Confira a lista de todas a finais do Bayern de Munique da Champions League: os placares, os gols e como foram as decisões

No clima da decisão europeia de 2020, vamos relembrar as finais do Bayern Munique na Champions League. O time alemão é um dos maiores finalistas do maior torneio de clubes mundo, e disputou a “Orelhuda” pelo menos uma vez em cada década desde de 1974.

Antes dos anos 2000, há um certo padrão no sucesso do Bayern nas finalíssimas. Em outras palavras, ganhou as três primeiras e perdeu as três seguintes. Muitas derrotas, inclusive, foram parecidas. Pelo menos três delas aconteceram com gols dos adversários nos dez minutos finais, quando não nos acréscimos.

Já as vitórias aconteceram de várias maneiras. Teve gol no finalzinho, goleada, disputa de pênaltis, enfim, um repertório tão grande quanto o próprio clube.

Quantas finais de Champions League o Bayern disputou ?

Sem contar a decisão de 2020, são 10 finais disputadas pelo Bayern de Munique no principal torneio de clubes da Europa, isto é, somando a chamada “Copa Europeia” e a Champions League de hoje em dia.

Se consideradas somente as decisões da era moderna do torneio, o número cai para seis.

Quantos títulos da Champions League o Bayern tem ?

Se usarmos a mesma lógica das disputas de finais, são seis títulos europeus no total, somando três da Copa Europeia entre 1974 e 1976, e mais três depois dos anos 2000, com a competição já chamada no formato de Liga dos Campeões.

As maiores vítimas do Bayern são os espanhóis, derrotados em duas oportunidades, e os maiores algozes são os ingleses, que venceram os Bávaros em três ocasiões.

O “Hat Trick” Europeu do Bayern de 1976 só foi repetido pelo Real Madrid em 2018

Finais do Bayern de Munique na Champions League

  • 1974: Bayern de Munique 4 x 0 Atlético de Madrid
  • 1975: Bayern de Munique 2 x 0 Leeds United
  • 1976: Bayern de Munique 1 x 0 Saint-Étienne
  • 1982: Bayern de Munique 0 x 1 Aston Villa
  • 1987: Bayern de Munique 1 x 2 Porto
  • 1999: Bayern de Munique 1 x 2 Manchester United
  • 2001: Bayern de Munique 1 (5) x (4) 1 Valencia
  • 2010: Bayern de Munique 0 x 2 Inter de Milão
  • 2012: Bayern de Munique 1 (3) x (4) 1 Chelsea
  • 2013: Bayern de Munique 2 x 1 Borussia Dortmund
  • 2020: Bayern de Munique 1 x 0 PSG

Bayern de Munique 4 x 0 Atlético de Madrid (1974)

A primeira final de Champions League do Bayern de Munique, na verdade, foram duas. Em 1974, a final da “Taça dos Clubes Campeões Europeus” não previa o desempate por penalidades.

Mas prorrogação existia. E o primeiro jogo entre Bayern e Atlético de Madrid teve seus dois gols justamente no segundo tempo dela.

Luís Aragonés, que depois seria um dos maiores técnicos dos Colchoneros e da Seleção Espanhola, abriu o placar faltando seis minutos para o fim definitivo da partida. Mas literalmente no último minuto o zagueirão Schwarzenbeck subiu ao ataque e igualou o placar com um tiro ardiloso de fora da área.

Na finalíssima, o equilíbrio anterior passou longe. Quatro a zero para o Bayern de Munique, numa dobradinha de Uli Hoeneß, que abriu e fechou o contador, e Müller, que se consagrou artilheiro da competição com oito gols.

 

Bayern de Munique 2 x 0 Leeds United (1975)

O bicampeonato europeu do Bayern de Munique veio recheado de polêmicas. Contra um Leeds United campeão inglês no ano anterior, os alemães sofreram na partida. E não só tecnicamente: o zagueiro Björn Andersson e o atacante Uli Hoeneß sairam lesionados ainda no primeiro tempo.

Na segunda etapa, o Leeds pressionou e marcou um gol com vinte dois minutos, depois anulado pela arbitragem. Um lance muito duvidoso que, somado a um pênalti não marcado no primeiro tempo, tirou completamente a concentração dos ingleses.

Tanto que cinco minutos mais tarde o meia Franz Roth abriu o placar para os alemães. Mais dez minutos e Müller, que mais uma vez foi o artilheiro do torneio, fechou a conta.

Bayern de Munique 1 x 0 Saint-Étienne (1976)

A final que rendeu ao Bayern de Munique seu tricampeonato da Liga dos Campeões foi um pouco menos agitada que as anteriores, mas igualmente tensa. Já experiente no torneio, o time alemão enfrentou o Saint-Étienne, que tinha sido seu adversário nas semifinais de 1975.

Se naquele ano o Leeds abriu o placar e se descontrolou com o gol anulado, em 1976 o Bayern teve o gol de Müller cancelado no primeiro tempo e manteve-se frio. Tanto que suportou a pressão dos franceses e marcou o gol da vitória com Franz Roth aos 12 minutos da segunda etapa.

Bayern de Munique 0 x 1 Aston Villa (1982)

Seis anos depois do tri, o Bayern foi à Roterdã como favorito para o tetra. O ataque era poderosíssimo, com Dieter Hoeneß, Rummenigge e Breitner, e o time estava em meio a mais uma década de domínio do Campeonato Alemão.

Do outro lado, um Aston Villa de uma forte defesa e com aquele clima batalhador de um azarão, reforçado com a saída do goleiro Jimmy Rummer antes da marca dos dez minutos de jogo.

O gol do título dos ingleses saiu depois de muita pressão alemã. Aproveitando o cansaço do Bayern, o Villa saiu da casinha e fez um bom ataque que terminou com o gol de Peter Whithe aos vinte do segundo tempo.

Bayern de Munique 1 x 2 Porto (1987)

Se os anos setenta foram de sucesso do Bayern nas decisões europeias, nos anos oitenta foi mais ou menos o contrário. Na segunda final da década, a quinta da história do clube alemão, derrota para o Porto.

O time da Baviera não tinha o elenco estrelado dos outros anos, tendo inclusive um ataque de “irmãos — Michael Rummenige e Dieter Hoeneß, irmãos de Karl-Heinz e Uli, respectivamente. Tinha também o meia Hans-Dieter Flick, técnico da equipe na final de 2020.

Ainda assim, foi o grupo campeão daquele ano (e dois dois anteriores e dos dois seguintes). Um time a ser respeitado. E que abriu o placar com vinte e poucos minutos do primeiro tempo com Köbl, ao melhor estilo “Cucabol”.

Mas o Porto de Casagrande também merecia respeito. O atacante não entrou no jogo, mas viu seu compatriota Juary sair do banco e dar a vitória aos portugueses aos 39 do segundo tempo, apenas dois minutos depois de Madjer igualar o placar numa linda finalização de calcanhar.

Vá além do Futebol:

Bayern de Munique 1 x 2 Manchester United (1999)

Naquela que é considerada por muitos a melhor final da história da Champions League, o Bayern sofreu a sua terceira derrota em decisões europeias, dessa vez para o Manchester United.

Se você perguntar agora para um torcedor de qualquer um dos times, eles dirão o roteiro da partida inteira de cabeça. O atacante Mario Basler abriu o placar com apenas seis minutos de jogo e o Bayern passou a controlar a paritda.

Então, ao maior estilo Fergie Time, o United vira com dois jogadores saídos do banco — Sheringham e Solskjær — entre o primeiro e o terceiro minutos dos acréscimos do segundo tempo. Uma vitória histórica de um lado, e uma amarga derrota de outro.

 

Bayern de Munique 1 (5) x (4) 1 Valencia (2001)

O “trauma” de 1999 fez o Bayern de Munique jogar de maneira mais truncada em 2001. O adversário da vez era o Valencia. Mas a vontade de defender era tanta que os bávaros fizeram um pênalti logo aos três minutos de jogo. Mendieta converteu.

O empate só veio aos seis minutos do segundo tempo, num pênalti conquistado meio na marra depois do cruzamento do brasileiro Élber. Effenberg anotou o gol.

Foi até que justo um jogo com dois pênaltis ser decidido nas penalidades. A consagração veio na cobrança final de Pellegrino e na defesa de Oliver Kahn.

Bayern de Munique 0 x 2 Inter de Milão (2010)

A década de 2010 começou complicada para o Bayern de Munique em termos de decisões internacionais. O adversário era o cascudo time da Inter de Milão de José Mourinho, que tinha eliminado aquele Barcelona de Messi e Guardiola nas semifinais.

A equipe italiana controlou os ataques de Robben e Ribéry (eleito o craque da competição) pelos lados e praticamente anulou o Bayern. Do outro lado do campo Diego Milito decidiu, marcando aos 35 do primeiro tempo e fechando a conta aos 35 do segundo.

Bayern de Munique 1 (3) x (4) 1 Chelsea (2012)

Dois anos depois do vice para a Inter de Milão, o Bayern se sentia pronto para voltar a ser campeão, ainda mais jogando na Allianz Arena, a sua casa.

Com Robben em alta e Schweinsteiger comandando o meio campo, o time alemão jogou muito bem mas só foi abrir o placar aos 38 minutos do segundo tempo.

Mas aquele Chelsea era uma equipe aguerrida e empatou cinco minutos depois, com Drogba, de cabeça. O gol inglês nem mexeu tanto assim com os Bávaros. O problema mesmo foi o pênalti sofrido por Ribéry e perdido por Robben na prorrogação.

Nas penalidades, o golpe final, com o time saindo de um 3 a 2 a favor para um 5 a 4 contra. Schweinsteiger perdeu a quinta cobrança e Drogba converteu. Chelsea campeão.

Bayern de Munique 2  x 1 Borussia Dortmund (2013)

Em 2013 a tensão era altíssima para os lados do Bayern de Munique. A apreensão de ser derrotado em duas finais consecutivas e o pior, para o grande rival, era grande. Ainda assim, os comandados de Jupp Heynckes não se fecharam, assim como os de Jürgen Klopp. Foi um jogão.

Mesmo com várias oportunidades para cada lado, o placar só foi aberto com 15 minutos do segundo tempo, por Mandzukic e com passe de Robben. O Dortmund empatou em menos de dez minutos após um pênalti  assinalado em Reus e convertido por Gündoğan.

O gol da vitória saiu com incríveis 44 minutos do segundo tempo, marcado por Robben. O título foi uma verdadeira catarse bávara, aliviando uma série de traumas das derrotas europeias anteriores.

Bayern de Munique x PSG (2020)

A questão anímica pode não ter sido a mesma, mas o Bayern de Munique chegou à final da Champions League 2020 com um desempenho muito parecido com o de 2013.

Naquele ano, os Bávaros arrancaram alucinadamente na Bundesliga e fizeram 7 a 0 no Barcelona nas semifinais. Só que no placar agregado.

De qualquer maneira, ao fim do jogo contra o PSG, a história foi a mesma: Bayern de Munique campeão da Champions League 2020

Agora que você sabe todas as finais do Bayern de Munique na Champions League, que tal conferir outros conteúdos sobre futebol? Veja também:

*Última atualização em 23 de agosto de 2020

Comentários

Salvar
Compartilhar
Twittar
Compartilhar
WhatsApp
Pin