Sem dúvidas a ginástica rítmica é um esporte que está dentro do universo da ginástica nas olimpíadas, ao lado da artística e de trampolim.

Pouco acompanhado no Brasil fora das olimpíadas, o esporte sempre chama atenção do público brasileiro na época de grandes competições por ser um dos esportes mais diferentes e que sempre tem alguma brasileira fazendo grandes apresentações.

História da ginástica rítmica

A ginástica rítmica surgiu no início do século XX, destinada exclusivamente as mulheres e combinando movimentos, terapia respiratória, relaxamento e dança.

Inicialmente chamada de ginástica moderna, foi desenvolvida nas primeiras décadas do século. Em 1952, a Liga Internacional de Ginástica Moderna foi criada para promover o esporte, que já havia sido demonstrado nas Olimpíadas de 1948 e 1952.

Em 1962, a Federação Internacional de Ginástica reconheceu a modalidade como independente. O primeiro Campeonato Mundial ocorreu em 1963, quando a modalidade foi renomeada várias vezes, até se estabelecer como ginástica rítmica em 2003.

Brasil na ginástica rítmica

O Brasil participou pela primeira vez da ginástica rítmica nas Olimpíadas de 1984 em Los Angeles com a ginasta Rosana Favilla. Em 1992, nas Olimpíadas de Barcelona, Marta Schonhorst ficou na 41ª posição entre 43 participantes.

Nos Jogos Olímpicos de Sydney em 2000, o conjunto brasileiro alcançou seu melhor resultado até então, terminando em oitavo lugar. Em 2004, nas Olimpíadas de Atenas, o conjunto nacional novamente se classificou para a final e ficou em oitavo lugar.

Nos Jogos Olímpicos de 2016, a ginasta Natália Gaudio obteve a melhor colocação para uma brasileira individual, alcançando o 23º lugar.

Maiores medalhistas na ginástica rítmica

Atleta Pais Ouro Prata Bronze Total
Anastasiya Bliznyuk Rússia 2 1 0 3
Nataliya Lavrova Rússia 2 0 0 2
Yelena Posevina Rússia 2 0 0 2
Yevgeniya Kanayeva Rússia 2 0 0 2
Anastasiya Maksimova Rússia 1 1 0 2
Anastasiya Tatareva Rússia 1 1 0 2
Aleksandra Timoshenko Ucrânia 1 0 1 2
Alina Kabayeva Rússia 1 0 1 2

Medalhistas na ginástica rítmica

Individual geral

Jogos Medalha de Ouro Medalha de Prata Medalha de Bronze
Angeles 1984 Lori Fung (Canadá) Doina Stăiculescu (Romênia) Regina Weber (Alemanha Ocidental)
Seul 1988 Marina Lobatch (União Soviética) Adriana Dunavska (Bulgária) Alexandra Timoshenko (União Soviética)
Barcelona 1992 Alexandra Timoshenko (Equipa Unificada) Carolina Pascual (Espanha) Oksana Skaldina (Equipa Unificada)
Atlanta 1996 Kateryna Serebrianska (Ucrânia) Yana Batyrshina (Rússia) Olena Vitrychenko (Ucrânia)
Sydney 2000 Yulia Barsukova (Rússia) Yulia Raskina (Bielorrússia) Alina Kabaeva (Rússia)
Atenas 2004 Alina Kabaeva (Rússia) Irina Tchachina (Rússia) Anna Bessonova (Ucrânia)
Pequim 2008 Yevgeniya Kanayeva (Rússia) Inna Zhukova (Bielorrússia) Anna Bessonova (Ucrânia)
Londres 2012 Yevgeniya Kanayeva (Rússia) Daria Dmitrieva (Rússia) Liubov Charkashyna (Bielorrússia)
Rio 2016 Margarita Mamun (Rússia) Yana Kudryavtseva (Rússia) Hanna Rizatdinova (Ucrânia)
Tóquio 2020 Linoy Ashram (Israel) Dina Averina (ROC) Alina Harnasko (Bielorrússia)

