Jeremy Hollowell atua como ala e pivô. Aos 29 anos, o atleta, natural de Cleveland, Ohio, defende o Bauru, que disputa o NBB. Saiba mais sobre sua história e estatísticas.

Início da carreira nos Estados Unidos

Natural de Cleveland, berço de tradição no basquete norte-americano, Jeremy Hollowell emergiu como uma promessa desde os primeiros passos na Liga Universitária até sua ascensão no cenário profissional.

Seus primeiros feitos ocorreram na Lawrence Central High School, em Indianápolis, onde Hollowell deixou sua marca. Com uma média de 23,9 pontos e nove rebotes por jogo em seu último ano, ele encerrou sua carreira colegial ultrapassando a marca dos 1.000 pontos. Classificado como o 7º ala-pivô pela Scout e o 42º melhor prospecto geral em 2012, segundo o ESPN100, Hollowell já despertava olhares atentos para sua futura trajetória.

Iniciando sua carreira universitária em Indiana, Hollowell contribuiu significativamente para os Hoosiers, acumulando experiência e desenvolvendo suas habilidades. Após duas temporadas, ele fez a transição para os Georgia State Panthers, onde sua jornada atingiu novos patamares.

Em sua temporada júnior, Hollowell liderou os Panthers em pontuação com uma média impressionante de 14,8 pontos por jogo, demonstrando sua habilidade e consistência. Alcançando seu primeiro double-double na carreira, ele se destacou em confrontos cruciais, conquistando o título de Jogador da Semana do Sun Belt.

A temporada sênior testemunhou Hollowell mantendo uma performance excepcional, com destaque para sua precisão de 42,6% no chão e 33,5% nas bolas de três. Contra Auburn, marcou 20 pontos e acertou todos os oito lances livres.

Seu retorno a Indiana foi marcado por uma atuação memorável contra o Purdue, registrando 15 pontos e cinco rebotes. Na conferência, suas performances valeram-lhe o título de Jogador da Semana do Sun Belt, destacando-se como um líder exemplar.

Passagem de Jeremy pela NBA G League e basquete internacional

A ascensão de Jeremy Hollowell para o cenário profissional do basquete foi marcada por uma trajetória impressionante, catapultando-se para o sucesso desde sua seleção pelos Erie BayHawks, afiliado da NBA G League do Atlanta Hawks.

Escolhido como a 18ª na 1ª rodada do Draft da G League de 2017, Hollowell não apenas ingressou no mundo profissional, mas também solidificou sua posição como uma promessa a ser observada.

A jornada profissional de Hollowell não se limitou aos BayHawks. Navegando por diferentes ligas ao redor do mundo, ele deixou sua marca no México, Israel, Grécia, Turquia e Colômbia. Cada experiência contribuiu para a lapidação de suas habilidades, transformando-o em um jogador versátil e adaptável.

Na última temporada, Hollowell brilhou no Brillantes de Zulia, da Venezuela. Com médias de 9.8 pontos, 6.3 rebotes e 1.7 assistências por jogo, ele não apenas se destacou, mas demonstrou sua capacidade de ser uma peça fundamental na equipe.

Chegada ao Brasil

Em uma tarde de sexta-feira, dia 20 de outubro de 2023, as dependências do Bauru Basket testemunharam a chegada de uma nova estrela as quadras brasileiras. O norte-americano Jeremy Hollowell, com sua imponência de 2.03 metros e uma carreira repleta de conquistas, se tornou a adição ‘gringa' do Dragão para a temporada do NBB Caixa 2023-2024.

Hollowell, um talentoso ala-pivô de 29 anos, traz consigo uma bagagem única e a promessa de contribuir significativamente para o sucesso da equipe. Sua chegada marca não apenas um reforço no plantel, mas a introdução de uma nova dinâmica ao jogo do Bauru Basket.

Este também é um momento especial para o próprio Jeremy Hollowell, pois representa sua estreia no basquete brasileiro.

Estatísticas de Jeremy