favorito para levar as medalhas de ouro e prata. No entanto, em uma semifinal muito polêmica, Kanoa Igarashi impediu que isso acontecesse. Assim, este texto vai mostrar um pouco da história do “surfista japonês mais odiado” pelos brasileiros.

Início de carreira

Nascido nos Estados Unidos, mas com descendência japonesa, Kanoa Igarashi é filho de Tsutomu, que era um surfista no Japão. Aliás, quando soube que sua esposa estava grávida, decidiu se mudar para a Califórnia com a intenção de que seu filho tivesse mais oportunidades no surfe.

Com isso, desde cedo, Kanoa Igarashi sabia que seria um surfista profissional. Afinal, começou a treinar com apenas três anos de idade e os frutos vieram rápido. Posto que, aos sete anos, Igarashi conquistou seu primeiro troféu.

Assim, com o passar dos anos, Igarashi foi se destacando cada vez mais e quebrando vários recordes. Com isso, aos poucos foi mostrando que estava pronto para se tornar profissional.

Em 2016, com apenas 18 anos, Kanoa Igarashi estreou no CT e se tornou o surfista mais jovem a disputar a competição. Apesar da pouca idade, Igarashi mostrou que poderia bater de frente com os grandes do torneio.

Evolução no CT

Apesar de sempre mostrar muito talento, Igarashi não terminava em boas posições no CT. No entanto, aos poucos, a colocação foi melhorando. Até que em 2019 conseguiu terminar em 3° lugar no torneio. Com isso, garantiu vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Aliás, se tornou a maior esperança de medalha do Japão na modalidade.

Surpresa nas Olimpíadas

Kanoa Igarashi começou muito bem nas Olimpíadas. Com isso, aos poucos, foi mostrando que poderia ganhar uma medalha para seu país na modalidade. Sendo assim, na semifinal enfrentou o grande favorito para conquistar ouro na competição. No entanto, em uma disputa muito polêmica, Igarashi eliminou Gabriel Medina. Portanto, conseguiu uma vaga na final do torneio. Contudo, perdeu para Ítalo Ferreira e ficou com a prata nos Jogos Olímpicos.

Foto destaque: Divulgação/WSL