Antes de mais nada, Bob Sweikert é um ex-piloto de automóveis americano que atuou na Fórmula Indy sendo uma das estrelas da equipe da Kurtis Kraft. Acima de tudo, sua estreia aconteceu no ano de 1950, nas 500 milhas de Indianápolis, pela Wetteroth. Na ocasião, ele não conseguiu se classificar para a corrida.

O COMEÇO DE CARREIRA

Em primeiro lugar, antes de começar a correr pela Indy, Sweikert trabalhou depois da escola como mecânico na concessionária local da Ford em Hayward. De fato, um mecânico naturalmente talentoso, ele frequentemente vencia corridas de rua em toda a Baía Leste.

Assim, um de seus competidores locais frequentes nas ruas era Ed Elisian, um adolescente da vizinha Oakland, Califórnia. Certamente, uma dúzia de anos depois, Elisian e Sweikert estavam envolvidos no duelo de corrida que levou ao acidente fatal de Sweikert na Salem Speedway.

A saber, no final de 1944, Bob alistou-se na Força Aérea do Exército dos Estados Unidos, mas sofreu uma grave lesão no joelho durante o treinamento em Lowry Field, no Colorado. Mas com meses para sarar e o fim da guerra, ele recebeu dispensa honrosa em setembro de 1945.

Mas voltou para Hayward e abriu seu próprio pequeno negócio, Sweikert Automotive, uma oficina automotiva localizada na garagem de seus pais. Contudo, ao longo dos próximos dois anos, ele construiu seu próprio roadster de pista.

Decerto, no Memorial Day, em 26 de maio de 1947, Sweikert correu sua primeira corrida pelo prêmio em dinheiro no Oakland Speedway e terminou em 2º.

De antemão, o americano ganhou seu primeiro patrocínio de corrida em julho de 1947, quando se tornou um piloto de corrida de roadster para a Hubbard Auto Parts de Oakland.

Por certo, no início de 1948, ele se casou com Marion Edwards (o casamento durou cinco anos). Bem como, no mesmo ano, mudou para carros anões e venceu sua primeira corrida de treinamento com a Bay Cities Racing Association.

Em conclusão, correu 72 vezes naquela primeira temporada do BCRA, terminando em 14º entre 130 membros ativos na classificação anual de pontos.

Por outro lado, em janeiro de 1953, casou-se com sua namorada do colégio, Dorie. Eles se estabeleceram em Indiana, perto do autódromo, onde Bob esperava correr e vencer.

A INÍCIO NA FÓRMULA INDY

Primeiramente, em 12 de fevereiro de 1949, Sweikert venceu o primeiro campeonato BCRA Indoor Midget Race Track, em Oakland, na nova pista oval de 1/12 de milha.

A primeira chance de dirigir um carro Sprint veio em 1949. Ele dirigiu no norte da Califórnia naquele ano e depois em Los Angeles.

Depois de 1949, Sweikert tornou-se amigo íntimo de Johnny Boyd. Os dois frequentemente corriam juntos e Boyd se classificou para entrar no Indianápolis 500 de 1955, quando Sweikert o ajudou a superar problemas de manuseio mecânico no carro.

Em maio de 1952, Bob correu sua primeira corrida “Indy 500”. Ele entrou na 32ª posição de largada e correu 77 voltas no carro McNamara Special.

AS PRINCIPAIS CONQUISTAS

Em 12 de setembro de 1953, Sweikert se tornou o primeiro piloto a quebrar 100 mph (160 km / h) em uma pista oval de 1,6 km, no Eastern Speed ​​Dome, Syracuse, Nova York.

Em 26 de setembro de 1953, venceu o Hoosier Hundred, no Indiana State Fairgrounds. Uma corrida que é narrada por muitos como “a maior corrida de todos os tempos“.

Em 11 de setembro de 1954, se tornou o primeiro piloto a atingir a média de 90 mph (140 km / h) em uma corrida de 100 milhas (160 km). Com sua vitória no carro Lutes Truck Parts Special # 17 no Eastern Speed ​​Dome em Syracuse.

Em 30 de maio de 1955, finalmente venceu a corrida das 500 milhas de Indianápolis, da 14ª posição inicial no roadster Zink Kurtis # 6. Esse carro agora reside no museu na pista de corrida de Indianápolis.

Em setembro de 1955, tornou-se o único piloto da história a ganhar a Triple Crown dos esportes motorizados americanos original, ao vencer o Indianapolis 500, o AAA big car National Championship e o Midwest Sprint Car.

Em maio de 1956, em seu retorno final às 500 milhas de Indianápolis, Sweikert começou na 10ª posição e chegou ao 6º lugar, com o roadster DA Lubricant da equipe.

UM DESASTRE NA PISTA

Um acidente fatal interrompeu a brilhante carreira de Bob Sweikert. Em 17 de junho de 1956, em Salem Speedway, enquanto completava a 3ª volta, Bob corria perto da parede externa em 4º lugar, lado a lado com seu antigo rival nas ruas de East Bay, Ed Elisian, em 5º.

Saindo da 4ª curva, os dois carros começaram a descer a reta em frente à arquibancada. Correndo perto da parede, a roda traseira direita de Sweikert prendeu uma viga de aço que se projetava da parede no final das arquibancadas.

O carro de corrida sobrevoou a beira da pista, desceu o aterro e pousou trinta metros abaixo, onde explodiu brevemente em chamas. O Campeão de Indianápolis foi declarado morto ao chegar ao Washington County Hospital.

CURIOSIDADES DE BOB SWEIKERT

  • Janeiro de 1956 – introduzido no Hall da Fama do Fan Club da Hoosier Auto Racing;
  • 28 de maio de 1956 – foto da capa da Sports Illustrated;
  • 1993 – introduzido no Hall da Fama da Motoring Press Association em São Francisco;
  • Maio de 1994 – introduzido no Indianapolis Motor Speedway Hall of Fame;
  • 1995 – nomeado no National Sprint Car Hall of Fame, Knoxville, Iowa;
  • Por fim, foi introduzido no Motorsports Hall of Fame of America em 2016.

Foto destaque: Reprodução/ Getty Images