Conheça a história de Zion Williamson: carreira universitária, performance na NBA, salário, prêmios e principais estatísticas

Todos os anos surgem novas estrelas no basquete da NBA. As fortes ligas colegiais e universitárias proporcionam uma renovação constante no leque de estrelas que disputam a principal liga de basquete do mundo.

O caso de Zion Williamson é um dos mais significativos. Destaque desde o colegial, Zion é uma das grandes promessas do basquete americano para os próximos anos.

Venha conhecer mais sobre a trajetória do astro norte-americano, as estatísticas, as grandes performances, as curiosidades e muito mais!

Quem é Zion Williamson?

Zion Williamson, jogador de basquete

Zion Lateef Williamson, ou apenas Zion Williamson, é um jogador de basquete profissional. Desde 2019, ele disputa a NBA, principal liga de basquete do mundo, pela equipe do New Orleans Pelicans.

Nascido em 6 de julho de 2000, Williamson teve uma ligação forte com o basquete desde muito cedo. Começou a praticar o esporte com apenas 5 de idade e, aos 9, já disputava torneios juvenis com meninos 4 anos mais velhos do que ele, o que mostrava o quanto ele já se diferenciava dos demais. 

Sua mãe e seu padrasto também tinham forte ligação com o esporte e foram grandes mentores do jogador ao longo de sua formação, principalmente durante seu período escolar. 

Carreira de Zion Williamson no colegial

Zion Williamson, jogador de basquete

Foi durante o colégio que Zion começou a ganhar visibilidade. No seu primeiro ano, frequentava a Spartanburg Day School e jogava para os Spartamburg Griffins.

Nesse período, principalmente entre a oitava e a nona série, o surto de crescimento do atleta fez a diferença. Em apenas um ano, ele cresceu cerca de 16 cm, chegando até 1,91m de altura.

No seu primeiro ano de disputa pelo time dos Griffins, Zion já mostrava do que era capaz e obteve médias impressionantes: 24,4 pontos, 9,4 rebotes, 2,8 assistências e 3 bloqueios.

No segundo ano como jogador da equipe da Carolina do Sul, ele aprimorou seu desempenho. Após mais um período de crescimento, em que atingiu 1,98m. Com a sua melhora na capacidade de enterrar, Zion Williamson conduziu os Griffins para o título da SCISA Region I-2A.

Suas performances, com média de 28,3 pontos por partida, fizeram ele ser eleito o jogador do ano na região.

A cada temporada seu desempenho melhorava. No terceiro ano de colégio, na temporada 2016-2017, o ala-pivô atingiu a média de 36,8 pontos e 13 rebotes por partida. 

As suas grandes aparições durante essa temporada, incluindo um jogo em que Zion marcou 50 pontos e deu 10 enterradas, começaram a viralizar nas redes sociais.

 

A partir de então, os olheiros passaram a prestar bastante atenção na capacidade do menino de apenas 16 anos, principalmente pela sua superioridade em relação aos demais. 

No mesmo ano, ele estabeleceu o primeiro recorde de sua carreira. Em 27 jogos na temporada, fez mais de 30 pontos e bateu o recorde estadual de jogos com mais de 30 pontos anotados. 

No seu quarto e último ano do colégio, Zion manteve sua média de mais de 36 pontos por partida, além de 11,4 rebotes e 3,5 assistências.

Com esses números, porte físico e as atuações assombrosas, Zion Williamson foi nomeado para a Primeira-Equipe pela USA Today e também ganhou o prêmio de Mr. Basketball da Carolina do Sul. 

Carreira universitária de Zion Williamson

Zion Williamson, jogador de basquete

Seguindo os modelos de recrutamento para as universidades norte-americanas, Zion era o preferido de diversas instituições, que queriam o grande destaque do basquete colegial nos últimos anos.

Em 2018, ele anunciou o acerto com a Universidade Duke para a disputa da temporada 2018-2019.

A temporada de Williamson como calouro do basquete universitário foi totalmente fora do comum. Apesar de algumas lesões que o atrapalharam durante o ano de calouro, ele foi destaque absoluto.

Logo na sua estreia, o ala-pivô marcou incríveis 28 pontos em apenas 23 minutos em quadra. Na sequência, ampliou os seus números, anotando 27 pontos, com 16 rebotes e 6 bloqueios, se tornando o segundo jogador da universidade a conseguir 25 pontos, 15 rebotes e 5 bloqueios em uma partida da temporada regular.

As grandes atuações continuaram nas partidas seguintes, e o jogador foi eleito calouro da semana da Atlantic Coast Conference (ACC) em pelo menos 5 oportunidades. 

Ao final da temporada do Atlantic Coast Conference, Zion foi nomeado o MVP do torneio, sendo o 6° calouro na história a alcançar essa conquista.

Na disputa da NCAA, que equivale aos playoffs da competição, reunindo os principais times das conferências de cada região do basquete universitário, Zion estreou com 25 pontos, na vitória de Duke por 85 a 62 sobre Dakota do Norte.

 

A equipe de Williamson acabou sendo eliminada pelo time de Michigan State Spartans, da Universidade de Michigan, e não conseguiu chegar ao Final Four.

Apesar da derrota, o universitário deixou sua marca em sua última partida com a camisa de Duke, marcando 24 pontos e pegando 14 rebotes.

Draft de Zion Williamson

Zion Williamson, jogador de basquete

Após ser o grande destaque da temporada universitária, mesmo sendo calouro, Zion Williamson era o grande nome para a primeira escolha do Draft da NBA de 2019. 

Ele se declarou elegível para o Draft da NBA em 15 de abril de 2019.

Na cerimônia do Draft, em 20 de junho, não deu outra. O New Orleans Pelicans, que tinha a prioridade de escolha, selecionou Zion Williamson como o “first pick”. Onze dias depois, o novo astro assinou contrato com a equipe dos Pelicans. 

 

Carreira de Zion Williamson na NBA

Zion Williamson, jogador de basquete

Após as trocas realizadas pelo New Orleans Pelicans, que mandaram o astro Anthony Davis para os Lakers, mas trouxeram Lonzo Ball, Josh Hart e Brandon Ingram, três jogadores bastante jovens, juntando o draft de Zion Williamson, o Pelicans estava cercado de expectativas para a temporada 2019-2020.

Infelizmente, o ala-pivô se machucou ainda na pré-temporada, quando rompeu o menisco em um dos jogos de preparação. A lesão fez com que sua estreia na temporada regular da NBA fosse adiada, acontecendo apenas três meses depois do início da temporada.

No dia 22 de janeiro de 2020, Zion finalmente estava pronto para estrear na NBA. E que estreia, hein!?

Diante do San Antonio Spurs, os Pelicans de Zion acabaram derrotados, 121 a 117. Mas, ele foi o grande destaque e, em seu primeiro jogo oficial da NBA, o novo astro deu show.

O calouro anotou incríveis 22 pontos, além de 7 rebotes, em apenas 18 minutos em quadra. Só no último quarto da partida, foram 17 pontos convertidos em sequência, algo que levou os torcedores presentes na Smoothie King Center à loucura. 

 

Antes da estreia de Williamson, o New Orleans Pelicans estava mal na temporada e não passava nem perto do acesso para os playoffs da competição.

As grandes atuações individuais do calouro do Pelicans incendiaram a equipe que, mesmo com dificuldades em encontrar um grande jogo coletivo, melhorou seu desempenho e ficou mais próxima da disputa por uma vaga na pós-temporada.

Com a parada da competição por conta da pandemia da Covid-19, a NBA voltou apenas quando instalou a famosa “bolha da Disney”, em que todos os jogos restantes aconteceriam em um complexo armado apenas para o torneio, com as equipes completamente isoladas.

Na bolha, apenas os times que tinham alguma chance de classificação estariam participando, incluindo o New Orleans Pelicans. 

O craque, inclusive, teve de deixar o complexo alegando problemas familiares logo no começo do isolamento, o que atrasou sua reestreia na NBA. 

Infelizmente, para Zion e seus companheiros, os Pelicans venceram apenas duas das oito partidas disputadas na bolha da Disney, e não conseguiram a classificação para os playoffs da temporada. 

Times de Zion Williamson

Zion Williamson foi draftado pelo New Orleans Pelicans em 2019 e assinou um contrato de dois anos com a franquia, o que garante que ele permanecerá por lá até pelo menos 2021.

Com a equipe de New Orleans, Zion Williamson disputou sua primeira temporada em 2019-2020.

Não fique preso ao basquete! Confira novos conteúdos de diferentes esportes:

Estatísticas e números de Zion Williamson 

Universidade

Jogando pela equipe de Duke, Zion Williamson teve uma grande temporada em seu primeiro ano de universidade, o credenciando a ser draftado para a NBA. Confira as principais médias do jogador:

  • Partidas jogadas: 33
  • Minutos por jogo: 30,0
  • Pontos: 22,6
  • Assistências: 2,1
  • Rebotes: 8,9

NBA

No seu primeiro ano como jogador da NBA, atuando pelo New Orleans Pelicans, Zion conseguiu números semelhantes aos de sua temporada no basquete universitário. Confira as principais médias de Zion Williamson no ano de 2020:

  • Partidas jogadas: 24 
  • Minutos por jogo: 27,8
  • Pontos: 22,5
  • Assistências: 2,1
  • Rebotes: 6,3

Salário de Zion Williamson na NBA

Em 2019, após ser draftado pelo New Orleans Pelicans, Williamson assinou um contrato com a franquia por duas temporadas, no valor total de US$ 20 milhões.

Confira a tabela com os salários de Zion Williamson: 

Temporada Franquia Salário
2019-2020 New Orleans Pelicans US$9.757.440
2020-2021 New Orleans Pelicans US$10.245.480

Biografia de Zion Williamson

  • Nome completo: Zion Lateef Williamson
  • Data de nascimento: 6 de julho de 2000 
  • Local de nascimento: Salisbury, Carolina do Norte, Estados Unidos
  • Altura: 2,01 metros
  • Peso: 129 Kg
  • Posição: PF (ala-pivô)

Curiosidades de Zion Williamson

Jogo com Obama nas arquibancadas

O basquete universitário é extremamente valorizado pelos norte-americanos. Zion Williamson sentiu a pressão e a importância disso na pele.

Em um dos maiores clássicos do basquete universitário, Duke contra Carolina do Norte, Zion era a principal estrela do jogo. Nas arquibancadas estava ninguém menos do que o Barack Obama, ex-presidente dos Estados Unidos.

Além da presença do governante, outra curiosidade do confronto foram os preços dos ingressos, que chegaram a custar, em média, mais de 3 mil dólares.

Tênis rasgado e quebra das ações da Nike

Ainda no confronto de Duke contra Carolina do Norte, Zion infelizmente saiu lesionado com apenas 1 minuto de jogo. 

A grande estrela do basquete universitário na temporada teve seu tênis rasgado em uma movimentação, o que fez com que o jogador tivesse uma entorse no joelho.

Após a partida, as ações da Nike, que estampava o patrocínio no tênis de Zion, despencaram em mais de US$1,1 bilhão por conta do tênis defeituoso do jogador. 

 

Agora que você conhece mais sobre a carreira de Zion Williamson, venha ver a histórias de outros importantes nomes do basquete:

*Ultima atualização em 2 de novembro de 2020

Comentários

Salvar
Compartilhar
Twittar
Compartilhar
WhatsApp
Pin