Tudo sobre o Chicago Cubs: história na MLB, estádio, a seca de títulos de World Series, melhores jogadores e maiores treinadores

O Chicago Cubs é um time histórico da MLB, seja por sua origem, seja pelo seu estádio ou mesmo pelo decorrer de sua trajetória no beisebol.

Franquia com mais tempo de luta do que de glórias, o Cubs enfrentou secas, maldições e até uma ameaça de falência. Mesmo assim, nunca deixou de ser importante no esporte norte-americano.

No texto abaixo, reunimos todas as informações sobre o Chicago Cubs. Sua história, suas World Series, seus maiores jogadores e técnicos, enfim, tudo o que você precisa saber sobre os “filhotes”.

História do Chicago Cubs

Chicago Cubs nos anos 1880

A história do Chicago Cubs se confunde com a do próprio beisebol profissional.

Fundado em 1876 como Chicago White Stockings  (devido as meias brancas que você na imagem acima), o time é um dos membros originais da Liga Nacional, a primeira a primeira das duas organizações que dariam origem à MLB.

A franquia é também a primeira campeã da Liga Nacional, chamada nos EUA de pennant, e a grande força do esporte no final do século XIX. Foram seis títulos vencidos somente entre 1876 e 1890, desempenho que fez surgir o apelido/nome Chicago Colts.

Durante esse período, um fato curioso. O primeiro dono do clube, William Hulbert — o responsável por montar o elenco estrelado que dominou o início do beisebol —, faleceu. Em seu lugar, assumiu um antigo jogar do time, que tinha parado de jogar para investir em sua loja de artigos esportivos: Albert Spalding, o próprio criador da marca Spalding.

Entre os Colts e os Cubs, o time ainda foi chamado de Chicago Orphans, após a saída do jogador e treinador Adrian Anson, o “Cap”, que esteve a serviço da franquia por 22 anos.

Além disso, o antigo nome, White Stockings, foi “roubado” pela nova equipe da cidade, que surgia junto com a Liga Americana: o Chicago White Sox.

O Chicago Cubs

O nome Chicago Cubs é oficializado em 1903. Naquela altura, Al Spalding já tinha vendido a fraquia e o elenco passava por uma reconstrução baseada em jovens talentos.

É daí, inclusive, que sai a nova identidade do time. “Cubs”, em inglês, quer dizer filhote — mais especificamente, filhote de mamífero.

Não muito tempo depois, os “filhotes de Chicago” cresceram. E dominaram o início a MLB no início do século XX. Chegaram a três World Series consecutivas entre 1906 e 1908, tornando-se a primeira franquia a alcançar o feito.

Mas importante, foram a primeira equipe a vencer finalíssimas consecutivas, em 1907 e 1908. Na única que não ganharam, em 1906, fizeram história.

Os “filhotes”, comandados Frank Chance, venceram 116 partidas, registrando o até hoje maior percentual (71,6%) de vitórias numa temporada de MLB.

O problema foi quando as conquistas acabaram.

A maior seca da história e a maldição de Billy Goat

Após o título da World Series de 1908, o Chicago Cubs passou simplesmente 108 anos sem conquistar a MLB novamente. É, e dificilmente deixará de ser, a maior seca de conquistas da história dos esportes norte-americanos.

Durante a fila, o time chegou em mais sete World Series, todas entre 1910 e 1945. Depois disso, outra seca amargada, de 71 anos sem levar a taça da Liga Nacional.

Sobre esta segunda sequência, fala-se da “Maldição de Billy Goat”, uma das clássicas histórias da MLB. Nela, William Sianis, torcedor do Cubs e dono do bar “Billy Goat Tavern”, teria sido expulso do estádio do time durante o jogo 4 da World Series de 1945, disputada contra o Detroit Tigers.

Retirado do jogo por causa de seu, pasme, bode de estimação, que estava incomodando os outros presentes, Willaim teria dito, em tom ameaçador: “Esse Cubs nunca mais vai ganhar nada”.

A história difere sobre o que ele falou exatamente e também onde e quando o falou. A família garante que ele de fato fez a maldição, apesar dos torcedores não acreditarem. Pelo menos não no início.

O fim da fila e um futuro mais tranquilo

Toda a fila e  toda a maldição tem o seu fim. Para o Chicago Cubs, elas acabaram juntas. Na temporada de 2016, o time conquistou a Liga Nacional sobre o Los Angeles Dodgers e depois a mais esperada World Series do século, contra o Cleveland Indians.

Mais do que trabalhar para encerrar a centenária sina, o Cubs se preparou para nunca mais ter que enfrentar algo parecido. A melhor prova está nos títulos da divisão central, conquistados em 2016, 2017 e 2020 mostram que ao menos o caminho parece certo.

Quantos títulos da World Series tem o Chicago Cubs?

O Chicago Cubs tem três títulos da World Series. Dois deles foram conquistados consecutivamente e o terceiro veio somente mais de cem anos (108, para ser mais exato) depois.

Abaixo, todas as World Series disputadas pelo Cubs. Em negrito, as vencidas:

  • 1906
  • 1907
  • 1908
  • 1910
  • 1918
  • 1929
  • 1932
  • 1935
  • 1938
  • 1945
  • 2016

Quantos títulos da Liga Nacional tem o Chicago Cubs?

O Chicago Cubs tem 17 títulos da Liga Nacional. Assim como na World Series, o time enfrentou uma seca sem conquistas. Essa, no entanto, foi menor: “só” 71 anos.

Você deve ter reparado que a franquia tem muito mais Ligas conquistadas que World Series disputadas. É que um pouco mais de um terço dos pennants vencidos aconteceram antes da criação da finalíssima.

Abaixo, os títulos da Liga Nacional do Cubs na era pré-World Series

  • 1876
  • 1880
  • 1881
  • 1882
  • 1885
  • 1886

Quantos títulos de divisão tem o Chicago Cubs?

O Chicago Cubs conquistou oito títulos de divisão, dois pela Leste e outros seis pela Oeste, quando, grupo pelo qual passou a disputar a MLB em 1994. Os troféus foram levantados em:

Divisão Leste:

  • 1984
  • 1989

Divisão Central:

  • 2003
  • 2007
  • 2008
  • 2016
  • 2017
  • 2020

Qual é o estádio do Chicago Cubs?

Wrigley Field, estádio do Chicago Cubs
(Quinn Harris/Getty Images)

O estádio do Chicago Cubs é o Wrigley Field. Construído desde 1911 e inaugurado em 1914, é o mais antigo estádio da Liga Nacional e o segundo mais velho de toda a MLB.

Com capacidade para 41600 pessoas, o Wrigley é um local icônico na cidade, com seus tijolos cobertos de marfim e a sua tradição de hastear bandeiras com as letras “W” (won) ou “L” (lost) depois das partidas. Foi também casa do Chicago Bears, da NFL, por mais de 50 anos.

Localizado na porção norte de Chicago, faz o Cubs ser conhecido entre os moradores como “North Siders” (“nortistas), enquanto o White Sox recebe o apelido de “South Siders”.

Vá além do beisebol! Confira:

Quem é o dono do Chicago Cubs?

A família Ricketss, donos do Chicago Cubs

Os donos do Chicago Cubs são os irmãos Todd, Thomas, Pete e Laura Ricketts. Eles, junto do pai, Joe Ricketts, estão no controle da franquia desde 2009, quando contribuíram com mais de 70% da proposta de US$ 900 milhões que arrematou a organização.

Entre os cinco, o mais atuante é Thomas, que é o presidente de fato — e da Incapital, firma de tecnologia para investidores. Foi sob sua gestão que o Wrigley Field foi profundamente reformado e, principalmente, que o Cubs conseguiu dar fim à seca centenária de conquistas do World Series.

Quem são os maiores jogadores do Chicago Cubs?

Ernie Banks, um dos melhores jogadores do Chicago Cubs
(Focus on Sport/Getty Images)

Entre os maiores jogadores do Chicago Cubs, nenhum representou melhor a franquia do Ernie Banks. Chamado simplesmente de “Mr. Cub, atuou todos os seus 18 anos na MLB pelo time azul e branco. Chegou a jogar dois anos nas Ligas Negras, entre 1951 e 1953.

Banks foi um shortstop por boa parte de sua carreira, que se desenrolou entre 1953 e 1971 — jogou, portanto, durante a já vigente seca de World Series e a famigerada “maldição de Billy Goat”. O que não o impediu de demonstrar um carisma e uma energia irresistíveis.

Claro que o seu destaque aqui não se deve por sua atitude, tampouco somente por sua lealdade. Ernie foi um jogador preciso e prolífico, com mais de 500 home runs rebatidos e acima das 1600 corridas impulsionadas (RBI).

