Caitlin Simmers ou também conhecida como Caity, é uma surfista estadunidense local de Oceanside na Califórnia nascida no dia 26 de outubro de 2005.

Caitlin é uma das atletas mais promissoras da nova geração do surf feminino, a norte-americana desde muito jovem já demonstra um enorme potencial para o futuro no tour.

Quem é Caitlin Simmers

Caitlin Simmers: história, títulos e curiosidades no surf
WSL/Beatriz Ryder.

Caitlin Simmers é uma das maiores promessas dos últimos anos na categoria feminina do surf. A estadunidense é local de Oceanside na Califórnia e tem o esportes nas suas veias desde cedo.

A norte-americana é filha de Ryan e Tracy Simmers, ambos surfistas, assim a modalidade sempre foi uma realidade na vida da jovem. Caity começou a competir em 2018 com 12 anos e já conseguia destaque na sua categoria.

Em 2021 com apenas 15 anos, Simmers estreiou na elite do surf disputando o evento do Surf Ranch. Ainda no mesmo ano, fez duas finais no QS e conseguiu vencer um título no Jack’s Surfboards Pro.

Na mesma temporada, Caitlin conseguiu um grande feito ao vencer a primeira etapa do Challenger Series em Huntington Beach e garantiu sua vaga para o tour de 2022. Porém, Caity acabou optando por continuar os estudos e abriu mão de sua vaga.

Na temporada de 2022, Caitlin Simmers competiu novamente no Challenger Series e novamente brilhou na primeira etapa do tour de acesso. A norte-americana venceu o evento na lendária Gold Coast. Depois, Caity perdeu na final em Ericeira e fez outras duas semis.

Esses resultados garantiram a terceira colocação do ranking ao final da temporada no Challenger Series e novamente a vaga para a elite do surf.

Temporada de 2023 de Caitlin Simmers

Caitlin Simmers: história, títulos e curiosidades no surf
WSL/Thiago Diz.

Após se classificar duas vezes para o tour, Caitlin Simmers finalmente entrou na elite do surf na temporada de 2023 com somente 17 anos de idade.

Simmers começou com dois resultados interessantes para uma novata nas primeiras etapas de 2023. Em Pipeline, a jovem perdeu na fase oitavas de final, já no evento de Sunset, Caity chegou até às quartas de final.

No entanto, Caitlin Simmers mostrou a que veio logo no terceiro evento de 2023 em Portugal. A norte-americana deu um show na etapa de Peniche e superou nomes como Caroline Marks e Courtney Conlogue para vencer seu primeiro campeonato na elite com somente 17 anos.

Depois da épica primeira vitória na carreira, Simmers acabou na nona colocação em Margaret River e Bells Beach, conseguindo assim superar o corte com tranquilidade.

No Surf Ranch, Caity retornou ao palco em que fez sua estreia na elite em 2021, surfando em casa a norte-americana chegou até às semifinais e foi superada pela sua compatriota Caroline Marks.

Na etapa seguinte, Simmers terminou novamente com uma nona colocação, perdendo diante de Bettylou Sakura Johnson na fase de oitavas de final.

Caitlin Simmers fez ainda mais história no seu ano de novata no evento de Saquarema no Brasil. A estadunidense foi o grande nome da categoria feminina na competição e eliminou atletas famosas como Tatiana Weston-Webb, Caroline Marks e na decisão superou a bicampeã mundial Tyler Wright.

Com o ótimo resultado no Brasil, Caitlin Simmers subiu no ranking e chegou até a quinta colocação no ranking da WSL, abrindo boa margem para suas oponentes.

Em Jeffreys Bay, Caity parou mais uma vez na fase de quartas de final, dessa vez perdendo diante de Lakey Peterson, que seria a grande campeã da etapa.

Simmers chegou em Teahupo’o precisando vencer apenas uma bateria para garantir sua vaga na WSL Finals. Assim, a jovem entrou no primeiro confronto do evento e fez sua parte, derrotando Molly Picklum é Gabriela Bryan.

O resultado positivo garantiu Caity na WSL Finals em seu ano de estreia no tour, um feito gigantesco para a jovem de apenas 17 anos.

Simmers continuou demonstrando todo seu talento e coragem nas poderosas ondas de Teahupo’o e só parou na final, quando perdeu para sua conterrânea Caroline Marks, em uma final 100% americana.

Caitlin Simmers se classificou para a WSL Finals na quinta colocação, a jovem vai enfrentou Molly Picklum na primeira bateria decisiva em Trestles e venceu a australiana para chegar no segundo embate.

No entanto, Simmers acabou derrotada por Caroline Marks, que chegaria até à final para conquistar seu primeiro título mundial.

Dessa forma, Caity terminou sua primeira temporada no circuito mundial como a quarta melhor surfista do mundo.

Temporada de 2024 de Caitlin Simmers

Caitlin Simmers
WSL/Heff

Caity começou com tudo 2024, a jovem norte-americana venceu o primeiro evento do ano em Pipeline, superando a australiana Molly Picklum na decisão do evento.

Após terminar em quinto e em nono nas etapas de Sunset e Peniche respectivamente, Simmers voltou a conquistar um título. Com direito a uma virada incrível contra Johanne Defay, a americana foi campeã em Bells Beach.

Confira outras biografias de surfistas

Características do surf de Caitlin Simmers

Caitlin Simmers: história, títulos e curiosidades no surf
WSL/Poullenot.

Caitlin Simmers é uma surfista regular, com uma característica pouco vista na categoria feminina, a jovem consegue e gosta muito de executar aéreos.

Além disso, a norte-americana sabe entubar e tem um surf moderno, rápido, criativo e explosivo. Mesmo com somente 1,58 de altura, Simmers demonstra ter uma forte mentalidade para vencer rivais mais experientes dentro da competição.

Títulos de Caitlin Simmers

Caitlin Simmers: história, títulos e curiosidades no surf
WSL/Poullenot.

De fato, mesmo muito jovem, Caity Simmers já causa impacto no mundo do surf, confira os títulos conquistados pela norte-americana.

  • 2021 – Jack’s Surfboard Pro/QS;
  • 2021 – US Open of Surfing Huntington Beach/CS;
  • 2022 – Gold Coast Pro/CS;
  • 2023 – MEO Pro Portugal;
  • 2023 – Rio Pro Saquarema;
  • 2024 – Pipeline Pro;
  • 2024 – Bells Beach.

Curiosidades sobre Caitlin Simmers

  • Conseguiu sua classificação para o tour de 2022 com somente 16 anos mas abriu mão de competir por conta dos estudos.
  • Garantiu novamente sua vaga para o tour via Challenger Series e entrou na elite do surf em 2023.
  • Venceu seu primeiro título na elite em 2023 no evento de Portugal, assim como o ganhador da categoria masculina João Chianca, esse também foi o primeiro troféu do brasileiro no tour.
  • Terminou como a quarta melhor surfista do mundo em seu ano de estreia no circuito mundial.

Confira outros textos sobre surf