fbpx
Saiba os salários de todos os pilotos da Fórmula 1, quem são os mais bem pagos atualmente e os que mais ganharam em toda a história

Quanto ganha um piloto da Fórmula 1? Diante de uma categoria que envolve tanto dinheiro, essa é uma das perguntas mais frequentes no mundo do automobilismo.

Em levantamentos feitos sobre os salários dos pilotos em 2019, como era de se esperar, o britânico Lewis Hamilton aparece no topo da lista.

Dono de uma hegemonia na Fórmula 1 nos últimos anos, Hamilton é seguido pelo tetracampeão mundial Sebastian Vettel na lista dos mais bem pagos.

Quer saber o salário de Hamilton, Vettel e todos os outros pilotos da Fórmula 1? 

Fique com a gente para conhecer esses valores e saber também quem mais acumulou dinheiro na história da categoria! 

Salários dos pilotos da Fórmula 1 em 2019

  1. Lewis Hamilton (Mercedes) – US$ 57 milhões
  2. Sebastian Vettel (Ferrari) –  US$ 45 milhões
  3. Daniel Ricciardo (Renault) – US$ 17 milhões
  4. Max Verstappen (Red Bull) – US$ 13,5 milhões
  5. Valtteri Bottas (Mercedes) – US$ 8,5 milhões
  6. Kimi Raikkonen (Alfa Romeo) – US$ 4,5 milhões
  7. Nico Hulkenberg (Renault) – US$ 4,5 milhões
  8. Carlos Sainz (McLaren) – US$ 4 milhões
  9. Charles Leclerc (Ferrari) – US$ 3,5 milhões
  10. Sergio Perez (Racing Point) – US$ 3,5 milhões
  11. Romain Grosjean (Haas) – US$ 1,8 milhão
  12. Pierre Gasly (Toro Rosso) – US$ 1,4 milhão
  13. Lance Stroll (Racing Point) – US$ 1,2 milhão
  14. Kevin Magnussen (Haas) – US$ 1,2 milhão
  15. Robert Kubica (Williams) – US$ 570 mil
  16. Daniil Kvyat (Toro Rosso) – US$ 300 mil
  17. Lando Norris (McLaren) – US$ 260 mil
  18. Antonio Giovinazzi (Alfa Romeo) – US$ 230 mil
  19. George Russell (Williams) – US$ 180 mil
  20. Alexander Albon (Red Bull) – US$ 170 mil

Piloto mais bem pago da Fórmula 1

Lewis Hamilton campeão da Fórmula 1
Lewis Hamilton lidera a lista de pilotos mais bem pagos na Fórmula 1

Na Fórmula 1, quem vence mais corridas é também quem ganha mais dinheiro. Pelo menos é isso que mostram os levantamentos feitos sobre os salários dos pilotos. Em 2019, Lewis Hamilton, da Mercedes, lidera este ranking recebendo US$ 57 milhões.

Na lista dos mais bem pagos da Fórmula 1, o piloto alemão Sebastian Vettel aparece em segundo lugar, com US$ 45 milhões pagos pela Ferrari, 12 milhões a menos que a Mercedes paga a Hamilton para ter o britânico como seu principal piloto.

O pódio dos maiores salários da Fórmula 1 tem ainda o australiano Daniel Ricciardo. Para assinar contrato com a Renault, ele passou a receber US$ 17 milhões.

A lista dos cinco maiores salários da Fórmula 1 em 2019 é completada por Max Verstappen, da Red Bull, e Valtteri Bottas, companheiro de Lewis Hamilton na Mercedes.

Curiosamente, Lewis Hamilton e Sebastian Vettel ganham juntos quase US$ 36 milhões a mais que a soma de todos os outros 18 pilotos da Fórmula 1.

Conforme a lista de salários da F1 divulgada por diversos veículos internacionais, o último dessa relação é o tailandês Alexander Albon, que iniciou a temporada como piloto da Toro Rosso. 

Entretanto, no meio da temporada, Albon trocou de lugar com Pierre Gasly e assumiu uma vaga na Red Bull, para ser companheiro de Max Verstappen.

Salário dos pilotos da Fórmula 1 por corrida

Considerando que o calendário da Fórmula 1 em 2019 tem 21 GPs, Lewis Hamilton ganha mais de US$ 2,7 milhões por corrida. Já Sebastian Vettel embolsa US$ 945 mil a cada prova disputada pela Ferrari.

Salário dos pilotos da Fórmula 1 por mês

Quer saber quanto um piloto de Fórmula 1 ganha por mês? Os salários divulgados se referem a valores anuais. Numa conta de quanto representariam os ganhos mensais de Lewis Hamilton, podemos indicar que o britânico ganha US$ 4,75 milhões da Mercedes a cada mês — desconsiderando a possibilidade de receber um 13º salário, como os trabalhadores brasileiros em regime de CLT.

Por dia, o salário de Hamilton é equivalente a US$ 156 mil, apenas 14 mil a menos do que previa o contrato anual de Alexander Albon quando assinou seu vínculo  com a Toro Rosso no início da temporada.

Você ama outros esportes além da Fórmula 1? Aqui na Esportelândia também falamos sobre:

Pilotos que mais ganharam dinheiro na história da Fórmula 1

  1. Lewis Hamilton – US$ 489 milhões
  2. Michael Schumacher – US$ 464 milhões
  3. Fernando Alonso – US$ 458 milhões 
  4. Sebastian Vettel – US$ 358 milhões
  5. Kimi Raikkonen – US$ 331 milhões
  6. Jenson Button – US$ 147 milhões
  7. Ralf Schumacher – US$ 121 milhões
  8. Jacques Villeneuve – US$ 115 milhões
  9. Felipe Massa – US$ 110 milhões
  10. Rubens Barrichello – US$ 110 milhões

Piloto mais bem pago da história da F1

Michael Schumacher maior campeão da história da Fórmula 1
Maior campeão da história, Schumacher foi superado por Hamilton entre os que mais acumularam dinheiro na F1

Em 2019, Lewis Hamilton se tornou o piloto mais bem pago na história da Fórmula 1. De acordo com levantamento divulgado pela revista Forbes, o britânico já acumulou aproximadamente US$ 489 milhões ao longo de sua carreira na categoria.

Hamilton superou Michael Schumacher, que se aposentou em 2012 depois de ter somado US$ 464 milhões ao longo de sua trajetória na principal categoria do automobilismo mundial.

Schumacher havia assumido o posto de piloto que mais ganhou dinheiro na Fórmula 1 em 1999, quando assinou um contrato com a Ferrari para receber US$ 38 milhões por ano. 

Esse valor representaria atualmente o terceiro maior salário da Fórmula 1, já que Lewis Hamilton recebe US$ 57 milhões da Mercedes e Sebastian Vettel ganha US$ 45 milhões na Ferrari.

A lista dos 10 pilotos que ganharam mais dinheiro na história da Fórmula 1 tem os brasileiros Felipe Massa e Rubens Barrichello. Os ex-pilotos da Ferrari aparecem juntos no levantamento divulgado pela Forbes, com US$ 110 milhões para cada.

Vale destacar que os valores divulgados pela Forbes incluem apenas salários e bônus pagos pelas equipes. Não são considerados os valores recebidos pelos pilotos com patrocínios pessoais e campanhas publicitárias.

Vá além do mundo da Fórmula 1! Confira também nossos outros conteúdos:

Pilotos da Fórmula 1 entre os atletas mais bem pagos do mundo

Lewis Hamilton e Neymar
Lewis Hamilton é o 13º esportista mais bem pago mundo, 10 posições atrás de Neymar

Nenhum piloto da Fórmula 1 está entre os 10 atletas mais bem pagos do mundo em 2019, de acordo com lista da Forbes. Dono do maior salário da Fórmula 1, Lewis Hamilton é apenas o 13° dessa relação. Os três líderes são os jogadores de futebol Lionel Messi, Cristiano Ronaldo e Neymar, nessa ordem.

Ao contrário de muitos outros atletas, os pilotos da F1 recebem a grande maioria de sua renda com o salário, e não com patrocínios pessoais. Isso afeta drasticamente suas posições entre os mais bem pagos quando são considerados todos os esportes.

Entre os 100 atletas mais bem pagos do mundo, segundo o levantamento da Forbes, há apenas dois do automobilismo: Lewis Hamilton, em 13º, e Sebastian Vettel, em 30º. 

Atletas mais bem pagos do mundo em 2019 (considerando salários e patrocínios)

  1. Lionel Messi (futebol) – US$ 127 milhões
  2. Cristiano Ronaldo (futebol) – US$ 109 milhões
  3. Neymar (futebol) – US$ 105 milhões
  4. Canelo Alvarez (boxe) – US$ 94 milhões
  5. Roger Federer (tênis) – US$ 93,4 milhões
  6. Russell Wilson (futebol americano) – US$ 89,5 milhões
  7. Aaron Rodgers (futebol americano) – US$ 89,3 milhões
  8. LeBron James (basquete) – US$ 89 milhões
  9. Stephen Curry (basquete) – US$ 79,8 milhões
  10. Kevin Durant (basquete) – US$ 65,4 milhões
  11. Tiger Woods (golfe) – US$ 63,9 milhões
  12. Ben Roethlisberger (futebol americano) – US$ 55,5 milhões 
  13. Lewis Hamilton (automobilismo) – US$ 55 milhões
  14. Anthony Joshua (boxe) – US$ 55 milhões
  15. Khalil Mack (futebol americano) – US$ 55 milhões
  16. Russell Westbrook (basquete) – US$ 53,7 milhões
  17. Novak Djokovic (tênis) – US$ 50,6 milhões
  18. Mike Trout (beisebol) – US$ 50,6 milhões
  19. Phil Mickelson (golfe) – US$ 48,4 milhões
  20. James Harden (basquete) – US$ 47,7 milhões

O ranking dos atletas mais bem pagos e os valores acima foram levantados pela revista Forbes, considerando os ganhos combinados de prêmios em dinheiro, salários e endossos entre junho de 2018 e junho de 2019.

A cada ano, novos acordos serão assinados e essas relações tendem a sofrer várias mudanças. Para aparecer entre os 100 mais bem pagos de 2019, foi necessário receber ao menos US$ 25 milhões. Há cinco anos, esse valor era de “apenas” US$ 17,3 milhões.

Agora que você já sabe quanto ganha um piloto de Fórmula 1, aproveite para alimentar sua paixão pela principal categoria do automobilismo com outros conteúdos:

*Última atualização em 24 de outubro de 2019

Ficha Técnica
Título
Quanto ganha um piloto de Fórmula 1? Veja os maiores salários
Resumo
Saiba os salários de todos os pilotos da Fórmula 1, quem são os mais bem pagos atualmente e os que mais ganharam em toda a história
Autor

Comentários

Salvar