Os estádios de Londres são tão comuns quanto as tradicionais cabines telefônicas vermelhas ou os táxis pretos.

Alguns deles são tão silenciosos e formais quanto os guardas do Buckingham Palace; outros tão vivos e barulhentos como o centro financeiro. Independentemente de suas configurações, são as provas físicas do tamanho do futebol na capital de seu país criador.

No texto a seguir, listamos todos as casas do futebol da cidade. Além da ficha básicas, reunimos algumas informações históricas e outras turísticas, para dar um panorama de como seria uma grande “via-sacra” por todos os estádios de Londres.

Estádios de Londres

  • Craven Cottage
  • Brentford Community Stadium
  • Emirates Stadium
  • Estádio Olímpico de Londres
  • Loftus Road
  • Plough Lane
  • Selhurst Park
  • Stamford Bridge
  • The Den
  • The Valley
  • Tottenham Hotspur Stadium
  • Wembley

Craven Cottage

Cravem Cottage, estádio do Fulham em Londres

  • Time: Fulham
  • Localização: Bishops Park
  • Capacidade: 25.700 pessoas

Para um visitante, toda a experiência no Craven Cottage é diferenciada. A começar pela localização do estádio, às margens do Tâmisa, o maior rio da Inglaterra. A brisa constante e o horizonte limpo são como uma fuga da intensa urbanização londrina.

Outro aspecto que dá uma ideia fugidia ao estádio é a sua capacidade, uma das menores da elite do futebol inglês. Em compensação, a identificação da torcida com o espaço é enorme. É a casa do Fulham sede sua inauguração, em 1896, tendo resistido às mudanças do “Relatório Taylor”.

Agora, para ter um registro realmente diferente do passeio, não tem erro. Basta tirar uma foto com a pitoresca estátua de Michael Jackson, que nada tinha a ver com o time, em frente à entrada.

Brentford Community Stadium

  • Time: Brentford
  • Localização: Lionel Road
  • Capacidade: 17.500 pessoas

O Brentford Community Stadium é o mais novo entre os estádios de Londres. Foi inaugurado em 2020 seguindo o passo à frente do time homônimo, que começa a desenhar um futuro mais presente na Premier League do que na Championship.

Ainda assim, o projeto pensa no tamanho real do clube. Segue como um dos menores estádios das duas primeiras divisões do futebol inglês. A diferença está na modernidade de suas instalações, mais visíveis no seu interior. É também a casa do London Irish, time de rugby.

Emirates Stadium

  • Time: Arsenal
  • Localização: Ashburton Grove
  • Capacidade: 60.000 pessoas

A casa do Arsenal ostenta o curioso título de “ex-estádio mais moderno do mundo”. Inaugurado em 2006, deu partida à tendência da transformação de estádios antigos em arenas.

O Emirates Stadium tem, portanto, a hoje natural inclusão da tecnologia em seus diversos setores e um design “limpo”. O grande ponto positivo fica pra arquitetura. São mais de 60 mil lugares e todos contam com uma excelente visão do campo. O ponto negativo? O frio.

Uma dica bacana para quem pensa em conhecer é um passeio a menos de um quilômetro dali. A Highbury Square é um conjunto de apartamentos onde ficava o antigo estádio do Arsenal, o Hihgbury, e que preserva o “esqueleto” do local.

Estádio Olímpico de Londres

Estádio Olímpico de Londres

  • Time: West Ham
  • Localização: Old Ford
  • Capacidade: 80.000 pessoas

O Estádio Olímpico de Londres é um dos maiores estádios da Inglaterra. Construído para a Olimpíada de Londres, em 2012, tornou-se a casa do West Ham em 2016 depois da demolição do Boylen Ground, sua antiga e charmosa casa.

A atual casa é ainda um tanto desprovida da identificação histórica que marca os estádios de Londres. O que é compreensível. O lugar, no entanto, é um brinco. A acústica é excelente, a visibilidade ótima e o acesso, claro, muito fácil.

Loftus Road

Loftus Road, estádio de Londres, do Queen's Park Rangers

  • Time: Queens Park Rangers
  • Localização: White City
  • Capacidade: 18.500 pessoas

A simpática casa do Queens Park Rangers é uma dos mais bem localizadas entre os estádios de Londres. Não tem lá muitos atrativos, mas é realmente muito fácil de chegar. São pelo menos cinco estações a menos de 10 minutos de distância de lá.

A sua história recente, no entanto, é bem bonita. Desde 2019, o nome oficial do estádio é Kiyan Prince Foundation Stadium. A pessoa homenageada foi um jogador da base do QPR. Ele foi assassinado em 2006, aos 15 anos de idade. A fundação em seu nome foi criada pelo pai do garoto e tem uma função educacional para jovens em situação de risco.

Vá além do futebol! Confira outros conteúdos da Esportelândia:

Plough Lane

  • Time: AFC Wimbledon
  • Localização: Plough Lane
  • Capacidade: 9.300 pessoas

Localizado no sudoeste de Londres, o modesto estádio é a casa de um igualmente modesto clube da cidade. O AFC Wimbledon, time formado por torcedores dissidentes do agora MK Dons.

O passeio vale se for polidesportivo. A menos de dez minutos de carro dali está o local onde acontece Wimbledon, o Grand Slam de tênis, assim como um museu da competição e do esporte na Inglaterra.

Selhurst Park

  • Time: Crystal Palace
  • Localização: Selhurst
  • Capacidade: 25.500 pessoas

Houve uma época em que o Selhurst Stadium foi o mais ocupado estádio de Londres. Entre 1991 e 2003, era dividido entre Crystal Palace, Charlton e Wimbledon (hoje MK Dons). Atualmente, o Palace divide o espaço só com um supermercado.

Reconhecido historicamente por ter recebido partidas na Olimpíada de 1948, o local tem também uma marca negativa. O pior público da história da Premier League aconteceu ali: 3.000 infelizes foram assistir a vitória do Everton sobre o Wimbledon em 2003.

Stamford Bridge

  • Time: Chelsea
  • Localização:  Fulham
  • Capacidade: 40.800 pessoas

Quem vê os jogos do Chelsea pela televisão talvez não imagine o colosso que é o Stamford Bridge. Com exceção do ostentoso setor oeste, as demais arquibancadas não aparentam a capacidade que têm. Vazias. Cheias, criam um ambiente de muita proximidade entre torcida e campo. E uma enorme pressão nos adversários.

Nos arredores, o bairro acompanhou a guinada financeira do clube e do estádio, que modernizou-se ainda em 1998. A gentrificação fez ambientes hipsters sobre os locais de raízes operárias. A vida noturna, ao menos, é agitada. E cara, claro.

The Den

"The Den", estádio do Milwall em Londres

  • Time: Milwall
  • Localização: Bermondsey
  • Capacidade: 20.200 pessoas

“A Cova” é um dos mais baratos estádios de Londres. Foi construído entre 1992 e 1993 por uma bagatela de 16 milhões de libras. Substituiu o antigo Den, fazendo com que fosse chamado de “The New Den” por um tempo. Hoje, então, é o “antigo novo Den”.

Confuso? Imagina então para a torcida do Millwall, que encarou cinco mudanças de casa desde a fundação do clube, lá em 1885. O atual lar do clube destaca-se pelas arquibancadas divididas, quebrando um pouco o padrão contínuo da maioria dos estádios de futebol.

The Valley

  • Time: Charlton
  • Localização:
  • Capacidade: 27.100 pessoas

Valley é outro dos estádios de Londres em que é visível da identificação da torcida com o local. Até porque é tanto a casa deles quanto a Charlton. Explicamos: lá no final dos anos 1910, o time tinha enfim encontrado um terreno, um local abandonado para construir seu campo. Só não tinha a grana nem a mão de obra.

Sobrou para a torcida, que escavou o terreno, limpou a área e ainda ajudou na gambiarra das arquibancadas, feitas em parte com as sobras do local. Hoje não há nada de improvisado. Muito pelo contrário, The Valley é um estádio charmoso, com suas arquibancadas vermelhas e a curvinha do setor norte.

Tottenham Hotspur Stadium

Tottenham Stadium, estádio de Londres

  • Time: Tottenham
  • Localização: Tottenham
  • Capacidade: 62.000 pessoas

Foram muitos anos até o projeto sair do papel, e mais um bom bocado até que o Tottenham Hotspur Stadium ficar de pé. Do projeto inicial à inauguração, foram 12 anos. E 1 bilhão de libras gastos.

É o mais caro estádio de futebol do mundo. E também o mais valioso, além de muito bonito. E uma máquina de fazer receita, que não deve demorar “muito” para recuperar os investimentos feitos pelo clube londrino.

Wembley

maiores estadios do mundo estadio wembley

  • Time: Seleção Inglesa
  • Localização: Wembley
  • Capacidade: 90.000 pessoas

O Wembley é o maior estádio da Inglaterra e um dos maiores do mundo. Não é a casa de nenhum clube, mas de toda a a Federação Inglesa. Assim, é também a casa oficial do English Team e o local permanente da final da Copa da Inglaterra.

Chamado de “Catedral do Futebol” pelo Rei Pelé, Wembley é tão belo e imponente quanto historicamente importante. Foi, por exemplo, o local da final da Copa do Mundo de 1966, e o também onde acontecey aquele show do Queen de 1986, o retratado no filme Bohemian Rapsody.

Agora que você conhece os estádios de Londres, que tal conferir outros conteúdos sobre futebol? Acesse:

*Última atualização em 23 de dezembro de 2020