Grupos

Jogos Medalha de Ouro Medalha de Prata Medalha de Bronze
Atlanta 1996 Marta Baldó, Nuria Cabanillas, Estela Giménez, Lorena Guréndez, Tania Lamarca, Estíbaliz Martínez (Espanha) Ina Deltcheva, Valentina Kevlian, Maria Koleva, Maja Tabakova, Ivelina Taleva, Viara Vatachka (Bulgária) Yevgeniya Bochkaryova, Irina Dzyuba, Yuliya Ivanova, Yelena Krivoshey, Olga Shtyrenko, Angelina Yushkova (Rússia)
Sydney 2000 Irina Belova, Yelena Shalamova, Natalia Lavrova, Mariya Netesova, Vyera Shimanskaya, Irina Zilber (Rússia) Tatyana Ananko, Tatyana Belan, Anna Glazkova, Irina Ilyenkova, Maria Lazuk, Olga Puzhevich (Bielorrússia) Eirini Aindili, Evangelia Christodoulou, Maria Georgatou, Zacharoula Karyami, Charikleia Pantazi, Anna Pollatou (Grécia)
Atenas 2004 Olesya Belugina, Olga Glatskikh, Tatiana Kurbakova, Natalia Lavrova, Yelena Posevina, Elena Murzina (Rússia) Elisa Blanchi, Fabrizia D'Ottavio, Marinella Falca, Daniela Masseroni, Elisa Santoni, Laura Vernizzi (Itália) Zhaneta Ilieva, Eleonora Kezhova, Zornitsa Marinova, Kristina Ranguelova, Galina Tancheva, Vladislava Tancheva (Bulgária)
Pequim 2008 Margarita Aliychuk, Anna Gavrilenko, Tatiana Gorbunova, Yelena Posevina, Daria Shkurikhina, Natalia Zuyeva (Rússia) Cai Tongtong, Chou Tao, Lü Yuanyang, Sui Jianshuang, Sun Dan, Zhang Shuo (China) Olesya Babushkina, Anastasia Ivankova, Ksenia Sankovich, Zinaida Lunina, Glafira Martinovich, Alina Tumilovich (Bielorrússia)
Londres 2012 Ksenia Dudkina, Alina Makarenko, Uliana Donskova, Anastasia Bliznyuk, Karolina Sevastyanova, Anastasia Nazarenko (Rússia) Maryna Hancharova, Anastasia Ivankova, Nataliya Leshchyk, Aliaksandra Narkevich, Ksenia Sankovich, Alina Tumilovich (Bielorrússia) Elisa Blanchi, Romina Laurito, Marta Pagnini, Elisa Santoni, Anzhelika Savrayuk, Andreea Stefanescu (Itália)
Rio 2016 Vera Biryukova, Anastasia Bliznyuk, Anastasia Maksimova, Anastasia Tatareva, Maria Tolkacheva (Rússia) Sandra Aguilar, Artemi Gavezou, Elena López, Lourdes Mohedano, Alejandra Quereda (Espanha) Reneta Kamberova, Lyubomira Kazanova, Mihaela Maevska-Velichkova, Tsvetelina Naydenova, Hristiana Todorova (Bulgária)
Tóquio 2020 Simona Dyankova, Stefani Kiryakova, Madlen Radukanova, Laura Traets, Erika Zafirova (Bulgária) Anastasia Bliznyuk, Anastasia Maksimova, Angelina Shkatova, Anastasia Tatareva, Alisa Tishchenko (ROC) Martina Centofanti, Agnese Duranti, Alessia Maurelli, Daniela Mogurean, Martina Santandrea (Itália)

Quadro geral de medalhas por país na ginástica rítmica

Pais Ouro Prata Bronze Total
Rússia 10 4 2 16
Bulgária 1 2 2 5
Espanha 1 2 0 3
Ucrânia 1 0 4 5
União Soviética 1 0 1 2
Equipe unificada 1 0 1 2
Canada 1 0 0 1
Israel 1 0 0 1
Belarus 0 4 3 7
ROC 0 2 0 2
Itália 0 1 2 3
Cina 0 1 0 1
Romênia 0 1 0 1
Grécia 0 0 1 1
Alemanha 0 0 1 1

Agora que você sabe tudo sobre corridas com ginástica rítmica nas olimpíadas, aproveite para se aprofundar ainda mais no tema com nossos outros conteúdos: