Antes de mais nada, David Wishart Hobbs é um ex-piloto de automóveis britânico que atuou na Fórmula 1 sendo uma das estrelas da equipe da BRM. Acima de tudo, sua estreia aconteceu no ano de 1967, no GP da Inglaterra, pela BRM. Na ocasião, ele terminou na 8ª colocação.

O COMEÇO DE CARREIRA

Hobbs nasceu em Royal Leamington Spa, na Inglaterra, poucos meses antes do início da Segunda Guerra Mundial. Sua carreira como piloto de corrida internacional durou 30 anos, em todos os níveis – incluindo carros esportivos, de turismo, Indy, IMSA, Can-Am e Fórmula 1.

Ele já participou das 500 milhas de Indianápolis e das 24 de Daytona. No segundo caso, ele fez vinte largadas na corrida, terminando em 8º lugar na primeira tentativa em 1962, seguindo com uma pole position e uma melhor finalização em 3º.

A EXPERIÊNCIA NO AUTOMOBILISMO

David deveria fazer sua estreia no na Fórmula 1 pela Tim Parnell Racing, no Grande Prêmio da França de 1965, em Clermont-Ferrand. No entanto, um grave acidente rodoviário o deixou no hospital por três semanas. Dessa maneira, ele competiu somente no ano de 1967, quando terminou na 8ª colocação no GP da Inglaterra.

Em 1971, Hobbs ganhou o Campeonato Continental L&M 5000 dirigindo por Carl Hogan de St. Louis, Missouri, em um McLaren M10B-Chevrolet. Ele venceu cinco das oito rodadas daquele ano em Laguna Seca, Seattle, Road America, Edmonton e Lime Rock.

Doze anos depois, ele reivindicaria o campeonato Trans-Am Series de 1983 também. Além disso, fez duas largadas na NASCAR Winston Cup em 1976, incluindo a liderança de duas voltas no Daytona 500 de 1976 e dirigiu uma corrida na Corrida Internacional de Campeões de 1979. Por fim, a sua última entrada em um Grande Prêmio foi em 1974, na Itália. Nessa oportunidade, ele terminou em 9º.

DAVID HOBBS FORA DAS PISTAS

O ex-piloto forneceu comentários para as corridas de Fórmula 1 e GP2 (ao lado de Leigh Diffey e o ex- mecânico da Benetton Steve Matchett) até 2013, os runoffs de SCCA Valvoline e partes das 24 Horas de Daytona.

Ele também trabalhou para a CBS em sua cobertura do Daytona 500, trabalhando como comentarista de cores e repórter / repórter de 1979 até 1996, e depois mudou para o Speed em 1996 trabalhando como comentarista de cores e depois mudou-se para a NBCSN em 2013. Ele também trabalhou para a ESPN, atuando como analista para a cobertura da Fórmula 1 de 1988 até 1992.

Além de comentarista, apareceu na comédia de 1983, Stroker Ace, interpretando um locutor de corrida na TV. Ele também apareceu no filme Carros 2, que estreou em junho de 2011, como locutor “David Hobbscap“, um Jaguar de 1963 da cidade natal de Hobbs na Inglaterra.

CURIOSIDADES DE DAVID HOBBS

  • Em 1986, abriu uma concessionária de automóveis, David Hobbs Honda, em Glendale, Wisconsin;
  • Foi incluído na lista de motoristas graduados da FIA, um grupo de 27 motoristas que por suas realizações foram avaliados o melhor do mundo;
  • Bem como, foi introduzido no Motorsports Hall of Fame of America, em 2009.

Foto destaque: Reprodução/ Scribd