Antes de mais nada, Mark Alan Webberou simplesmente Mark Webber, é um ex-piloto de automóveis australiano que atuou na Fórmula 1 sendo uma das estrelas da equipe da RedBull. Acima de tudo, sua estreia aconteceu no ano de 2002, no GP da Austrália, pela Minardi. Na ocasião, ele terminou na 5º colocação.

O COMEÇO DA CARREIRA DE MARK WEBBER

O australiano deixou a Austrália após competir no kart e no campeonato australiano de Fórmula Ford. No mesmo ano fez sua estreia internacional na Formula Ford Festival em Brands Hatch, Inglaterra. Como resultado, chegou em 3º pela equipe Van Diemen.

Em 1996 conquistou quatro vitórias no Campeonato Britânico de Fórmula Ford, terminando a classificação em 2º lugar. No mesmo ano venceu a Formula Ford Festival e a corrida de Spa-Francorchamps pela Formula Ford Euro Cup. Em 1997, passou a correr pela Fórmula 3 Inglesa.

Na famosa corrida das 24 Horas de Le Mans 1999 pilotou a Mercedes CLR, disputando a corrida pela classe LMGTP. No entanto, devido a falhas aerodinâmicas no carro, Webber teve dois acidentes espetaculares: um durante treino e outro durante a corrida, sendo que o primeiro fez com que seu carro fosse lançado para fora da curva Mulsanne Straight.

Após a disputa no Le Mans, Mark Webber foi convidado por Paul Stoddart para participar de uma equipe da Formula 3000, a qual lhe ajudou a ingressar diretamente na Fórmula 1.

A EXPERIÊNCIA DE MARK WEBBER NA FÓRMULA 1

Em 2000, Webber foi piloto de testes da equipe Arrows, pela qual também competia o campeonato europeu de Fórmula 3000.

Além disso, em 2001 foi piloto de testes da Benetton, sendo substituído no ano seguinte por Fernando Alonso. Nessa mesma época passou a ser agenciado por Flavio Briatore, que assegurou-lhe junto a Paul Stoddart um contrato para estrear na equipe Minardi em 2002.

Minardi

A princípio, fez a sua estreia na F1 pela equipe da Minardi, no GP da Austrália em 2002. Seu contrato inicial era para apenas três corridas, mas foi prorrogado até o final da temporada após conseguir o 5º lugar na sua primeira corrida.

Jaguar

Na temporada seguinte, assinou com a Jaguar. Em 2003, correndo pela equipe inglesa, com um carro bastante limitado, conseguiu pontuar em sete corridas, terminando o campeonato em 10º e sendo eleito pela revista Autosport com o título de “Piloto do ano”. 

Williams

Em 2005, correndo pela Williams subiu pela primeira vez ao pódio, em 3º lugar, no Grande Prêmio de Mônaco e pontuou na maioria dos GPs disputados (10 em 18).

Entretanto, com a saída dos motores BMW da Williams e sem conseguir manter o mesmo rendimento do ano anterior, abandonou a maioria das corridas, pontuando em apenas três etapas durante todo o campeonato de 2006.

Red Bull

Em 2007, foi contratado pela Red Bull, onde permaneceu até o 2013. Pela equipe, conquistou seis vitórias, seis pole positions, além de dois 2º lugares e dois 3º lugares.

CURIOSIDADES DE MARK WEBBER

Por fim, Webber ainda competiu de 2014 à 2016 em corridas esportivas pela Porsche. Em 2016, após a aposentadoria definitiva, assumiu o papel representativo da Porsche.

Foto destaque: Reprodução/ Motorgrid Brasil