O Mr. Cub, claro, teve sua camisa número 14 aposentada, numa cerimônia especial em 1982. Ele não foi o único a entrar para a história da franquia:

  • Ron Santo – Third Basemen do Cubs entre 1960 e 1973. Teve seu número 10 aposentado em 2003.
  • Billy Williams – Left field que atuou em Chicago de 1959 a 1974. Seu número 26 foi aposentado em 1987.
  • Greg Maddux – Pitcher do Cubs primeiro entre 1986 e 1992, depois entre 2004 e 2006. Aposentaram sua camisa 31 em 2009.
  • “Cap” Anson – Primeira grande estrela do Cubs, foi first basemen entre 1876 e 1897. Não teve sua camisa aposentada, mas foi quem mais venceu pelo time (1282).

Quem são os maiores técnicos do Chicago Cubs?

Frank Chance, um dos maiores técnicos da história do Chicago Cubs

Frank Chance é inegavelmente o melhor entre os maiores técnicos do Chicago Cubs. Em apenas sete anos no cargo venceu quatro Ligas Nacionais e duas World Series. E tudo isso como jogador-treinador.

Se o pouco tempo no comando impressiona, a velocidade com a qual fez história choca ainda mais.

Frank virou técnico em 1905; em 1906, fez a temporada de maior percentual de vitórias em todos as temporadas da MLB; em 1908, conquista o bi da World Series; finalmente, em 1912, termina a passagem e a carreira com o maior percentual de vitórias em toda a franquia (66,4%).

Por mais difícil que tenha sido a caminhada do Cubs, o time não deixou de colecionar profissionais ilustres no banco:

  • Joe Maddon – Simplesmente o técnico do fim da seca. Ficou no comando entre 2015 e 2019, levou uma Liga Nacional, uma World Series e dois títulos da divisão central.
  • Charlie Grimm – Técnico que mais acumulou passagens pelo Cubs, entre 1932 e 1938, 1944 e 1949 e 1960. Levou três títulos da Liga Nacional e foi quem mais venceu na era moderna da franquia (946).
  • Joe McCarthy – Lendário treinador do New York Yankees , começou sua carreira no Cubs. Ficou entre 1926 e 1930 e levou uma Liga Nacional.

Materiais esportivos do Chicago Cubs

O Chicago Cubs, como todo boa franquia da MLB que se preze, conta com uma grande oferta de materiais esportivos disponíveis para seus torcedores. Sejam eles de onde for.

Boné do Chicago Cubs

https://static.netshoes.com.br/produtos/bone-new-era-mlb-chicago-cubs-aba-curva-snapback-masculino/10/IJX-8398-310/IJX-8398-310_zoom1.jpg?ts=1605803584

Os bonés são um itens tradicionais para o fã de beisebol. Este bicolor do Chicago Cubs é um dos mais bonitos do mercado.

Para ter o seu boné do Chicago Cubs, basta clicar aqui!

Camiseta do Chicago Cubs

https://static.netshoes.com.br/produtos/camiseta-mlb-chicago-cubs-new-era-core-team-eat-masculina/10/IJX-8451-310/IJX-8451-310_zoom1.jpg?ts=1601414547

O azul profundo desta camiseta do Cubs a torna não só bonita como muito versátil. Perfeita para mostrar sua paixão pelo time em qualquer lugar.

Gostou do visual? Clique aqui para garantir a sua camiseta do Chicago Cubs!

Bandeira do Chicago Cubs

https://images-na.ssl-images-amazon.com/images/I/61DvtLDl4kL._AC_SL1000_.jpg

Simplesmente não melhor maneira de atestar sua paixão pelo Cubs do que com a tradicional bandeira da vitória.

Para ter a sua bandeira do Chicago Cubs, use este link!

Corta vento do Chicago Cubs

https://images.rappi.com.br/products/2098232251-1589546113344.png?e=webp

Além de versátil, essa corta vento do Cubs é perfeita para enfrentar o frio de Chicago no Wrigley Field.

Gostou? Entre aqui para garantir sua corta vento do Chicago Cubs!

Depois de conhecer melhor o Chicago Cubs, aproveite para acessar outros conteúdos sobre beisebol e a MLB:

* Última atualização em 5 de fevereiro de 2021

Salvar