Sem dúvida alguma, a Seleção Costarriquenha ganhou o coração dos amantes de futebol após a Copa do Mundo de 2014, quando foi a surpresa da copa, passando em um grupo extremamente forte e surpreendendo a todos.

Porém, a história da Seleção Costarriquenha é cheia de grandes histórias, tendo bons jogadores e sendo bem presente nas competições da América e recentemente nas copas do mundo.

Sendo assim, veja a seguir tudo sobre a Seleção Costarriquenha, que é tida como a terceira maior seleção da Concacaf.

História da Seleção Costarriquenha

A seleção de futebol da Costa Rica, conhecida como “Los Ticos”, tem uma história rica e notável no cenário internacional. Fundada em 1921, a equipe começou a se destacar na região da CONCACAF ao vencer seu primeiro torneio importante, o Copa da CCCF, em 1941.

No entanto, foi apenas em 1990 que a Costa Rica fez sua estreia em Copas do Mundo, na Itália, surpreendendo ao chegar às oitavas de final em sua primeira participação.

A década de 2000 marcou um período de crescimento e consolidação, com a seleção participando das Copas do Mundo de 2002 e 2006. Contudo, foi em 2014 que a Costa Rica teve sua maior glória.

No torneio realizado no Brasil, os Ticos superaram todas as expectativas ao vencer um “grupo da morte” que incluía Itália, Inglaterra e Uruguai, avançando até as quartas de final, onde foram eliminados pela Holanda nos pênaltis.

A seleção também conquistou três Copas Centro-Americanas e teve um desempenho sólido na Copa Ouro da CONCACAF. Reconhecida por sua disciplina tática e jogadores talentosos como Keylor Navas e Bryan Ruiz, a Costa Rica continua a ser uma força respeitada no futebol mundial.

Primeiro jogo da Seleção Costarriquenha

A Seleção Costarriquenha fez seu primeiro jogo na história em 1921, onde enfrentou a Seleção da Guatemala fora de casa e aplicou uma sonora goleada por 7×0, começando bem a sua história, mostrando que era uma seleção de muito futuro.

Copa do Mundo 2014: O não título que entrou para a história

Sem dúvidas, o maior momento da história da Seleção Costarriquenha é a sua campanha na Copa do Mundo de 2014. Jogando em solo brasileiro, a Costa Rica surpreendeu a todos, chegando as quartas de final da competição.

Após cair no grupo considerado o mais forte da competição, ao lado de Inglaterra, Uruguai e Itália, para muitos a Costa Rica seria o saco de pancadas, mas esteve bem longe disso.

Logo na sua estreia, a Costa Rica venceu os uruguaios por 3×1 e assumiram a ponta do grupo, já que Itália venceu a Inglaterra por 2×1.

Na 2ª rodada, a Costa Rica surpreendeu a Itália e conseguiu vencer por 1×0, se garantindo na próxima fase competição. Mas, para surpreender ainda mais a todos, seguraram um 0x0 na 3ª rodada contra a Inglaterra, ficando com a liderança do grupo D com sete pontos.

Nas oitavas de final, a Seleção Costarriquenha encararam a Grécia e fizeram uma boa partida, mas não conseguiram sair com a vitória. Com um gol no último lance dos gregos, a partida foi para os pênaltis, mas os costarriquenhos não tiveram dificuldades e ficaram com a vitória por 5×3.

Já nas quartas de final, a Costa Rica já tinha feito história e poderia fazer ainda mais, já que enfrentaram a poderosa Holanda.

Jogando no sol de Salvador, costarriquenhos e holandeses não saíram do 0x0 e a partida acabou indo para os pênaltis, com a Holanda vencendo por 4×3, acabando com a histórica campanha da Seleção Costarriquenha, que ficou com a 7ª melhor campanha da Copa de 2014.

Seleção Costarriquenha nas Copas do Mundo

A Costa Rica vem sendo um nome bem presente nas últimas edições de copas do mundo, mas antes disso era uma seleção bem desconhecida, que foi disputar a sua primeira copa apenas em 1990.

Além disso, como dito antes, a sua melhor campanha foi na Copa do Mundo de 2014 no Brasil, onde chegaram as quartas de final.

  • 1930 (Uruguai): Não entrou.
  • 1934 (Itália): Não entrou.
  • 1938 (França): Desistiu
  • 1950 (Brasil): Não entrou.
  • 1954 (Suíça): Entrada não aceita.
  • 1958 (Suécia): Costa Rica não se classificou.
  • 1962 (Chile): Costa Rica não se classificou.
  • 1966 (Inglaterra): Costa Rica não se classificou.
  • 1970 (México): Costa Rica não se classificou.
  • 1974 (Alemanha Ocidental): Costa Rica não se classificou.
  • 1978 (Argentina): Costa Rica não se classificou.
  • 1982 (Espanha): Costa Rica não se classificou.
  • 1986 (México): Costa Rica não se classificou.
  • 1990 (Itália): Eliminado nas oitavas de final.
  • 1994 (Estados Unidos): Costa Rica não se classificou.
  • 1998 (França): Costa Rica não se classificou.
  • 2002 (Coreia do Sul/Japão): Eliminado na fase de grupos.
  • 2006 (Alemanha): Eliminado na fase de grupos.
  • 2010 (África do Sul): Costa Rica não se classificou.
  • 2014 (Brasil): Eliminado nas quartas de final.
  • 2018 (Rússia): Eliminado na fase de grupos.
  • 2022 (Qatar): Eliminado na fase de grupos.

Curiosidades da Seleção Costarriquenha

  • Treinadores Estrangeiros: A seleção da Costa Rica teve vários treinadores estrangeiros ao longo dos anos, incluindo o brasileiro Alexandre Guimarães, que levou a equipe à Copa do Mundo de 2002 e 2006.
  • Primeira Participação em Copas do Mundo: A primeira participação da Costa Rica em uma Copa do Mundo foi em 1990, na Itália. Eles surpreenderam ao chegar às oitavas de final, onde foram eliminados pela Tchecoslováquia.
  • Inovação Tática: Em várias ocasiões, a Costa Rica foi elogiada por sua disciplina tática e inovação. Na Copa do Mundo de 2014, por exemplo, a seleção usou um sistema defensivo de cinco jogadores que surpreendeu muitas das equipes adversárias.
  • Apelido: A seleção da Costa Rica é carinhosamente conhecida como “Los Ticos”. O termo “tico” é uma gíria popular para se referir aos costarriquenhos.

Vá além do futebol:

Elenco atual da Seleção Costarriquenha

Todos os títulos da Seleção Costarriquenha

  • Copa Ouro da Concacaf 1963, 1969 e 1989
  • Copa Centroamericana 1991, 1997, 1999, 2003, 2005, 2007, 2013 e 2014

Recordes da Seleção Costarriquenha

  • Jogador com maior números de jogos: Celso Borges – 161 jogos
  • Maior artilheiro: Rolando Fonseca – 47 gols
  • Maior artilheiro em Copas do Mundo: Paulo Wanchope – 3 gols
  • Treinador com o maior número de jogos: Jorge Luis Pinto – 50 jogos
  • Maior vitória: Costa Rica 12 x 0 Porto Rico (1946)
  • Maior derrota: Espanha 7 x 0 Costa Rica (2022)

Jogadores que mais defenderam a Seleção Costarriquenha

Posição Jogador Jogos Período
1 Celso Borges 161 2008 – Atualmente
2 Bryan Ruiz 147 2005 – 2022
3 Walter Centeno 137 1995 – 2009
4 Luis Marín 128  1993 – 2009
5 Joel Campbell 128 2011 – Atualmente
6 Rolando Fonseca 113 1992 – 2011
7 Keylor Navas 1110 2008 – Atualmente
8 Mauricio Solís 110 1993 – 2006
9 Álvaro Saborío 108 2002 – 2016
10 Michael Umaña 103 2004 – 2017

Maiores artilheiros da Seleção Costarriquenha

Posição Jogador Gols Período
1 Rolando Fonseca 47 1992 – 2011
2 Paulo Wanchope 45 1996 – 2008
3 Álvaro Saborío 35 2002 – 2016
4 Juan Ulloa 27 1955 – 1970
5 Bryan Ruiz 25 2005 – 2022
6 Walter Centeno 24 1995 – 2009
Ronald Gómez 24 1993 – 2008
8 Jorge Hernán Monge 23 1955 – 1962
9 Celso Borges 22 2008 –
10 Hernán Medford 18 1987 – 2002

Todos os técnicos da Seleção Costarriquenha

  • Gustavo Alfaro (Atual)
  • Claudio Vivas
  • Luis Fernando Suárez
  • Rónald González
  • Douglas Sequeira
  • Gustavo Matosas
  • Rónald González
  • Óscar Ramírez
  • Paulo Wanchope
  • Paulo Wanchope
  • Jorge Luis Pinto
  • Rónald González
  • Ricardo La Volpe
  • Rónald González
  • Renê Simões
  • Rodrigo Kenton
  • Hernán Medford
  • Carlos Watson
  • Alexandre Guimarães
  • Jorge Luis Pinto
  • Steve Sampson
  • Rodrigo Kenton
  • Alexandre Guimarães
  • Gílson Nunes
  • Marvin Rodríguez
  • Francisco Maturana
  • Rolando Villalobos
  • Juan Luis Hernández
  • Horacio Cordero
  • Valdeir Vieira
  • Toribio Rojas
  • Álvaro Grant MacDonald
  • Marvin Rodríguez
  • Juan José Gámez
  • Marvin Rodríguez
  • Héctor Núñez
  • Antonio Moyano
  • Rolando Villalobos
  • Velibor Milutinovic
  • Marvin Rodríguez
  • Antonio Moyano
  • Gustavo de Simone
  • Odir Jacques
  • Álvaro Grant MacDonald
  • Antonio Moyano
  • Ivan Mraz
  • Juan José Gámez
  • Humberto Maschio
  • Marvin Rodríguez
  • Eduardo Toba
  • Hugo Tassara
  • Rubén Amorín
  • Otto Bumbel
  • Randolph Galloway
Seleção Costarriquenha de Futebol: história, títulos e recordes
Gustavo Alfaro, atual técnico da Costa Rica – Icon Sport

Depois de relembrar a história, os títulos e os recordes da Seleção Costarriquenha, aproveite para ler outros conteúdos sobre futebol: