Antes de mais nada, Jackie Stewart é um ex-piloto de automóveis escocês/britânico que atuou na Fórmula 1 sendo uma das estrelas da equipe da Tyrrell. Acima de tudo, sua estreia aconteceu no ano de 1965, no GP da África do Sul, pela BRM. Na ocasião, ele terminou na 6ª colocação.

O COMEÇO DA CARREIRA

John Young Stewart nasceu em Milton, Escócia. Ele começou sua carreira na Fórmula 1 competindo pela BRM de 1965 a 1967; depois foi para a estreante Matra, em 1968. No ano seguinte conquistou seu primeiro título mundial.

A EXPERIÊNCIA NA FÓRMULA 1

Em 1970, foi para a Tyrrell, onde conquistou mais dois títulos mundiais, em 1971 e em 1973. Conquistou 27 vitórias na Fórmula 1. Foi um dos pilotos a exigir mais segurança no automobilismo.

Tudo começou num gravíssimo acidente que ele sofreu em 1966 na pista belga de Spa-Francorchamps. Uma tempestade atingiu o circuito e deixou seco somente o grid de largada.

Na rápida Masta Straight, a BRM de Stewart girou e caiu em uma vala, e ele ficou preso no carro com o macacão encharcado de gasolina, enquanto Graham Hill e Bondurant tentavam desaparafusar o volante para poderem retirar Stewart de dentro do monocoque avariado.

Dessa maneira, disse que não correria na equipe se não tivesse segurança no seu carro. Foi ele que idealizou o capacete que cobre toda a cabeça do piloto e o macacão antichamas.

Em 1973, durante os treinos de classificação no circuito de Watkins Glen disputando o Grande Prêmio dos Estados Unidos, um fato que levaria Jackie Stewart a abandonar a competição.

Seu parceiro da Tyrrell na época, o piloto francês François Cevert, sofreu um grave acidente. O carro do piloto escapou da pista, bateu no guard rail do lado direito e ricocheteou em direção ao guard rail do lado esquerdo.

Assim, virou de rodas para o ar e se arrastou pela “lâmina” de metal por mais de 100 metros, foi degolado e teve morte instantânea. Chocado com a morte, Jackie decidiu abandonar de forma definitiva a Fórmula 1.

CURIOSIDADES SOBRE JACKIE STEWART

  • O ex-Beatle George Harrison, amigo pessoal de Jackie, compôs a canção “Faster” e dedicou-a Stewart, Niki Lauda, Jody Schekter e restantes pilotos da Fórmula 1 da época. No entanto a canção serviu, essencialmente, para homenagear o piloto sueco Ronnie Petterson, que morreu em pista;
  • Em 1997, fundou a sua equipe, a Stewart. Os melhores resultados da equipe foram a vitória de Johnny Herbert no Grande Prêmio da Europa, disputado no circuito de Nürburgring em 26 de setembro de 1999, e a pole conquistada por Rubens Barrichello no Grande Prêmio da França do mesmo ano. Por fim, nesse ano a equipe alcançou a melhor colocação no mundial de construtores: 4° lugar. No final de 1999, atolado em dívidas, vendeu sua equipe para a Jaguar.

Foto destaque: Reprodução/ F1Mania