Caio Ibelli protagonizou uma das derrotas mais surpreendentes dos dois primeiros rounds na etapa de Pipeline. O brasileiro é um dos melhores atletas do país em ondas tubulares.

No primeiro confronto, Caio acabou caindo em uma dura bateria contra o favoritíssimo John John Florence e um surpreendente Jake Marshall, sendo superado por ambos.

Já na repescagem em um mar complicado, Ibelli perdeu diante de Jacob Willcox e Ian Gentil, em uma bateria de notas baixas.

Caio Ibelli desabafa após eliminação

Como Caio Ibelli saiu de atleta descompromissado para o topo do ranking da WSL
Icon Sport

Os últimos dois anos de Caio Ibelli em Pipeline foram especiais, com o brasileiro chegando às semifinais. No entanto, 2024 acabou começando com o pé esquerdo para o brasileiro, que usou seu canal no YouTube para desabafar:

A primeira bateria foi muito boa, estava me sentindo confortável. Talvez as minhas pranchas foram as melhores que já tive para o Havaí em muito tempo e estava tudo certo.

Acabou que na última bateria não peguei onda. Rodei no segundo round em um campeonato que venho me dando bem há alguns anos, quebra o coração. Fiquei devastado por dois dias”, contou Caio.

Em seguida, o brasileiro relembrou sua pré-temporada e mostrou otimismo para conseguir uma recuperação no próximo evento em Sunset:

Estava treinando na Austrália, estava treinando muito. Querendo ou não a gente coloca expectativa. Mas é isso, passou, já era. Eu me preparei tanto que acho que me preparei para esse lado de ‘se der errado'.

Este ano estou preparado física e tecnicamente mais do que nos outros anos. Tenho fé e força que no próximo evento vou conseguir recuperar o que perdi neste”, encerrou o brasileiro.

Veja o vídeo completo no canal de Caio Ibelli abaixo.

Continue no mundo do surf! Confira também nossos outros conteúdos: