Antes de mais nada, Norman Graham Hillou simplesmente Graham Hill, é um ex-piloto de automóveis norte-americano que atuou na Fórmula 1 sendo uma das estrelas da equipe da Lotus. Acima de tudo, sua estreia aconteceu no ano de 1958, no GP de Mônaco, pela Lotus. Na ocasião, ele não terminou a corrida.

O COMEÇO DA CARREIRA

A princípio, fez sua estreia em um carro Cooper 500 de Fórmula 3 e se comprometeu a correr depois disso.

Hill se juntou ao Team Lotus como mecânico logo depois, mas rapidamente conseguiu entrar no cockpit.

A presença da Lotus na Fórmula 1 permitiu que fizesse sua estreia no Grande Prêmio de Mônaco de 1958 , aposentando-se com uma falha de meio eixo.

Em 1960, Graham ingressou na BRM, vencendo também nesse ano em 8 de maio de 1960 a Targa Florio na classe Sports 1600 junto com o alemão Edgar Barth em um Porsche 718, e venceu o campeonato mundial com a BRM em 1962.

Era conhecido para sua preparação para a corrida, mantendo registros das configurações de seu carro e trabalhando longas horas com seus mecânicos. Hill também fez parte da chamada ‘invasão britânica' de pilotos e carros nas 500 milhas de Indianápolis em meados da década de 1960, triunfando lá em 1966 em um Lola – Ford.

Ao mesmo tempo, Hill, juntamente com seus contemporâneos de F1, competiu no British Saloon Car Championship, conquistando várias vitórias definitivas. Como resultado, conseguiu um melhor resultado de 6º geral em 1961 dirigindo um Jaguar Mark 2.

A EXPERIÊNCIA NA FÓRMULA 1

Iniciou sua carreira na Fórmula 1 aos 29 anos correndo pela Lotus. Depois de dois anos sem marcar sequer um ponto, entrou na BRM, e venceu seu primeiro campeonato em 1962. Ainda na BRM, foi vice-campeão em 1963, 1964 e 1965.

Seu segundo título veio depois de voltar para a Lotus em 1968. Nesse mesmo ano, venceu o Grande Prêmio da Espanha com a Lotus patrocinada pela Gold Leaf, na primeira aparição de um carro estampado por uma empresa tabagista sem vínculo com o meio automobilístico.

Graham sobreviveu a vários acidentes antes de se aposentar aos 46 anos e montar sua própria equipe, Embassy Hill na Fórmula 1.

O LEGADO DE GRAHAM HILL

Após sua morte, a vila de Silverstone, lar da pista de mesmo nome, nomeou uma estrada, Graham Hill, em homenagem a ele e há uma “Graham Hill Road” na propriedade The Shires nas proximidades de Towcester.

Graham Hill Bend em Brands Hatch também é nomeado em sua homenagem. Uma placa azul comemora Hill em 32 Parkside, em Mill Hill, Londres NW7.

Em Bourne, Lincolnshire, onde a antiga equipe de Hill BRM está sediada, uma estrada chamada Graham Hill Way é nomeada em sua homenagem.

Por fim, uma creche em Lusevera, Itália, também possui seu nome em sua homenagem.

Foto destaque: Reprodução / Famosos