A Seleção Espanhola, conhecida carinhosamente como “La Roja” pelos seus torcedores, representa a paixão e o orgulho de uma nação apaixonada pelo mundo do futebol.

Ao longo de sua rica história, a Espanha ganhou reconhecimento como uma das equipes respeitadas no cenário mundial, conquistando troféus importantes e deixando sua marca em competições internacionais.

Com uma abordagem de jogo caracterizada pelo controle da posse de bola, a Seleção Espanhola se diferencia pela capacidade de controlar seus adversários durante as partidas.

Desde suas primeiras participações em competições internacionais até os títulos mais recentes, os espanhóis continuam deixando uma marca indelével no cenário do futebol europeu e mundial.

História da Seleção Espanhola

A trajetória da Seleção Espanhola remonta ao final do século XIX, mas sua participação em competições internacionais começou a ganhar destaque a partir da década de 1920. Apesar de ter enfrentado desafios, alternando entre altos e baixos ao longo dos anos, o time espanhol se tornou uma potência no futebol mundial nas últimas décadas.

Um dos momentos mais marcantes da história da Seleção Espanhola foi a conquista da Eurocopa de 1964, seu primeiro grande título internacional. No entanto, os espanhóis enfrentaram períodos de dificuldade nas décadas seguintes, com várias eliminações precoces em torneios importantes.

A virada aconteceu entre nas nas últimas décadas, quando a Seleção Espanhola experimentou um período de domínio no futebol mundial.

Sob o comando de Luis Aragonés e depois de Vicente del Bosque, a Espanha conquistou duas vezes seguidas a Eurocopa (2008 e 2012), além da Copa do Mundo 2010, se tornando a primeiro país a vencer três grandes torneios consecutivos.

Desde então, a Espanha tem sido uma presença constante em competições internacionais, embora tenha enfrentado desafios para manter o mesmo nível de desempenho. Apesar das dificuldades na transição entre algumas gerações, La Roja continua sendo uma das seleções mais respeitadas e temidas do mundo.

Primeira partida da Seleção Espanhola

A primeira partida oficial da Seleção Espanhola de Futebol ocorreu em 28 de agosto de 1920, nos Jogos Olímpicos de Antuérpia, na Bélgica. A Espanha enfrentou a Dinamarca, vencendo o adversário por 1 a 0, marcando assim sua estreia no cenário internacional.

Sob o comando de Francisco Bru, a Seleção Espanhola iniciou sua trajetória no mundo do futebol com o pé direito. Eficiente no ataque e seguro defensivamente, o time espanhol conquistou a primeira vitória graças ao gol marcado por Patricio Arabolaza.

Primeiro título da Seleção Espanhola

Uma das maiores potências do futebol mundial, a Seleção Espanhola venceu a Eurocopa de 1964. Faturando seu primeiro título, os espanhóis demostraram um desempenho impressionante, avançando na competição com maestria.

Na decisão, jogando no Estádio Santiago Bernabéu, a Seleção Espanhola fez o dever de casa, vencendo a União Soviética por 2 a 1, em Madrid.

Curiosidades da Seleção Espanhola

La Roja

O apelido “La Roja” é uma referência direta à cor vermelha dos uniformes da Seleção Espanhola de Futebol. A origem desse apelido remonta ao início do século 20, quando a equipe adotou o vermelho como cor predominante de seus uniformes.

O vermelho é uma cor que está profundamente enraizada na história da Seleção Espanhola, associada à paixão dos torcedores. Quando o time espanhol começou a se destacar internacionalmente, especialmente durante a década de 1920, o apelido “La Roja” começou a ser usado para descrever o time.

Ao longo dos anos, ”La Roja” se tornou parte integrante da identidade da Seleção Espanhola, sendo usado por torcedores, mídia e até mesmo pela própria equipe. O apelido carinhoso reflete não apenas a cor dos uniformes, mas também o espírito e a paixão com os quais os jogadores representam o país nos torneios.

Rivalidade entre Espanha x Portugal

A rivalidade entre a Espanha e Portugal é uma das mais antigas e intensas do mundo do futebol, enraizada em disputas históricas e geopolíticas.

Em competições internacionais, os confrontos são aguardados com grande expectativa, proporcionando partidas equilibradas.

Apesar da rivalidade, há um respeito mútuo entre as seleções e clubes, com muitos jogadores atuando em ligas e equipes do outro país.

A magia da Seleção Espanhola com o ‘tiki-taka'

Seleção Espanhola de Futebol: história, títulos e recordes
Seleção Espanhola comemorando a Copa do Mundo 2010 – Icon Spot

Durante um período de histórico, a Seleção Espanhola viveu uma fase excepcional, conquistando três títulos internacionais consecutivos de forma invicta: Eurocopa (2008 e 2021) e a Copa do Mundo (2010).

A Seleção Espanhola, conhecida pelo seu estilo de jogo envolvente e eficaz, baseado no “tiki-taka”, demostrava maestria em controlar o jogo, tanto defensiva quanto ofensivamente. As conquistas de forma invicta vitórias consagraram a Espanha como uma das principais equipes de todos os tempos,  deixando um legado no mundo do futebol.

Todos os títulos da Seleção Espanhola

  • Copa do Mundo: 1 (2010)
  • Eurocopa: 3 (1964, 2008 e 2012)
  • Liga das Nações da UEFA: 1 (2022/23)
  • Olimpíadas: 1 (1992)

Recordes da Seleção Espanhola

  • Jogador com o maior número de jogos: Sergio Ramos – 180 partidas
  • Maior artilheiro: David Villa – 59 gols
  • Maior artilheiro em Copas do Mundo: David Villa – 9 gols
  • Maior artilheiro em Eliminatórias para a Copa do Mundo: David Villa – 13 gols
  • Treinador com o maior número de jogos: Vicente del Bosque – 113 partidas
  • Maior vitória: Espanha 13 x 0 Bulgária (Amistoso – 1933)
  • Maior derrota: Inglaterra 7 x 1 Espanha (Amistoso – 1929)

Você ama outros esportes além do futebol? Aqui no Esportelândia também falamos sobre:

Jogadores que mais defenderam a Seleção Espanhola

Seleção Espanhola de Futebol: história, títulos e recordes
Sergio Ramos com a taça da Eurocopa 2012 – Icon Sport
  1. Sergio Ramos (2005-2022) – 180
  2. Iker Casillas (2000-2016) – 167
  3. Sergio Busquets (2009-2022) – 143
  4. Xavi (2000-2014) – 133
  5. Andrés Iniesta (2006-2018) – 131
  6. Andoni Zubizarreta (1985-1998) – 126
  7. David Silva (2006-2018) – 125
  8. Xabi Alonso (2003-2014) – 114
  9. Cesc Fàbregas (2006-2016) – 110
  10. Fernando Torres (2003-2014) – 110

Maiores artilheiros da Seleção Espanhola

Seleção Espanhola de Futebol: história, títulos e recordes
David Villa em ação pela Seleção Espanhola – Nelson Almeida/AFP
  1. David Villa (2005-2017): 59 gols
  2. Raúl (1996-2006): 44 gols
  3. Fernando Torres (2003-2014): 38 gols
  4. David Silva (2006-2018): 35 gols
  5. Álvaro Morata (2014-): 35 gols
  6. Fernando Hierro (1989-2002): 29 gols
  7. Fernando Morientes (1998-2007) 27 gols
  8. Emilio Butragueño (1984-1992): 26 gols
  9. Sergio Ramos (2005-2022): 23 gols
  10. Alfredo di Stéfano (1957-1961): 23 gols

Todos os técnicos da Seleção Espanhola

Seleção Espanhola de Futebol: história, títulos e recordes
Vicente Del Bosque conquistou a Copa do Mundo 2010 pela Espanha – Icon Sport
  • Francisco Bru (1920)
  • Julián Ruete (1921-1922)
  • José Ángel Berraondo (1921-1928)
  • Manuel de Castro González (1921-1927)
  • José María Mateos (1922-1933)
  • Salvador Díaz Iraola (1922)
  • Luis Argüello Brage (1923)
  • Pedro Parages (1923-1924)
  • José García-Cernuda (1923-24)
  • Luis Colina Álvarez (1924)
  • José Rosich Rubiera (1924)
  • Julián Olave Videa (1924)
  • Ricardo Cabot Montalt (1925)
  • Ezequiel Montero Román (1926-1927)
  • Fred Pentland (1929)
  • Amadeo García de Salazar (1934-1936)
  • Eduardo Teus López (1941-1942)
  • Jacinto Quincoces (1945)
  • Luis Casas Pasarín (1946)
  • Pablo Hernández Coronado (1947-1962)
  • Guillermo Eizaguirre (1948-1956)
  • Félix Quesada (1951)
  • Luis Iceta (1951)
  • Paulino Alcántara (1951)
  • Ricardo Zamora (1952)
  • Pedro Escartín (1952-1961)
  • Luis Iribarren Cavanilles (1953-1954)
  • Ramón Melcón Bartolomé (1955)
  • José Luis del Valle (1955)
  • Emilio Jiménez Millas (1955)
  • Juan Touzón Jurjo (1955)
  • Manuel Meana (1957-1959)
  • José Luis Lasplazas (1959-1960)
  • Ramón Gabilondo (1959-1960)
  • José Villalonga (1962-1966)
  • Domingo Balmanya (1966-1968)
  • Eduardo Toba (1968-1969)
  • Salvador Artigas (1969)
  • Luis Molowny (1969)
  • László Kubala (1969-1980)
  • José Santamaría (1980-1982)
  • Miguel Muñoz (1982-1988)
  • Luís Suárez (1988-1991)
  • Vicente Miera (1991-1992)
  • Javier Clemente (1992-1998)
  • José Antonio Camacho (1998-2002)
  • Iñaki Sáez (2002-2004)
  • Luis Aragonés (2004-2008)
  • Vicente del Bosque (2008-2016)
  • Julen Lopetegui (2016-2018)
  • Fernando Hierro (interino – 2018)
  • Luis Enrique (2018-2022)
  • Luis de la Fuente (2023-)

Convocação da Seleção Espanhola para a Eurocopa 2024

Depois de relembrar a história, os títulos e os recordes da Seleção Espanhola, aproveite para ler outros conteúdos sobre futebol: