Tetracampeão brasileiro, saiba mais sobre o Fluminense, que ficou conhecido como Time de Guerreiros em 2009 e que tem como um dos maiores ídolos o ex-centroavante Fred.

Início e história

O Fluminense foi fundado em 21 de julho de 1902, por Oscar Cox, que era filho de um inglês, vice-cônsul da Inglaterra. A princípio, suas cores eram cinza e branco, mas, com a dificuldade em encontrar tecido cinza para os uniformes, as cores foram modificadas, em 1904, para verde, branco e grená.

No mesmo ano de fundação, em 19 de outubro, o Fluminense disputou seu primeiro jogo, contra o Rio Football Club, e venceu por 6 x 0. Enquanto o primeiro título veio em 1906, no Campeonato Carioca. A competição tinha seis equipes, entre elas, o Bangu e o Botafogo.

Desde então, o Fluminense tem em sua galeria 33 títulos estaduais, tendo sido o campeão nas últimas duas, após um jejum de 10 anos. E ainda nos títulos regionais, destaque para a Copa Rio (1997/98), o Torneio Rio-São Paulo (1957 e 1960) e a Primeira Liga (2016).

Tetracampeão brasileiro, o primeiro título veio em 1970, no então Torneio Roberto Gomes Pedrosa. Após a 1ª fase, com dois grupos, com oito e nove times, foi formado um terceiro grupo com apenas quatro equipes: além do Fluminense, Palmeiras, Atlético-MG e Cruzeiro. O Tricolor terminou na liderança e com o título.

O segundo veio em 1984, já num formato diferente. Na final, o Fluminense superou o rival, Vasco. Além de ter eliminado Coritiba e Corinthians nas fases anteriores.

Já os dois últimos títulos foram conquistados em 2010 e 2012. No terceiro, o Tricolor terminou com 71 pontos, vencendo o Guarani, por 1 x 0, na última rodada. Enquanto o último veio com na vitória contra o Palmeiras, por 3 x 2, com três rodadas de antecedência.

Fluminense
Nelson Perez/Fluminense

Contudo, o Fluminense também enfrentou rebaixamentos, inclusive, para a Série C, competição que foi campeão em 1999, após um quadrangular final, com São Raimundo-AM, Serra e Náutico.

Ainda nas competições nacionais, o Fluminense também tem o título de campeão da Copa do Brasil, em 2007. O adversário na decisão foi o Figueirense. No jogo de ida, empate, em 1 x 1. E na volta, o gol de Roger Machado, na vitória por 1 x 0, garantiu o título.

No âmbito internacional, o Fluminense conquistou a Copa Rio em 1952. Considerado mundial, a equipe enfrentou, na grande final, o Corinthians e, com uma vitória, por 2 x 0, e um empate, em 2 x 2, ficou com a taça.

Na Libertadores, o Tricolor disputou sua primeira final em 2008, quando teve como adversário a LDU, do Equador. Após perder o jogo de ida, por 4 x 2, o Fluminense venceu no Maracanã, por 3 x 1, levando a decisão para os pênaltis. Contudo, ficou com o vice-campeonato.

Na Copa Sul-Americana, sua melhor participação foi em 2009, quando chegou à final. No entanto, novamente disputou a final contra a equipe do Equador e, após derrota, por 5 x 1, na ida, O Fluminense venceu o jogo de volta, por 3 x 0. Mas o placar não foi necessário e o clube carioca foi mais uma vez vice-campeão.

Em 2023, o Fluminense conquistou seu primeiro título na Libertadores, ao bater o Boca Juniors, por 2 x 1, na final. Após empate, em 1 x 1, no tempo regulamentar, a partida foi para a prorrogação e John Kennedy marcou o gol que sagrou a equipe carioca a campeã.

No início de 2024, a equipe carioca reencontrou a LDU em mais uma final, da Recopa Sul-Americana, que coloca o campeão da Libertadores contra o campeão da Copa Sul-Americana. E, dessa vez, o desfecho foi diferente.

Após perder o jogo de ida, por 1 x 0, na altitude de Quito, o Fluminense venceu o jogo de volta, no Maracanã, por 2 x 0, e conquistou mais um título internacional. O grande destaque do segundo jogo foi o colombiano Jhon Arias, que marcou os dois gols da equipe carioca.

Principais ídolos do Fluminense

Preguinho

Atuou pelo Fluminense entre os anos de 1925 e 1938, com 174 jogos e 128 gols marcados. Esteve presente nas conquistas dos Campeonatos Cariocas de 1937 e 1938. Também passou pela Seleção Brasileira.

Castilho

Considerado o maior ídolo do Fluminense, o goleiro vestiu a camisa do clube por quase 20 anos. Após várias fraturas em seu dedo mínimo, optou por amputá-lo para acelerar a recuperação.

Assis

Foi o responsável pela conquista de dois Campeonatos Cariocas seguidos, em 1983 e 1984. Conquistou também o Campeonato Brasileiro em 1984 e mais um Estadual, em 1985.

Fred

Teve duas passagens pelo Fluminense, sendo a primeira entre 2009 e 2016 e a segunda, de 2020 a 2022, quando se aposentou pelo clube. É o segundo maior artilheiro do Tricolor, com 199 gols.

Fred
Lucas Merçon/Fluminense

Romerito

O uruguaio atuou pelo Fluminense entre os anos de 1984 e 1989, tendo disputado 215 jogos e com 57 gols marcados. Também fez parte da conquista do Campeonato Brasileiro em 1984.

Títulos

  • Recopa Sul-Americana – 1 (2024)
  • Libertadores – 1 (2023)
  • Campeonato Brasileiro: 4 (1970, 1984, 2010 e 2012)
  • Copa Rio Internacional – 1 (1952)
  • Copa do Brasil: 1 (2007)
  • Torneio Rio-São Paulo: 3 (1940, 1957 e 1960)
  • Primeira Liga: 1 (2016)
  • Campeonato Carioca: 33 (1906, 1907, 1908, 1909, 1911, 1917, 1918, 1919, 1924, 1936, 1937, 1938, 1940, 1941, 1946, 1951, 1959, 1964, 1969, 1971, 1973, 1975, 1976, 1980, 1983, 1984, 1985, 1995, 2002, 2005, 2012, 2022 e 2023)

Artilheiros

  • Waldo – 319 gols
  • Fred – 199 gols
  • Orlando Pingo de Ouro – 184 gols
  • Hércules – 165 gols
  • Telê Santana – 164 gols

Estádio

O Fluminense manda seus jogos no Maracanã. O estádio tem capacidade para 78 mil torcedores.