Antes de mais nada, José Carlos Paceou simplesmente Carlos Pace, é um ex-piloto de automóveis brasileiro que atuou na Fórmula 1 sendo uma das estrelas da equipe da Brabham. Sua estreia aconteceu no ano de 1972, no GP da África do Sul, pela March. Na ocasião, ele terminou na 17ª colocação.

O COMEÇO DA CARREIRA

A princípio, Pace estreou no automobilismo em 1963, disputando provas de turismo pela equipe Willys. Em 1970, já na Europa, disputou o Campeonato Inglês de Fórmula 3, sagrando-se campeão.

Um ano depois, venceu o GP de Imola de Fórmula 2. Com esta vitória, conseguiu um convite para integrar a equipe de Protótipos da Ferrari a partir da temporada de 1972, tendo como melhor resultado o 2º lugar nas 24 horas de Le Mans de 1973.

A EXPERIÊNCIA NA FÓRMULA 1

O ingresso na Fórmula 1 se deu pela equipe Williams, que na época utilizava carros March da temporada anterior. Ainda assim, Carlos pontuou duas vezes, terminando o campeonato em 16º lugar, com três pontos.

No ano seguinte, paralelamente ao Campeonato de Protótipos, disputou a Fórmula 1 pela equipe Surtees. Como resultado, terminou o campeonato em 11º lugar, com sete pontos, conseguindo como melhor resultado o 3º lugar na Áustria. Além disso, foi escolhido o 4º melhor piloto do mundo pelo anuário Autocourse, perdendo para Jackie Stewart, Ronnie Peterson Emerson Fittipaldi.

Em 1974, começou a temporada novamente na Surtees. Entretanto, na metade da temporada, mudou de equipe, passando a disputar o campeonato pela Brabham, onde conseguiu o 2º lugar em Watkins Glen, nos Estados Unidos. Terminou o campeonato em 12º lugar, com 11 pontos.

Em 1975, disputando a temporada pela Brabham, Pace fez sua melhor temporada no automobilismo. Além da Fórmula 1, participou do Campeonato Brasileiro de Turismo e sagrou-se campeão do Grupo 1.

Além disso, venceu também as 25 horas de Interlagos. Seu principal feito na temporada veio no segundo GP de 1975, no Brasil. O brasileiro venceu a corrida, fazendo dobradinha com Emerson Fittipaldi; a primeira na F1. Assim, terminou a temporada em 6º, com 24 pontos.

Todavia, o campeonato de 1976 não foi muito bom. Utilizando os motores Alfa Romeo, que eram pesados e gastavam muita gasolina, fez apenas 7 pontos, terminando em 14º lugar. Naquele ano, atuou como dublê de Al Pacino, no filme Bobby Deerfield, nas cenas de competição nos GPs do Brasil, África do Sul e Estados Unidos.

Em 1977, uma 2ª colocação no Grande Prêmio da Argentina foi o último pódio de José Carlos Pace. Por fim, participou de mais duas corridas, Brasil e África do Sul, sem pontuar.

CURIOSIDADES DE JOSÉ CARLOS PACE

Infelizmente, Pace veio a falecer em 1977, em uma queda de avião. Em 1985, o Autódromo de Interlagos foi batizado de Autódromo José Carlos Pace em sua homenagem.

Aproveite para se aprofundar ainda mais no esporte com nossos outros conteúdos:

Última atualização em: 09/05/2023