Immaculate Reception, Helmet Catch, Music City Miracle e mais: veja quais foram as 10 melhores jogadas da NFL de todos os tempos

Já parou para pensar quais foram as melhores jogadas da NFL em todo os tempos? Com tantas partidas disputadas na história, fica difícil escolher um top 10 perfeito, né?

Mas não se preocupe, pois estamos aqui para te ajudar. A própria liga norte-americana elencou os lances mais expressivos do campeonato até hoje. Então decidimos compilar o ranking e destrinchar cada momento. Preparado para mergulhar no passado?

Reunimos as datas, informações, curiosidades e vídeos para você conferir. Ao fim da leitura, deixe nos comentários a sua opinião: qual é a mais icônica de todas?

Melhores jogadas da NFL na história

  1. Immaculate Reception
  2. The Catch
  3. Helmet Catch
  4. Music City Miracle
  5. Malcolm Butler Interception
  6. Santonio Holmes Catch
  7. Immaculate Interception
  8. Bart Starr’s Sneak in the Ice
  9. Minneapolis Miracle
  10. Philly Special

Philly Special (10º)

  • Data: 4 de fevereiro de 2018
  • Time: Philadelphia Eagles
  • Adversário: New England Patriots

Abrimos a lista de melhores jogadas da NFL na história com o famoso “Philly Special”, protagonizada no Super Bowl LIII. A partida marcou o tetracampeonato nacional de Philadelphia – seu primeiro e único título da era moderna até o momento.

Os Eagles estavam vencendo por 15-12 em uma quarta descida para duas jardas. A maioria dos treinadores optaria por cobrar o field goal (a jogada mais segura naquela situação), mas Doug Peterson, head coach da franquia, decidiu arriscar.

“Vamos fazer a Philly?”, perguntou Nick Foles no tempo técnico. O comandante acenou positivamente e o grande momento aconteceu. O quarterback (reserva) fingiu que iria cancelar o posicionamento, mas, na verdade, correu para a direita.

A movimentação do lançador pegou a defesa dos Patriots totalmente de surpresa. Ele apareceu sozinho na end zone, recebeu passe de Trey Burton e anotou o touchdown em um momento delicadíssimo da partida – e que muito provavelmente selou a vitória.

Minneapolis Miracle (9º)

  • Data: 14 de janeiro de 2018
  • Time: Minnesota Vikings
  • Adversário: New Orleans Saints

A temporada 2017/18 também reservou outro grande momento da história da NFL: o “Milagre de Minneapolis.” A jogada aconteceu na semifinal da Conferência Nacional entre Minnesota e New Orleans no U.S. Bank Stadium.

Os Vikings perdiam por 23-24 faltando nove segundos para o fim da partida. Com a posse de bola em mãos, em uma terceira descida para dez jardas bem longe da end zone, Case Keenum encaixou um incrível passe de 61 jardas para Stefon Diggs.

O wide receiver recebeu o lançamento, por pouco não saiu pela linha lateral e correu no tempo o suficiente para cravar o touchdown – e a virada – no estouro do cronômetro. Com o resultado, Minnesota se classificou para a final da NFC.

Bart Starr’s Sneak in the Ice (8º)

  • Data: 31 de dezembro de 1967
  • Time: Green Bay Packers
  • Adversário: Dallas Cowboys

Dallas e Green Bay, rivais ferrenhos no final da década de 60, reeditavam, em 1967, a grande final da temporada anterior. Caso vencessem a decisão da NFL, os Packers estariam classificados para enfrentar o Oakland Raiders (campeão da AFL) no Super Bowl II.

Os times jogavam debaixo de um frio insuportável de -26 graus Celsius e por isso o confronto ficou conhecido como Ice Bowl. Mas vamos ao que realmente interessa. A grande jogada de Bart Starr aconteceu na última campanha ofensiva de Green Bay.

Os Packers perdiam o duelo por 14-17 no último quarto e partiam de sua linha de 32 jardas com apenas cinco minutos no relógio. Após várias descidas, a franquia de Wisconsin finalmente chegou na terceira investida para touchdown.

A equipe estava na linha de uma jarda com pouquíssimos segundos no cronômetro. Em vez de dar as bola nas mãos do running back Donny Anderson (que havia falhado nos dois últimos lances), Bart Starr assumiu a responsa, correu para o meio e, mesmo bloqueado por dois defensores, conseguiu anotar os pontos necessários para a vitória.

Immaculate Interception (7º)

  • Data: 1º de fevereiro de 2009
  • Time: Pittsburgh Steelers
  • Adversário: Arizona Cardinals

A jogada mais longa da história dos playoffs da NFL, também conhecida como “Interceptação Imaculada”, aparece na sétima colocação do ranking. A grande corrida de James Harrison ocorreu no Super Bowl XLIV entre Pittsburgh e Arizona.

Os Cardinals estavam com a posse de bola naquela que parecia ser a última descida ofensiva do segundo quarto. Perdendo por 7-10, a franquia poderia ter ido para o intervalo com o placar empatado caso tivesse concluído o field goal. Mas não foi bem assim.

Com 18 segundos no relógio e apenas três jardas de distância para a end zone, Kurt Warner optou por arriscar passe para Larry Fitzgerald, mas havia um defensor no meio do caminho. James Harrison interceptou o lançamento e correu o gramado inteiro!

Sim, meus amigos. O linebacker percorreu 100 jardas perto da sideline e, com os bloqueios de seus companheiros, anotou um touchdown espetacular. A jogada foi uma injeção de ânimo para os Steelers, que voltaram inspirados e confirmaram o título.

Santonio Holmes Catch (6º)

  • Data: 1º de fevereiro de 2009
  • Time: Pittsburgh Steelers
  • Adversário: Arizona Cardinals

Continuamos a lista de melhores jogadas da história da NFL com outro momento histórico do Super Bowl XLIV entre Steelers e Cardinals. A propósito: que jogaço, hein? Recheado de reviravoltas, lances icônicos e uma legião de craques em campo.

Pittsburgh, inspirado pela “Immaculate Interception” de James Harrison antes do intervalo, parecia realmente disposto a fazer de tudo para levar o anel. Desta vez, o milagre ficou nas mãos de Santonio Holmes e Ben Roethlisberger.

Os Steelers perdiam por três pontos faltando 41 segundos no relógio. Big Ben conectou passe próximo a linha das dez jardas e Holmes voou como um gato para agarrar a bola. A jogada é plástica, pois o wide receiver estava no vértice da end zone cercado por três marcadores. Ainda sim, se posicionou perfeitamente para buscar o touchdown.

O lance sacramentou a virada e o título do time da Pensilvânia, que acabava de alcançar o hexacampeonato. A conquista também possui outro viés simbólico: Mike Tomlin se tornou o segundo técnico negro da história a faturar a NFL.

Camisas de Futebol Americano

Leia mais sobre NFL:

Malcolm Butler Interception (5º)

  • Data: 1° de fevereiro de 2015
  • Time: New England Patriots
  • Adversário: Seattle Seahawks

Em 2015, Russell Wilson ficou marcado por executar uma das decisões mais polêmicas da história dos Super Bowls. A jogada também ficou eternizada por uma linda interceptação de Malcolm Butler, do New England Patriots. Bora ver o que rolou?

Os Seahawks estavam perdendo o título da edição XLIX por 24-28 no placar. Faltando 23 segundos para o término do confronto, o head coach Pete Carroll decidiu não trabalhar com o jogo terrestre de Marshawn Lynch na linha de uma jarda.

Essa era a jogada mais óbvia, mas o treinador contrariou as expectativas e optou por lançamento aéreo de Wilson. O quarterback arriscou passe na risca da end zone, mas seus sonhos foram barrados por Malcolm Butler.

Com a jogada, os Patriots recuperaram a posse de bola e confirmaram o tetracampeonato da NFL. O anel serviu de inspiração para Tom Brady e companhia, que estavam em baixa naquele momento. A franquia se reestruturou e empilhou mais dois títulos nos anos seguintes.

Music City Miracle (4º)

  • Data: 8 de janeiro de 2000
  • Time: Tennessee Titans
  • Adversário: Buffalo Bills

A quarta colocação da lista de melhores jogadas da NFL na história ficou com o “O Milagre de Music City”. Esse é o apelido da cidade de Nashville, capital do Tennessee. E foi diante de seus torcedores que os Titans quebraram a lógica na repescagem de 2000.

A equipe perdia para Buffalo pelo placar de 15-16 com apenas 16 segundos no relógio. E o pior: os Bills estavam devolvendo a posse de bola no kickoff. Seria quase impossível – por conta do tempo – esticar uma jogada até a área adversária antes do apito final.

Quase. Impossível. Já que os Titans conseguiram reverter a situação. Kevin Dyson surgiu livre no flanco esquerdo e simplesmente foi parar dentro da outra end zone. A defesa dos Bills sofreu um apagão jamais antes visto e Tennessee ficou com a vaga do Wild Card.

Helmet Catch (3º)

  • Data: 3 de fevereiro de 2008
  • Time: New York Giants
  • Adversário: New England Patriots

Sabe-se lá como os Giants chegaram até a final do Super Bowl XLII. Sabe-se lá, também, como a franquia – considerada uma das maiores zebras da história da NFL – conseguiu superar a melhor campanha de New England em todos os tempos.

É uma daquelas partidas onde tudo pode acontecer. Como, por exemplo, a grande recepção de David Tyree. O lance ficou eternizado como “Helmet Catch” e entrou para o pódio das melhores jogadas da NFL já executadas até hoje.

New York perdia por quatro pontos faltando pouco mais de um minuto para o fim do embate. Era uma terceira descida para cinco jardas da linha de 44. Eli Manning recebeu a bola no pocket, quase foi sacado três vezes e apenas se livrou da pelota.

O que ninguém imaginava é que o lançamento de 33 jardas cairia perfeitamente nas mãos de Tyree. O wide receiver prendeu a bola no capacete, caiu no chão como manda o almanaque e deu início à virada dos Giants – que sairiam de lá campeões frustrando a campanha invicta dos Patriots.

The Catch (2º)

  • Data: 10 de janeiro de 1982
  • Time: San Francisco 49ers
  • Adversário: Dallas Cowboys

Na lista oficial de melhores jogadas da NFL em todos os tempos, a medalha de prata ficou com San Francisco e o espetacular passe de Joe Montana para Dwight Clark na final da AFC em 1982. Certamente um dos lançamentos mais perfeitos da história!

Os 49ers estavam atrás do placar na partida, perdendo por seis pontos de diferença para Dallas. Vale lembrar que os Cowboys haviam eliminado San Francisco no mata-mata três vezes consecutivas na década de 70. Algo estava engasgado por ali.

Desta vez, quem teve um final feliz foi a franquia californiana. Em uma terceira descida para três jardas na linha de seis – faltando 58 segundos no relógio – Montana conectou passe maravilhoso para Clark, que subiu aos céus e encaixou a bola na end zone.

O time treinado por Bill Walsh pontuou e venceu o duelo no limite por 28-27. A maneira como Joe Cool se desvencilhou dos defensores Ed Jones, D.D. Lewis e Larry Bethea faz de “The Catch” uma obra-prima para quem ama futebol americano.

Immaculate Reception (1º)

  • Data: 23 de dezembro de 1972
  • Time: Pittsburgh Steelers
  • Adversário: Oakland Raiders

“Recepção Imaculada” é definitivamente a melhor jogada da história da NFL. O lance aconteceu em 1972 na partida entre Pittsburgh e Oakland, no divisional da AFC.

O cronômetro marcava 22 segundos para o término do jogo e a posse de bola estava com os Steelers, que amargavam a derrota momentânea por apenas um ponto de diferença. O ataque sairia da linha de 40 jardas do time da Pensilvânia.

Terry Bradshaw não consegue pensar em um lançamento decente e, pressionado no pocket, simplesmente se livra da bola, que rebate no safety Jack Tatum e sobra num toque de mágica para Franco Harris. O running back corre para end zone, marca o touchdown e garante a vitória improvável para Pittsburgh.

O replay do lance segue sendo destrinchado até hoje, pois muito se tem dúvida se a bola tocou no chão antes de Harris assumi-la. A arbitragem não sinalizou nada e o jogador dos Steelers até ganhou uma estátua no aeroporto da cidade.

Amplie seu conhecimento sobre outros esportes:

*Última atualização em 4 de junho de 2020

Comentários

Salvar
Compartilhar
Twittar
Compartilhar
WhatsApp
Pin