Conheça tudo sobre a carreira de Rob Gronkowski: história na NFL, títulos pelo Patriots, os recordes e as curiosidades do tight end

Rob Gronkowski não é somente um dos maiores tight ends da história do futebol americano. É muito mais.

Icônico por seu carisma, memorável pelo seu estilo de jogo e eterno pelos seus feitos e títulos, Gronk é também um dos mais populares e mais importantes jogadores da NFL. E nem é preciso dizer seu tamanho dentro do New England Patriots, certo?

No texto a seguir, reunimos tudo o que você precisa saber sobre Rob Gronkowski. Sua história, seu começo na NFL, seus títulos, recordes, curiosidades, enfim, qualquer informação que ajude a dimensionar o seu tamanho dentro do esporte.

Quem é Rob Gronkowski?

Rob Gronkowski, tigh-end na NFL
(Chris Graythen/Getty Images)

Robert James Gronkowski é um jogador profissional de futebol americano natural de Amherst, no estado de Nova York. Nascido no dia 14 de maio de 1989, atua desde 2020 pelo Tampa Bay Buccaneers, time da NFL.

“Gronk”, como é conhecido, é considerado por muitos o maior tight end de todos os tempos, dono de uma grande capacidade de bloqueio e de um talento acima da média para recepção de bolas.

É também um dos maiores jogadores da história do New England Patriots, franquia pela qual faturou três títulos de Super Bowl, bateu uma série de recordes e onde firmou uma icônica parceria com Tom Brady.

Foi inclusive a amizade com o lendário quarterback que o fez sair de uma aposentadoria de um ano e atuar pelo Tampa Bay Buccaneers em 2020. Junto de Brady, Gronk foi essencial para a chegada da franquia da Flórida ao Super Bowl LV.

Qual a posição do Rob Gronkowski?

Rob Gronkwoski atua como tight end. É considerado um dos melhores, se não o maior, de sua posição na história NFL.

Além de três títulos de Super Bowl e inúmeros recordes batidos, o jogador é tido como um atleta completo para a sua posição. Gronk combina peso, força e potência com uma habilidade excepcional para bloqueios e um talento acima da média para a recepção de bolas.

Qual a altura do Rob Gronkowski?

Rob Gronkowski mede 1,98 m, uma altura não muito comum entre tight ends mas que para o jogador é perfeita, dado seu estilo de jogo que ele define como “blocking tight end”.

Qual o peso do Rob Gronkowski?

Rob Gronkowski pesa 120 kg (265 lb), valor que só faz aumentar seu potencial de bloqueio e a força com a qual aguenta as investidas das defesas durante suas recepções.

Quando Rob Gronkowski começou na NFL?

Rob Gronkowski foi draftado em 2010 pelo New England Patriots. Começou na NFL oficialmente no dia 12 de setembro, atuando — e pontuando — na vitória do Patriots contra o Cincinnati Bengals por 38 a 24.

Qual o salário de Rob Gronkowski?

O salário anual médio de Rob Gronkowski é de US$ 9 milhões. Em 2014, o TE assinou um contrato de seis anos com o Patriots no valor de US$ 54 milhões mais US$ 8 milhões de bônus por assinatura.

Quais foram os times do Rob Gronkowski?

Rob Gronkowski atuou até aqui por apenas duas franquias da NFL, a do Patriots e do Buccs:

  • Tampa Bay Buccaneers (2020-)
  • New England Patriots (2011-2019)

História do Rob Gronkowski no Colege Football

Rob Gronkowski

A história do Rob Gronkowski no Colege Football foi curta, de apenas dois anos, mas intensa. Depois arrebentar no High School, bater recordes e ser celebrado em sete prêmios diferentes, foi sondado por também sete Universidades diferentes.

O jovem Gronk optou em 2008 por se comprometer com a University of Arizona para cursar Business e atuar pelo Wildcats. Não conquistou títulos pelo time, mas empilhou recordes e premiações.

Entre os números, teve a maior média de jardas por recepção em sua posição (18,8) e bateu as maiores marcas de um tight end em um único jogo, em uma única temporada e no total de sua carreira universitária.

Já entre os reconhecimentos, ficou no terceiro time do All-American e entre os 10 melhores da sua conferência. Ficou faltando apenas o Lombardi Award, o maior prêmio entre os jogadores de linha universitários.

Sua lesão e posterior cirurgia nas costas o tiraram de toda aquela que seria sua última temporada no College  (2009), da disputa pelo Lombardi e de maiores posições no Draft de 2010.

Como Rob Gronkowski começou na NFL?

Com 75 recepções, 1200 jardas, 16 touchdowns e uma cirurgia feita durante o College, Rob Gronkowski estava longe de ser uma escolha óbvia. Hoje, porém, parece um absurdo sua colocação no Draft da NFL de 2010.

O tigh end foi escolhido apenas na segunda rodada, na 42ª posição, pelo New England Patriots. Foi, ainda assim, a menor escolha já feita para um jogador de sua posição da Universidade do Arizona.

Em pouco tempo Gronk começaria a mostrar que deveria ter sido uma escolha menor ainda.

História do Rob Gronkowski na NFL

Rob Gronkowsi melhores tight ends da NFL

Rob Gronkowski começou arrebentando na NFL. Como se fosse um dos principais prospectos da liga, marcou mais pontos do que qualquer outro novato na pré-temporada. O desempenho fez o lendário treinador Bill Belichick deixá-lo de titular entre os homens de linha.

Logo na estreia da temporada, seu primeiro touchdown, recebendo um passe curto daquele que seria seu maior parceiro da carreira, Tom Brady.

Gronk jogou em todas as partidas e participou de todos os treinos de sua primeira temporada. O fato foi surpreendente dado seu estado físico antes do Draft de 2010, mas completamente compreensível dentro do tamanho de sua performance.

Seu maior jogo naquele ano foi contra o Pittsburg Steelers, na semana 10, em que completou três recepções para touchdown. Foi o primeiro novato a fazer isso no Patriots e o mais jovem jogador (21 anos) a alcançar o feito dentro de toda a NFL.

A maior decepção, claro, foi a derrota para o New York Jets ainda na rodada divisional dos playoffs. Na temporada seguinte, ela seria maior ainda.

O desempenho, as decepções e as lesões

Rob Gronkowski simplesmente arrebentou em seu segundo ano na NFL. É a sua melhor temporada em números, aquele em que recebeu mais bolas (90), bateu mais jardas (1300) e fez mais touchdowns (17).

Ainda foi para o Super Bowl, entrou para o Pro Bowl e foi escolhido no primeiro time do All-Pro, sem falar de liderar o ranking da NFL de touchdowns recebidos. Por isso que a derrota na finalíssima para o New York Giants, foi tão doída. Literalmente.

Ao fim da decisão da conferência, entre Patriots e Ravens, Gronk machucou o tornozelo. A lesão não impediu de jogar o Super Bowl, mas limitou seus movimentos. Ao fim da maior partida da temporada, Gronkowski não só teve de conviver com a dor da derrota, mas de saber que teria de passar por outra cirurgia.

O ano de 2011 deu o tom de como seriam os momentos seguintes da carreira de Gronk, mediando performances históricas com problemas físicos.

Em 2012, por exemplo, tornou-se o mais bem pago tight end da história da NFL e o primeiro a alcançar pelo menos 10 touchdowns em três temporadas consecutivas.

No entanto problemas no seu braço esquerdo o tiraram de um terço dos jogos regulares e de todos os playoffs. Neles o Patriots foi derrotado na final da Conferência Americana.

Já em 2013 o jogador teve sucessivos problemas, entre uma infecção no braço, uma cirurgia nas costas e problemas no joelho e no tornozelo. Atuou em apenas seis partidas no ano.

Mesmo assim, em três delas recebeu para mais de 100 jardas. Acabou ficando de fora de mais uma pós-temporada de derrota do Patriots, dessa vez na decisão da AFC.

Redenção, títulos e aposentadoria

Rob Gronkowski, 3 vezes campeão do Super Bowl
(Divulgação)

O ano de 2014 seria o de redenção de Rob Gronkowski. Ou melhor, superação, como a própria NFL reconheceria ao fim da temporada.

O TE recebeu o prêmio Comeback Of The Year (“Superação do Ano”) pela sua enorme atuação no Super Bowl XLIX, enfim vencido pelo Patriots, e por todo o desempenho na NFL daquele ano.

Se na finalíssima Gronk teve um grande impacto ao fazer 6 recepções para 68 jardas e ainda marcar um touchdown (o jogo terminou num apertado 28 a 24), na temporada regular fez alguns de seus melhores números. As 82 recepções e os 12 TDs, por exemplo, foram as segundas melhores marcas de sua carreira.

Depois do título da NFL de 2014, Rob Gronkowski chegou, com exceção da temporada de 2015, à todos os outros Super Bowls possíveis. E olha quem em 2015 chegou perto, caindo para o Denver Broncos na decisão da AFC — e mais uma vez jogando muito na temporada.

Outra lesão o tirou da disputa dos playoffs de 2016, inclusive da incrível virada que o seu time protagonizou no Super Bowl LI. Quase ficou de fora novamente do SB de 2017, liberado de uma concussão horas antes do jogo. Só não pode evitar a derrota para o Philadelphia Eagles.

Em 2018, no entanto, sem qualquer problema físico grave, pode ser decisivo. Não foi ele quem marcou o único touchdown Super Bowl LIII, mas fez uma recepção de 64 jardas que deixou Sony Michel, o autor do TD da vitória (13-3), a duas jardas da endzone do Los Angeles Rams.

Individualmente falando, a temporada e 2018 não foi a das melhores de Rob Gronkowski. Talvez tentado a sair por cima, o camisa 87 anunciou sua aposentadoria poucos dias depois de levantar o troféu Vince Lombardi.

Reunião com Brady e outro Super Bowl

Com apenas um ano de aposentado, Gronk “surpreendeu” a liga com a volta à NFL. O jogador acompanhou o grande parceiro Tom Brady no Tampa Bay Buccaneers.

Tida mais como um aceno da diretoria da franquia ao quarterback do que um retorno triunfal do tight end, a transferência de Gronkowski acabou sendo um sucesso.

Sem brilhar tanto como no passado mas repetindo a média da seu último ano antes da aposentadoria, o camisa 87 foi mais uma vez importantíssimo para a chegada do seu time ao Super Bowl.

Na final da NFC, contra o fortíssimo Green Bay Packers, o tight end fez outra de suas recepções decisivas. Recebeu um passe de 29 metros de Tom Brady e caiu próximo o bastante da endzone para que o kicker Ryan Succop pudesse aumentar a vantagem e fechar o placar em 31 a  26.

Títulos do Rob Gronkowski

  • Super Bowl (2014, 2016, 2018)
  • Conferência Americana (2011, 2014, 2016, 2017, 2018)

Estatísticas de Rob Gronkowski

Estatísticas de Rob Gronkowski em temporada regular

  • Partidas: 131
  • Touchdowns: 86
  • Recepções: 566
  • Jardas: 8.484
  • Bolas perdidas: 3
  • Fumbles: 5

Estatísticas de Rob Gronkowski em pós-temporada

  • Partidas: 19
  • Touchdowns: 86
  • Recepções: 83
  • Jardas: 1.206
  • Bolas perdidas: 0
  • Fumbles: 0

Recordes do Rob Gronkowski

  • Primeiro tight end a liderar a NFL em touchdowns recebidos
  • Maior número de TDs recebidos por um tight end numa temporada de NFL (17, em 2011)
  • Maior número de touchdowns totais por um tight end numa temporada de NFL (18, em 2011)
  • Mais jovem jogador a receber para 3 TDs numa única partida (21 anos, 184 dias, em 2010)
  • Maior número de temporadas de um tight end com mais de 10 touchdowns (5, entre 2010 e 2015)
  • Maior média de um tight end em jardas recebidas (68,3)
  • Primeiro TE a ter três temporadas com pelo menos 10 touchdowns e 1000 jardas recebidas (2011, 2014, 2015)
  • Maior número de temporadas consecutivas de um tight end com pelo menos 10 TDs
  • Maior número de recepções de um tight end no Super Bowl (23)
  • TE com o maior número de jardas recebidas no Super Bowl (297)
  • Mais jovem jogador a receber três touchdowns em uma partida de playoffs (22 anos, 275 dias, em 2011)
  • TE com o maior número de jardas recebidas em pós-temporada (1163)
  • Maior número de touchdowns recebidos por um tight end em pós-temporada (12)

Curiosidades sobre Rob Gronkowski

  • O avô de Rob Gronkowski, Ignatius Gronkowski, foi um atleta olímpico estadunidense. Participou da prova de ciclismo dos Jogos de 1924 e já foi dono de cinco recordes mundiais na categoria.
  • Gronk tem quatro irmão que jogaram futebol americano na NFL
  • Uma das paixões de infância de Gronkowski é o hóquei. Ele praticou o esporte até os 14 anos de idade.
  • Além de seu carisma, o jogado é também famoso pela comemoração de touchdown, em que arremessa a bola ao chão. Tem até nome: “Gronk Spike”.
  • Em 2012, o Madden, famoso game de simulação da NFL, criou o Gronkowski Award, um prêmio para os jogadores que conseguissem fazer com que seus tight ends recebessem três ou mais touchdowns.
  • Gronkowski é também autor de um best-seller, a autobiografia “É bom ser Gronk”, lançada em 2015.
  • O camisa 87 apareceu em cerca de vinte produções audiovisuais, entre filmes, seriados e clipes musicais.

Agora que você conhece a história de Rob Gronkowski, aproveite para saber melhor sobre outros grandes jogadores da NFL:

*Última atualização em 2 de fevereiro de 2021

Salvar