A Seleção Uruguaia de Futebol é também conhecida como A Celeste e venceu muitos títulos ao longo de sua rica história, incluindo duas Copas do Mundo. Venceu também duas medalhas de ouro em Olimpíadas o que lhe rendeu o apelido de Celeste Olímpica.

Conquistou também 15 vezes a Copa América, sendo a maior vencedora, ao lado da Argentina. Até a Copa do Mundo de 2022, o Uruguai jogou 13 vezes o torneio, sendo a terceira seleção da América do Sul com mais participações.

Considerando apenas os títulos oficiais por seleções principais, o Uruguai contabiliza um total de 19 títulos, feito impressionante para um pequeno país de pouco mais de 3,4 milhões de habitantes.

A Seleção Uruguaia conquistou seu último título em 2011, quando venceu a Copa América disputada na Argentina.

Seleção Uruguaia de Futebol: história, títulos e recordes
Icon Sport

História da Seleção Uruguaia

A história da Seleção Uruguaia pode ser contada através de três competições principais, a Copa do Mundo, a Copa América e as Olimpíadas, com os títulos conquistados contando a história da Celeste.

Copa do Mundo

Em 1930, como atual bicampeão olímpico, o Uruguai foi escolhido para sediar a primeira Copa do Mundo de Futebol. O Estádio Centenário foi construído em homenagem aos 100 anos de independência do país e serviu como grande palco do torneio.

Caiu num grupo com Romênia e Peru, vencendo os dois e passando para as semifinais, onde atropelou a Iugoslávia por 6 x 1, chegando assim à decisão. Na final, com um público de 93 mil pessoas no Centenário, venceu a Argentina por 4 x 2 e conquistou a taça.

Seleção Uruguaia de Futebol: história, títulos e recordes
Icon Sport

Na Copa do Mundo de 1950, o Brasil era o grande favorito para conquistar o troféu jogando em casa. Porém, o Uruguai chegou à última partida do quadrangular final, no Maracanã e venceu com mais de 200 mil pessoas no estádio.

A campanha uruguaia teve uma grande goleada sobre a Bolívia, um inapelável 8 x 0 e no quadrangular final, empatou com a Espanha, venceu a Suécia e no último jogo contra o Brasil, venceu de virada com gols de Schiaffino e Ghiggia.

Copa América

O Uruguai é o maior vencedor da Copa América, ao lado da Argentina, com as duas seleções tendo conquistado a competição em 15 oportunidades. Em 14 dos 15 títulos conquistados nessa competição, o Uruguai venceu de forma invicta o torneio.

As conquistas invictas aconteceram em 1916, 1917, 1920, 1923, 1924, 1926, 1935, 1942, 1956, 1959, 1967, 1987, 1995, 2011. Venceu o torneio mais uma vez, em 1983, mas nessa conquista acabou perdendo pelo menos uma vez.

Na última conquista de Copa América, em 2011, disputada na Argentina, o Uruguai voltou a vencer uma competição oficial após 16 anos sem levantar a taça. Na decisão, venceu o Paraguai por 3 x 0, com gols marcados por Suárez uma vez e Forlán duas vezes.

Olimpíadas

Nos Jogos Olímpicos, a Seleção Uruguaia já conquistou a medalha de ouro em duas oportunidades, tendo vencido as duas primeiras Olimpíadas, em 1924 em Paris e depois em 1928, em Amsterdã.

Com as conquistas das medalhas de ouro de forma consecutiva, o Uruguai ganhou o apelido de Celeste Olímpica. Em 1924, chegou a final e venceu a Suíça por 3 x 0, garantindo a medalha de ouro.

Quatro anos mais tarde, na final, acabou vencendo a Argentina por 2 x 1 e ficando mais uma vez com a medalha de ouro.

Primeiro jogo da Seleção Uruguaia

O primeiro jogo da Seleção Uruguaia de Futebol foi um amistoso contra a Argentina, no dia 20 de julho de 1902. A partida foi disputada em Montevidéu e terminou com vitória da Argentina por 6 x 0.

Primeiro título da Seleção Uruguaia

A Seleção Uruguaia venceu seu primeiro título em 1916, no Campeonato Sul-Americano de Futebol, hoje chamado de Copa América. O torneio contou com apenas quatro equipes, Uruguai, Brasil, Argentina e Chile.

A torneio aconteceu na Argentina, entre os dias 2 e 17 de julho de 1916. A Seleção Uruguaia venceu duas partidas e empatou a terceira e decisiva contra os anfitriões, teve a melhor defesa sofrendo apenas um gol, enquanto o melhor ataque foi dos argentinos.

O artilheiro do torneio foi Isabelino Gradín, do Uruguai com três gols marcados, sendo dois deles na goleada sobre o Chile e mais um na vitória sobre o Brasil.

