Antes de mais nada, Heikki Kovalainen é um ex-piloto de automóveis finlandês que atuou na Fórmula 1 sendo uma das estrelas da equipe da McLaren. Acima de tudo, sua estreia aconteceu no ano de 2007, no GP da Austrália, pela Renault. Na ocasião, ele terminou na 10ª colocação.

A EXPERIÊNCIA NA FÓRMULA 1

Primeiramente, ao final de 2005, assumiu o lugar de Franck Montagny como principal piloto de testes da Renault. Dessa forma, em 2007, com a saída do espanhol Fernando Alonso, tornou-se 2º piloto da Renault, correndo ao lado do italiano Giancarlo Fisichella.

Acabou o ano de 2007 com o único pódio da equipe franco-britânica, quando terminou em 2º lugar no Grande Prêmio do Japão de 2007. Na temporada de 2008, rumou para a equipe McLaren, após o retorno de Fernando Alonso para a Renault.

Na McLaren, foi companheiro do inglês Lewis Hamilton. Heikki conseguiu sua primeira vitória no Grande Prêmio da Hungria graças a quebra do motor de Felipe Massa na última volta Grande Prêmio da Hungria de 2008, sendo o 100º piloto a ganhar um Grande Prêmio.

Em 14 de dezembro de 2009 a Lotus Racing (renomeada para Team Lotus para disputar a temporada de 2011) anunciou o italiano Jarno Trulli e o finlandês Heikki Kovalainen como dupla de pilotos para 2010.

Disputou ainda as temporadas de 2011 e 2012. Ficou fora de quase toda a temporada 2013, voltando apenas para disputar as duas últimas etapas substituindo Kimi Räikkönen na Lotus F1 Team.

A IDA DE HEIKKI KOVALAINEN PARA SUPER GT

Por fim, após a Fórmula 1 foi para a Super GT. A partir de 2015 pela equipe Lexus Team SARD, foi campeão da categoria em 2016.

Foto destaque: Reprodução/ Motosport