fbpx
Conheça a trajetória de Fernando Alonso, o bicampeonato na Fórmula 1, a ida para a Indy, vitória em 24 horas de Le Mans e outros títulos!

Um dos maiores pilotos de todos os tempos e bicampeão da Fórmula 1, Fernando Alonso segue fazendo história no automobilismo.

Vencedor do GP de Mônaco e das 24 horas de Le Mans, Alonso ainda busca completar a Tríplice Coroa do automobilismo, com um triunfo nas 500 Milhas de Indianápolis.

Em 2018, a McLaren falhou feio na missão de ajudar o piloto espanhol a vencer pela primeira vez em Indianápolis — ele ficou fora dos 33 carros que compõem o grid de largada para as 500 Milhas.

A brilhante trajetória de Fernando Alonso no automobilismo ainda está distante de um ponto final. Mas é fato que ele já merece destaque especial.

Por isso, nós vamos contar tudo sobre Fernando Alonso. Fique com a gente e não perca nenhum detalhe sobre o piloto espanhol!

Infográfico: os números de Fernando Alonso na F1

Infográfico do piloto Fernando Alonso

Quando e como Fernando Alonso começou na Fórmula 1?

A história de Fernando Alonso no automobilismo, recheada de conquistas, não começou na Fórmula 1. Antes de chegar à principal categoria, o piloto espanhol já tinha sido bem sucedido no kart e em competições europeias.

Em 1996, Alonso foi campeão da Espanha, do Troféu Festival de Itália, do Grande Prêmio de Marlboro e do Campeonato Mundial de juniores.

Nos anos seguintes, ele voltou a ser campeão da Espanha, da Itália e da Europa na Categoria Internacional, assim como do Troféu Paris-Bercy, a Indústria de Itália e o Open Ford.

Fernando Alonso ainda teve resultados expressivos na Fórmula Nissan e na Fórmula 3000, antes de estrear na F1.

Em 2001, Alonso foi contratado por Flávio Briatore para a Renault, mas foi cedido para a Minardi, estreando na maior categoria do automobilismo no GP da Austrália daquele ano.

Qual foi a primeira equipe de Fernando Alonso na Fórmula 1?

A primeira equipe defendia por Fernando Alonso na Fórmula 1 foi a Minardi, mas é importante destacar que ele já tinha acordo com a Renault.

Depois de disputar a temporada de 2001 pela Minardi, ele ocupou o posto de piloto de testes da Renault no ano seguinte, até ser efetivado na equipe francesa em 2003.

Em sua primeira corrida pela Renault, Alonso ficou em sétimo lugar no GP da Austrália. Nas corridas seguintes, ele deu mostras de que seria um dos maiores pilotos da história da F1.

Em 22 de Março de 2003, com 21 anos, 7 meses e 22 dias, no Grande Prêmio da Malásia, Fernando Alonso se tornou o piloto mais jovem a conseguir uma pole position — marca que foi batida por Sebastian Vettel no GP da Itália de 2008.

O espanhol também foi o piloto mais novo a ganhar uma corrida na Fórmula 1, no Grande Prêmio da Hungria, com 22 anos e vinte e 6 dias — marca que também foi batida por Sebastian Vettel no Grande Prêmio da Itália de 2008.

22bet

Alonso finalizou a temporada 2003 na sexta posição do Mundial de Pilotos. No ano seguinte, ficou em quarto no campeonato, com direito a 4 pódios.

Depois de ser bicampeão pela Renault em 2005 e 2006, Fernando Alonso se transferiu para a McLaren. Porém, sua passagem pela equipe durou apenas uma temporada e, em 2008, ele estava de volta à Renault.

A segunda passagem pela equipe francesa durou duas temporadas. Em 2010, Alonso foi contratado pela Ferrari. Na escuderia italiana, o espanhol foi vice-campeão em 2010, 2012 e 2013.

A trajetória de Fernando Alonso na Fórmula 1 foi encerrada na McLaren, equipe que ele defendeu mais uma vez entre 2015 e 2018.

Equipes de Fernando Alonso na Fórmula 1

  • Minardi: 2001
  • Renault: 2003 a 2006 (em 2002, foi piloto de testes)
  • McLaren: 2007
  • Renault: 2008 e 2009
  • Ferrari: 2010 a 2014
  • McLaren: 2015 a 2018

Quantas vezes Fernando Alonso foi campeão da Fórmula 1?

Fernando Alonso foi bicampeão da Fórmula 1. Ele conquistou os títulos do Mundial de Pilotos em 2005 e 2006, correndo pela Renault.

Em 2005, Alonso fez 133 pontos, enquanto o vice-campeão Kimi Raikkonen, da McLaren, fez 112. O espanhol venceu 7 GPs e conseguiu mais 8 pódios.

Já em 2006, o espanhol teve como principais adversários os pilotos da Ferrari. Enquanto Alonso somou 134 pontos, Michael Schumacher encerrou a temporada com 121.

Naquela temporada, Fernando Alonso foi brilhante. Ele venceu 7 corridas e ficou em segundo em outras 7. Apenas duas vezes ele não pontuou.

Títulos de Fernando Alonso na Fórmula 1

  • 2005 e 2006, pela Renault

GPs

  • 312

Vitórias

  • 32

Percentual de vitórias

  • 10,25%

Pódios

  • 97

Poles

  • 22

Quem foram os maiores rivais de Fernando Alonso na Fórmula 1?

Além de ser bicampeão da Fórmula 1 pela Renault, Fernando Alonso foi vice-campeão da categoria em três temporadas, enquanto corria pela Ferrari. Nesse período, o espanhol viu crescer sua rivalidade com Sebastian Vettel.

Alonso ficou em segundo no Mundial de Pilotos em 2010, 2012 e 2013, e, em todos esses três anos, o título ficou com Vettel.

O alemão era piloto da Red Bull e superou Alonso por apenas 4 pontos em 2010. Em 2012, essa diferença foi de apenas 3 pontos.

Somente em 2013, a disputa não foi tão acirrada, com Vettel sendo campeão da F1 com 397 pontos contra 242 de Alonso.

Apesar das disputas com Sebastian Vettel, a trajetória de Fernando Alonso na Fórmula 1 também tem episódios de rivalidade com Lewis Hamilton.

Quando foi para a McLaren em sua primeira passagem pela equipe, em 2007, Alonso se acostumou a ver o time destinar suas atenções para Lewis Hamilton, que surgia como uma grande promessa.

Naquela temporada, tanto Hamilton quanto Alonso fizeram 109 pontos, 10 a menos que o campeão Kimi Raikkonen, da Ferrari.

Qual foi o destino de Fernando Alonso após a Fórmula 1?

Quando falamos do piloto espanhol, não podemos nos restringir à Fórmula 1. Fernando Alonso teve suas primeiras experiências na Fórmula Indy ainda em 2017, correndo pela McLaren.

Em 2018, além de dividir as atenções da F1 com a Indy, Alonso venceu a tradicional prova de 24 horas de Le Mans.

Nas 24 horas de Daytona, Alonso ficou em 13º em 2018, mas conseguiu a vitória na prova em 2019, consolidando-se também como um grande piloto de endurance.

Para terminar a série de conquistas expressivas no automobilismo, Fernando Alonso ainda persegue a primeira vitória nas 500 milhas de Indianápolis.

Quer conferir mais histórias de grandes pilotos? Não perca tempo e veja também:

* Última atualização em 22/06/2019.

Comentários

Salvar