Vá além do futebol:

Todos os títulos da Seleção Uruguaia

  • Copa do Mundo: 2 (1930, 1950)
  • Copa de Ouro dos Campeões Mundiais ou Mundialito: 1 (1980)
  • Copa América: 15 (1916, 1917, 1920, 1923, 1924, 1926, 1935, 1942, 1956, 1959, 1967, 1983, 1987, 1995, 2011)
  • Olimpíadas: 2 (1924, 1928)
  • Jogos Pan-Americanos: 2 (1983, 2015)

Recordes da Seleção Uruguaia

  • Jogador com o maior número de jogos: Diego Godín, 161 partidas
  • Maior artilheiro:  Luis Suárez, 68 gols
  • Maior artilheiro em Copas do Mundo: Óscar Míguez, 8 gols
  • Maior artilheiro em Eliminatórias para a Copa do Mundo: Luis Suárez, 29 gols
  • Treinador com o maior número de jogos: Óscar Tabarez, 188 jogos
  • Maior vitória: Uruguai 9 x 0 Bolívia (1927)
  • Maior derrota: Uruguai 0 x 6 Argentina (1902).

Jogadores que mais defenderam a Seleção Uruguaia

  • Diego Godín: 161 (2005–2022)
  • Luis Suárez: 138 (2007–Presente)
  • Edinson Cavani: 136 (2007–Presente)
  • Fernando Muslera: 133 (2009–Presente)
  • Maxi Pereira: 125 (2005–2018)
  • Martín Caceres: 116 (2007–Presente)
  • Diego Forlán: 112 (2002–2014)
  • Cristian Rodríguez: 110 (2003–2018)
  • Diego Lugano: 95 (2005–2014)
  • Egidio Arévalo Ríos: 89 (2006–2017)
  • Diego Pérez: 88 (2001–2014)
  • Álvaro Pereira: 83 (2008–2016)
  • José Giménez: 80 (2013–Presente)
  • Rodolfo Rodríguez: 78 (1976–1986)
Seleção Uruguaia de Futebol: história, títulos e recordes
Icon Sport

Maiores artilheiros da Seleção Uruguaia (jogos oficiais)

  • Luis Suárez: 68 gols
  • Edinson Cavani: 58 gols
  • Diego Forlán: 36 gols
  • Hector Scarone: 31 gols
  • Ángel Romano: 28 gols
  • Óscar Míguez: 27 gols
  • Sebástian “El Loco” Abreu: 26 gols
  • Pedro Petrone: 24 gols
  • Fernando Morena: 22 gols
  • Carlos Alberto Aguilera: 22 gols
Seleção Uruguaia de Futebol: história, títulos e recordes
Icon Sport

Todos os técnicos da Seleção Uruguaia

  • Jorge Pacheco e Alfredo Foglino (1916)
  • Ramón Platero (1917)
  • Julián Bértola (1917-1918)
  • Severino Castillo (1919-1920)
  • Ernesto Fígoli (1920-1922)
  • Pedro Olivieri (1922-1923)
  • Leonardo De Lucca (1923-1924)
  • Ernesto Meliante (1924-1926)
  • Andrés Mazali e Ernesto Fígoli (1926)
  • Luis Grecco (1927-1928)
  • Alberto Suppici (1928-1932)
  • Raúl Blanco (1932-1933)
  • Alberto Supicci (1933-1941)
  • Pedro Cea (1941-1942)
  • José Nasazzi (1942-1945)
  • Aníbal Tejada (1945-1946)
  • Guzmán Vila Gomensoro (1946)
  • Juan López (1946-1955)
  • Juan Carlos Corazzo (1955)
  • Hugo Bagnulo (1955-1957)
  • Juan López (1957-1959)
  • Héctor Castro (1959)
  • Juan Carlos Corazzo (1959-1961)
  • Enrique Fernández (1961-1962)
  • Juan Carlos Corazzo (1962-1964)
  • Rafael Milans (1964-1965)
  • Ondino Viera (1965-1967)
  • Enrique Fernández (1967-1969)
  • Juan Hohberg (1969-1970)
  • Hugo Bagnulo (1970-1973)
  • Roberto Porta (1974)
  • Juan Schiaffino (1974-1975)
  • José María Rodríguez (1975-1977)
  • Juan Hohberg (1977)
  • Raúl Bentancor (1977-1979)
  • Roque Máspoli (1979-1982)
  • Omar Borrás (1982-1987)
  • Roberto Fleitas (1987-1988)
  • Óscar Tabárez (1988-1990)
  • Luis Cubilla (1990-1993)
  • Ildo Maneiro (1993-1994)
  • Héctor Núñez (1994-1996)
  • Juan Ahuntchaín (1996-1997)
  • Roque Máspoli (1997-1998)
  • Víctor Púa (1998-2000)
  • Daniel Passarella (2000-2001)
  • Víctor Púa (2001-2003)
  • Juan Ramón Carrasco (2003-2004)
  • Jorge Fossati (2004-2006)
  • Óscar Tabárez (2006-2021)
  • Diego Alonso (2021-2022)
  • Marcelo Bielsa (2023-Presente)
Seleção Uruguaia de Futebol: história, títulos e recordes
Icon Sport

Convocação Seleção Uruguaia para a Copa América 2024

Depois de relembrar a história, os títulos e os recordes da Seleção Uruguaia, aproveite para ler outros conteúdos sobre futebol: