fbpx
Conheça em detalhes todas as Equipes da Fórmula 1 em 2019. Veja também qual equipe tem mais títulos de pilotos e construtores

Se você gosta de automobilismo como a gente, já deve ter se imaginado dirigindo uma Ferrari ou uma Mercedes. Ou quem sabe sendo um piloto da Red Bull. Afinal, qual equipe da Fórmula 1 é sua favorita?

Pode ser que você não tenha também sua escuderia predileta e prefira mesmo torcer por um piloto específico, como Lewis Hamilton ou Sebastian Vettel! Afinal, nos últimos anos, perdemos os representantes do Brasil na Fórmula 1. Em breve, quem sabe eles não retornam?!

Enquanto seguimos aguardando por novos tempos de glória de pilotos brasileiros, a categoria mais importante do automobilismo chega em 2019 à sua 70ª temporada. Quer ficar bem informado e saber tudo sobre as equipes da Fórmula 1? Venha com a gente!

 

Equipes da Fórmula 1 em 2019

  • Alfa Romeo
  • Ferrari
  • Racing Point
  • Haas F1 Team
  • McLaren
  • Mercedes
  • Red Bull Racing
  • Renault
  • Toro Rosso
  • Williams

A temporada 2019 foi a 70ª da história da Fórmula 1. Ao longo dessas 7 décadas, muitas equipes já participaram do campeonato.

Alguns times tradicionais já não participam da competição, como a Lotus, defendida por Emerson Fittipaldi e Ayrton Senna, e a Benetton, equipe pela qual Michael Schumacher conquistou os dois primeiros de seus 7 títulos.

Atualmente, 10 equipes disputam a Fórmula 1. A Ferrari é a única equipe que disputou todas as temporadas do mundial.

Em 2019, houve duas mudanças no grid. A Sauber anunciou que passará a adotar o nome Alfa Romeo Racing. Desde 2018, a marca italiana, que faz parte do Grupo Fiat, já era principal patrocinadora da equipe.

A Force India também não aparece mais no grid da Fórmula 1. A equipe foi comprada pelo investidor canadense Lawrence Stroll ainda em 2018, mas teve seu nome alterado para Racing Point em 2019.

Confira, a seguir, um resumo de cada equipe da fórmula 1 em 2019:

Alfa Romeo

Carro da Sauber, equipe de Fórmula 1

  • Nome: Alfa Romeo Sauber F1 Team
  • País: Suíça
  • Estreia na Fórmula 1: GP da África do Sul de 1993
  • Pilotos da equipe em 2019: Kimi Raikkonen (Finlândia) e Antonio Giovinazzi (Itália)
  • Títulos de construtores: nenhum
  • Títulos de pilotos: nenhum
  • Motor: Ferrari
  • Pneus: Pirelli
  • Chefe de equipe: Frédéric Vasseur

Você ama outros esportes além de Fórmula 1? Aqui na Esportelândia também falamos sobre:

Ferrari

Carro de Sebastian Vettel, piloto da Ferrari na Fórmula 1

  • Nome: Scuderia Ferrari
  • País: Itália
  • Estreia na Fórmula 1: GP de Mônaco de 1950
  • Pilotos da equipe em 2019: Sebastian Vettel (Alemanha) e Charles Leclerc (Monaco)
  • Títulos de construtores: 16 (1961, 1964, 1975, 1976, 1977, 1979, 1982, 1983, 1999, 2000, 2001, 2002, 2003, 2004, 2007, 2008)
  • Títulos de pilotos: 15 (1952, 1953, 1956, 1958, 1961, 1964, 1975, 1977, 1979, 2000, 2001, 2002, 2003, 2004, 2007)
  • Motor: Ferrari
  • Pneus: Pirelli
  • Chefe de equipe: Mattia Binotto

Veja todos os detalhes da história da Ferrari neste link!

Racing Point

Carro da Force India na Fórmula 1

  • Nome: SportPesa Racing Point F1 Team
  • País: Inglaterra
  • Estreia na Fórmula 1: GP da Bélgica de 2008
  • Pilotos da equipe em 2019: Sergio Perez (México) e Lance Stroll (Canadá)
  • Títulos de construtores: nenhum
  • Títulos de pilotos: nenhum
  • Motor: Mercedes
  • Pneus: Pirelli
  • Chefe de equipe: Otmar Szafnauer

Haas F1 Team

Carro da Haas, equipe de Fórmula 1

  • Nome: Haas F1 Team
  • País: Estados Unidos
  • Estreia na Fórmula 1: GP da Austrália de 2016
  • Pilotos da equipe em 2019: Romain Grosjean (França) e Kevin Magnussen (Dinamarca)
  • Títulos de construtores: nenhum
  • Títulos de pilotos: nenhum
  • Motor: Ferrari
  • Pneus: Pirelli
  • Chefe de equipe: Gunther Steiner

McLaren

Carro da McLaren, equipe de Fórmula 1

  • Nome: McLaren F1 Team
  • País: Reino Unido
  • Estreia na Fórmula 1: GP de Mônaco de 1966
  • Pilotos da equipe em 2019: Carlos Sainz Jr. (Espanha) e Lando Norris (Grã-Bretanha)
  • Títulos de construtores: 8 (1974, 1984, 1985, 1988, 1989, 1990, 1991, 1998)
  • Títulos de pilotos: 12 (1974, 1976, 1984, 1985, 1986, 1988, 1989, 1990, 1991, 1998, 1999, 2008)
  • Motor: Renault
  • Pneus: Pirelli
  • Chefe de equipe: Andreas Seidl

Mercedes

Carro da Mercedes, equipe de Fórmula 1

  • Nome: Mercedes-AMG Petronas Motorsport
  • País: Alemanha
  • Estreia na Fórmula 1: GP da França de 1954
  • Pilotos da equipe em 2019: Lewis Hamilton (Grã-Bretanha) e Valtteri Bottas (Finlândia)
  • Títulos de construtores: 6 (2014, 2015, 2016, 2017, 2018, 2019)
  • Títulos de pilotos: 7 (1954, 1955, 2014, 2015, 2016, 2017, 2018, 2019)
  • Motor: Mercedes
  • Pneus: Pirelli
  • Chefe de equipe: Toto Wolff

Veja todos os detalhes da história da Mercedes neste link!

Red Bull Racing

Carro da Red Bull Racing, equipe de Fórmula 1

  • Nome: Aston Martin Red Bull Racing
  • País: Áustria
  • Estreia na Fórmula 1: GP da Austrália de 2005
  • Pilotos da equipe em 2019: Max Verstappen (Bélgica/Holanda) e Alex Albon (Tailândia)
  • Títulos de construtores: 4 (2010, 2011, 2012 e 2013)
  • Títulos de pilotos: 4 (2010, 2011, 2012 e 2013)
  • Motor: Honda
  • Pneus: Pirelli
  • Chefe de equipe: Christian Horner

Veja todos os detalhes da história da Red Bull neste link!

Renault

Carro da Renault, equipe de Fórmula 1

  • Nome: Renault F1 Team
  • País: França
  • Estreia na Fórmula 1: GP da Grã-Bretanha de 1977
  • Pilotos da equipe em 2019: Nico Hulkenberg (Alemanha) e Daniel Ricciardo (Austrália)
  • Títulos de construtores: 2 (2005 e 2006)
  • Títulos de pilotos: 2 (2005 e 2006)
  • Motor: Renault
  • Pneus: Pirelli
  • Chefe de equipe: Cyril Abiteboul

Toro Rosso

Carro da Toro Rosso, equipe de Fórmula 1

  • Nome: Red Bull Toro Rosso Honda
  • País: Itália
  • Estreia na Fórmula 1: GP do Bahrein de 2006
  • Pilotos da equipe em 2019: Daniil Kvyat (Rússia) e Pierre Gasly (França)
  • Títulos de construtores: nenhum
  • Títulos de pilotos: nenhum
  • Motor: Honda
  • Pneus: Pirelli
  • Chefe de equipe: Franz Tost

Williams

Carro da Williams, equipe de Fórmula 1

  • Nome: Williams Grand Prix Engineering
  • País: Grã-Bretanha
  • Estreia na Fórmula 1: GP da Argentina de 1978
  • Pilotos da equipe em 2019: George Russell (Grã-Bretanha) e Robert Kubica (Polônia)
  • Títulos de construtores: 9 (1980, 1981, 1986, 1987, 1992, 1993, 1994, 1996, 1997)
  • Títulos de pilotos: 7 (1980, 1982, 1987, 1992, 1993, 1996, 1997)
  • Motor: Mercedes
  • Pneus: Pirelli
  • Chefe de equipe: Frank Williams e Claire Williams

Vá além do mundo da fórmula 1! Confira também nossos outros conteúdos:

Qual equipe de Fórmula 1 tem mais títulos?

Em toda a história da Fórmula 1, nenhuma equipe foi tão vitoriosa quanto a Ferrari. A escuderia italiana foi campeã do mundial de construtores em 16 temporadas, sendo a última delas em 2008. Além disso, a Ferrari já teve o piloto campeão da Fórmula 1 em 15 mundiais. Ou seja, são 31 títulos da equipe de Maranello.

Já a Williams conquistou a disputa de construtores em 9 oportunidades, uma a mais que a McLaren. Em contrapartida, na disputa entre pilotos, a McLaren foi vitoriosa em 12 temporadas, contra 7 da Williams.

Dessa forma, quando consideramos a soma de títulos de construtores e pilotos, a McLaren é a segunda equipe mais vitoriosa da história da Fórmula 1, com 20 títulos, contra 16 da Williams.

Lista das equipes da Fórmula 1 com mais títulos (pilotos + construtores) 

  • Ferrari – 31 títulos (16 de construtores e 15 de pilotos)
  • McLaren – 20 títulos (8 de construtores e 12 de pilotos)
  • Williams – 16 títulos (9 de construtores e 7 de pilotos)
  • Lotus – 13 títulos (7 de construtores e 6 de pilotos)
  • Mercedes – 13 títulos (6 de construtores e 7 de pilotos)
  • Red Bull – 8 títulos (4 de construtores e 4 de pilotos)
  • Brabham – 6 títulos (2 de construtores e 4 de pilotos)
  • Renault – 4 títulos (2 de construtores e 2 de pilotos)
  • Cooper – 4 títulos (2 de construtores e 2 de pilotos)
  • Benetton – 3 títulos (1 de construtores e 2 de pilotos)
  • Tyrrel – 3 títulos (1 de construtores e 2 de pilotos)
  • Maserati – 2 títulos (ambos de pilotos)
  • Alfa Romeo – 2 títulos (ambos de pilotos)
  • Brawn – 2 títulos (1 de construtores e 1 de pilotos)
  • BRM – 2 títulos (1 de construtores e 1 de pilotos)
  • Matra – 2 títulos (1 de construtores e 1 de pilotos)
  • Vanwall – 1 título (de construtores)

O que é o mundial de construtores da Fórmula 1?

O Mundial de construtores é um prêmio dado pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo) desde 1958. A primeira equipe campeã foi a Vanwall. Até 1979, só eram contabilizados os pontos somados pelo melhor piloto de cada escudeira. Desde 1980, é válido o critério que leva em consideração dos dois pilotos da equipe.

Ao todo, 15 equipes já foram campeãs de construtores da Fórmula 1, sendo que apenas 6 delas continuam na disputa da principal categoria do automobilismo mundial (Ferrari, Williams, McLaren, Mercedes, Red Bull e Renault).

Dona de 7 títulos de construtores, a extinta Lotus é a quarta maior campeã da categoria.

Vanwall primeira equipe de Fórmula 1 campeã do mundial de construtores
Vanwall foi a primeira campeã do mundial de construtores da Fórmula 1, na temporada de 1958 Crédito: Getty Images

Lista das equipes da Fórmula 1 com mais títulos de construtores

  • Ferrari – 16 títulos (1961, 1964, 1975, 1976, 1977, 1979, 1982, 1983, 1999, 2000, 2001, 2002, 2003, 2004, 2007, 2008)
  • Williams – 9 títulos (1980, 1981, 1986, 1987, 1992, 1993, 1994, 1996, 1997)
  • McLaren – 7 títulos (1980, 1982, 1987, 1992, 1993, 1996, 1997)
  • Lotus – 7 títulos (1963, 1965, 1968, 1970, 1972, 1973, 1978)
  • Mercedes – 6 títulos (2014, 2015, 2016, 2017, 2018, 2019)
  • Red Bull – 4 títulos (2010, 2011, 2012, 2013)
  • Cooper – 2 títulos (1959, 1960)
  • Brabham – 2 títulos (1966, 1967)
  • Renault – 2 títulos (2005, 2006)
  • Vanwall – 1 título (1958)
  • BRM – 1 título (1962)
  • Matra – 1 título (1969)
  • Tyrrell – 1 título (1971)
  • Benetton – 1 título (1995)
  • Brawn – 1 título (2009)

Lista das equipes da Fórmula 1 com mais títulos de pilotos 

  • Ferrari – 15 títulos (1952, 1953, 1956, 1958, 1961, 1964, 1975, 1977, 1979, 2000, 2001, 2002, 2003, 2004, 2007)
  • McLaren – 12 (1974, 1976, 1984, 1985, 1986, 1988, 1989, 1990, 1991, 1998, 1999, 2008)
  • Williams – 9 títulos (1980, 1981, 1986, 1987, 1992, 1993, 1994, 1996, 1997)
  • Mercedes – 8 títulos (1954, 1955, 2014, 2015, 2016, 2017, 2018, 2019)
  • Lotus – 6 títulos (1963, 1965, 1968, 1970, 1972, 1978)
  • Brabham – 4 títulos (1966, 1967,1981 e 1983)
  • Red Bull – 4 títulos (2010, 2011, 2012 e 2013)
  • Alfa Romeo – 2 títulos (1950 e 1951)
  • Maserati – 2 títulos (1954 e 1957)
  • Cooper – 2 títulos (1959, 1960)
  • Tyrrell – 2 títulos (1971 e 1973)
  • Benetton – 2 títulos (1994 e 1995)
  • Renault – 2 títulos (2005, 2006)
  • BRM – 1 título (1962)
  • Matra – 1 título (1969)
  • Brawn – 1 título (2009)
Michael Schumacher campeão da Fórmula 1 pela equipe Benetton
Michael Schumacher deu a Benetton os dois títulos de pilotos da equipe na Fórmula 1, em 1994 e 1995

Qual equipe de Fórmula 1 é mais popular?

Na categoria do automobilismo que mais atrai olhares do público, a dúvida sobre qual é a equipe mais popular não é tão polêmica quanto em outros esportes. Única escuderia que participou de todas as temporadas, a Ferrari é reconhecida como a equipe da Fórmula 1 com mais torcida.

A Ferrari é também a equipe mais valiosa. Segundo a Forbes, a escuderia de Maranello vale mais de US$ 1,1 bilhão. Segunda colocada nessa lista, a McLaren teve valor avaliado em US$ 800 milhões. O pódio é completado pela Red Bull, com US$ 400 milhões, 10 milhões a mais que a quarta colocada na lista das equipes mais valiosas da Fórmula 1, a Mercedes.

Quanto ganha uma equipe de Fórmula 1?

Ainda que não vença campeonatos desde a primeira década do século 20, a Ferrari é a equipe mais bem paga da Fórmula 1. De acordo com o Motorsport, a tradicional escuderia italiana recebeu US$ 180 milhões (R$ 554 milhões) para disputar a temporada 2017.

Já a Mercedes, que venceu todos os mundiais desde 2014, embolsou US$ 171 milhões no total (R$ 527 milhões), US$ 10 milhões a mais que a Red Bull.

Esse valor pago às equipes é arrecadado pela FOM (Formula One Management) com a taxa para realização dos GPs do calendário da Fórmula 1, comercialização de direitos de imagem e vendas de ingressos e camarotes.

Enquanto recebem centenas de milhões de dólares anualmente, as equipes da Fórmula 1 também gastam aos montes. Estima-se que juntos, os 10 times que disputam a categoria tenham custo de US$ 2,6 bilhões por ano.

Com cifras milionárias e alta tecnologia, a Fórmula 1 segue sendo a principal categoria de automobilismo do mundo! Em 2019, a Mercedes conquistou seu sexto título consecutivo de construtores.

Será que outra equipe será capaz de superar a escuderia liderada por Lewis Hamilton?

Agora que você já conhece todas as equipes de Fórmula 1, aproveite para se aprofundar ainda mais no esporte com nossos outros conteúdos:

* Última atualização em 3 de novembro de 2019

Ficha Técnica
Título
Equipes da Fórmula 1 em 2019: História, Pilotos e Títulos
Resumo
Conheça em detalhes todas as Equipes da Fórmula 1 em 2019. Veja também qual equipe tem mais títulos de pilotos e construtores
Autor

Comentários

Salvar